Prisão de amigos pode impossibilitar pretensão de Temer se reeleger


Foto: Ueslei Marcelino/Reuters
 
Jornal GGN – “O que está em jogo é a sobrevivência do Temer”, teria dito um aliado próximo do presidente a Gerson Camarotti, do G1. A prisão dos cinco investigados, três deles amigos próximo do mandatário, que encurralam o emedebista, mais uma vez, nas investigações, poderá ter efeitos diretos na sua intenção de se reeleger.
 
Isso porque já se aventa a possibilidade de uma nova denúncia ser apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), com o percurso das investigações, chegando nesta quinta-feira (29) à prisão preventiva de cinco deles. O inquérito pode se manter nos arrolados diretos, que sofreram hoje a prisão, mas também pode se voltar ao próprio presidente, na forma de uma terceira denúncia que seria apresentada contra Temer no Congresso.
 
Apesar de já notadamente contar com o apoio e a quase facilidade de arquivamento, se outra peça de acusação chegasse à Câmara dos Deputados, a situação não seria positiva para Temer, em momento que o mandatário negocia cargos, planeja uma reforma ministerial e, ainda, busca se fortalecer dentro e fora dos partidos aliados para consolidar o desejo pessoal de uma candidatura ao Planalto este ano.
 
“A Polícia Federal prendeu o círculo mais próximo de Temer. É uma tentativa de emparedar o presidente”, analisou o auxiliar a Camarotti. De acordo com Valdo Cruz, também do G1, a tensão já é visível dentro do Palácio do Planalto para o receio de uma terceira denúncia. 
 
O cenário inviabilizaria “completamente qualquer pretensão de disputar a reeleição”, acrescentou o jornalista, que informou que a notícia “pegou de surpresa” o governo que “estava totalmente voltado para as negociações da reforma ministerial e reorganização da base” até a noite desta quarta.
 
Isso porque as prisões anunciam, de alguma forma, que os investigadores têm informações que podem mirar de vez o mandatário, considerando ainda a prisão do círculo mais próximo do presidente, e deve preceder novas medidas judiciais, seja a abertura de outros inquéritos e diligências, a denúncia contra os mesmos investigados presos ou, ainda, a denúncia pela PGR incluindo Temer.
 
Caso a última hipótese seja materializada, apesar da grande chance de também arquivar o processo no Congresso pela base aliada de parlamentares, o governo seria enfraquecido, e estaria sem forças para recuperar um projeto de recandidatura.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

12 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Almeid

- 2018-03-29 19:21:04

Palhaçada da notícias que
Palhaçada da notícias que saem na Globo de dizer que é "amigo". Está sendo preso porque seria amigo, conhecido? E o Barroso quieto, não interferindo nestas chamadas. Putz!!!

Almeid

- 2018-03-29 19:13:25

Sinônimo
aliado próximo = amigo

Almeid

- 2018-03-29 19:10:31

Amigo
Amigo de Camorotti é preso. Se a pessoa contou a ele(Camarotti) é íntimo deste também.

Rei

- 2018-03-29 19:09:18

Todos candidatos serão presos... exceto os do PSDB!

No final dessa palhaçada toda teremos apenas Alckmin disputando a eleição com partidos que o PSDB comprou e com a esquerda caricata.

Fordismo aplicado à democracia: 'PODE ESCOLHER SEU CANDIDATO, CONTANDO QUE SEJA DO PSDB".

Pra quem for de esquerda teremos Tucanos Liberais mais à esquerda... pra quem for de direita teremos Tucanos Liberais mais à direita... todos eles são ótimios, segudo a imprensa, toda ela Tucana Liberal.

Isso é Democracia! Chupa Venezuela!!!

Max Christian Frauendorf

- 2018-03-29 18:52:20

Temer cai, eleição suspensa, intervenção militar geral.RESISTIR!

Me parece que o cenário é o seguinte: aumentamos ataques e provcações fascistas, atá que um indignado ( e oq não falta é motivo para indignação radical) ou um maluco qualquer , resolva fazer jsutiça com as próprias mãos.

Será "vendido" pela mídia como razão suficiente para suspeneder as eleições por causa da "guerra civil", "desordem" ou qualquer outra motivação de fundo caotizante/aterrorizante.

Justifica-se a intevenão militar em todo o pais.

Temer cai, porque inclusive já não serve para mais nada e sua continuação significa a possibilidade de uma ruptura à esquerda. 

Por isso é fundamental não respondermos às provocações fascistas, nem cometermos qualquer ato de violência agressiva, exceto as de auto-defesa!

É hora de uma manifestação unificada de toda a esquerda, centro esquerda, esquerda radical e todas as forças progressistas e nacional-populares. Várias bandeira, mas um brado só? enfrentaremos o fascismo !

Na outra ponta, é preciso ter um plano B eleitoral. Na hipótese do STE negar a candidatura, mais cedo ou mais tarde, temos que ter uma candidatura unificada das forças progressistas com o programa de restauração democrática, social, econômica e aprofundamento da democracia participativa e direta ! Anistia a todos os presos políticos !

E julgamento dos golpistas de todos os níveis !

Rui Ribeiro

- 2018-03-29 18:28:39

Havia um Raquel Dodge no meio do caminho

No meio do caminho havia uma Raquel Dodge, indicada por Temer.

 

Quando um jabuti está em cima de uma árvote, ou foi enchente ou foi mão de gente. No caso da Joba Raquel Dodge, foi mão de um golpista.

Edivaldo Dias Oliveira

- 2018-03-29 18:03:20

Pssssiu
Não conte pra ninguém. Barroso mando prender a pedido da Globo, articulada com Meireles. Golpe global II

GalileoGalilei

- 2018-03-29 18:03:18

Diversionismo

Reeleição de Temer? Nunca foi levada a sério, nem mesmo por Temer.

Trata-se apenas de diversionismo para deixarmos de discutir aquilo que é importante.

Temer já foi rifado por aqueles a quem ajudou a derrubar a Dilma. Seu valor, hoje, no tabuleiro de xadrez, é menor do que o de um pião. No momento serve apenas para encobrir quem manipula as cordinhas. Em breve poderá ser trocado por peça de muito maior valor.

Tratemos, portanto, de coisas sérias. Tratemos de protejer do cheque mate o nosso rei.

Schell

- 2018-03-29 18:01:49

Considerando que o

Considerando que o temerista-golpista-ladrão jamais seria eleito (já que nunca foi eleito) e, levando em conta que o tiroteio contra os ônibus da caravana do Lula servirá como "motivo", desde 1916, repito o de sempre:; não haverá eleições em 2018. O estado de sítio (de atibaia?) em função do recrudescimento da violência imposta, estimulada e praticada através do globosta e de seus sicários "sociais", dará "asas" ao espichamento (depois do impichamento autorizado pelo serve-cafezinho Lewando) dos mandatos. Como sabem as ostras, os politiqueiros morrem de medo de não se reelegerem. Portanto, desde já, "saudemos" Temerista-golpista-ladrão I e único. Pobre país de merrecas.

Mas, ainda, consideremos que o exército, a partir do (mau) exemplo das tropas - agora - acariocadas, será cúmplice e amigalhado com mais esse "golpe", pois, enseja tomarem conta do temerista-golpista-ladrão em benefício (im)próprio.

Mais, os juizites, desprocuradores, meganhas e ministrecos que botem suas barbas imberbes de molho: o novo golpe acabará com qualquer resquício "moralizador".

O desMoronado talvez se salve na embaixada norte-trumpeana, pelos serviços-sujos prestados.

Aguardem.

Gilson AS

- 2018-03-29 17:11:37

" pode prejudicar as
" pode prejudicar as pretensões de Temer se reeleger" Primeiro, está errado, ele não foi eleito. Quem foi eleito foi a Dilma, cabeça de chapa. Esse babaca era vice decorativo e traidor. Segundo, pela idade, Temer deve tomar muitos remédios,inclusive Viagra. Esses remédios estão lhe trazendo vários efeitos colaterais, incluindo:'alucinaçoes, vertigens ,tonturas, vontade de ser Presidente eleito, incontinência urinária, doideira, olhar vazio, tristeza ,alegria e euforia, entre outros.

manoel mariano

- 2018-03-29 17:03:03

Olha!

Barroso, "tem que manter isso,viu?"

Antonio Carlos Silva - Brasil

- 2018-03-29 16:17:52

REELEGER ?

Resultado de imagem para ABSURDO GIF

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador