TRE do Rio cassa mandato de Pezão e determina eleição direta

Foto: Folha

Jornal GGN – Hoje, quinta-feira, dia 8, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio decidiu pela cassação do mandato de Luiz Fernando Pezão (PMDB), governador do Rio, e seu vice, Francisco Dornelles (PP). O TRE do Rio ainda determinou a realização de eleições diretas no Estado. Mas Pezão não será afastado, e recorrerá ao Tribunal Superior Eleitoral ainda no cargo.

A decisão foi baseada na evidência de abuso do poder econômico e politico. O TRE grafou que “o governo do Rio concedeu benefícios financeiros a empresas como contrapartida a posteriores doações para a campanha do então candidato Pezão e de seu vice”.

O desembargador Marco Couto, afirmou, em seu voto, que “restou comprovado que contratos administrativos milionários foram celebrados em troca de doação de campanha”. A decisão torna a chapa, Pezão e Dornelles, inelegíveis por oito anos.

Em nota, a assessoria do governador Pezão afirmou que quando for publicada a decisão os dois entrarão com recurso no Tribunal Superior Eleitoral.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

5 comentários

  1. Direita Idiota

    É assustador, mais que a falta de oportunidade do judiciário e seus juízes, o caráter anarquista e niilista desta falida instituição.

    No afã de juizecos se tornarem celebridades, vão acabar com a sociedade acreditando que esta possa existir de forma independente ao poder do Estado.

    O temor que os radicais de esquerda poderiam causar à sociedade, não ocorreu. A direita idiota está se encarregando de tornar real este temor.

  2. É uma completa alienação do

    É uma completa alienação do mundo real. Neste altura do segundo mandato em meio a maior crise economica e social do Estado se cria em cima de tudo uma nova crise para complicar mais ainda a vida dos cariocas e com decisão por NOVA ELEIÇÃO,

    agora? Eleição para menos de dois anos?  Não tem o menor sentido, o remédio é muito pior que a doença;

    • Fique tranqüilo AA. No TSE, GM e Cia. revogam isso.

      Caro André Araújo,

      O Sr. como experiente advogado, bem conhece o meio jurídico, o tamanho do ego e a pavonice que caracterizam a maioria dos juízes, desembargadores dos TJs, TEs, ministros/juízes dos TSs e do STF.

      Com essa decisão, que tem caráter liminar e sequer estabelece o afastamento imediato do governador do RJ, o desembargador ou juiz presidente do TRE-RJ e colegas desse tribunal eleitoral garantem para si os holofotes e os 15 minutos de fama. No TSE, sob o comando de Gilmar Mendes, os senhores ‘ministros’, seguindo ordens do poderoso chefão (qualquer semelhança com um clássico do cinema não é mera coincidência), assinarão, sem ler, um despacho/decisão, revogando a decisão do TRE-RJ.

      Se levarmos em conta a criação de uma ‘jurisprudência’, que constitui o ‘precedente perfeito’ para incriminar a Presidenta Dilma e livrar o traidor-golpista-usurpador-corrupto profissional, Michel Temer, estabelecida com a condenação de Agnelo Queiroz, do PT, e a absolvição do vice, Tadeu Filipelli, do PMDB, podemos antever como essa máfia do TSE e seu poderoso chefão decidirão em relação ao mandato de Luiz Fernando Pezão e seu vice, Francisco Dornelles.

  3. O povo elege, os togados derrubam

    De que adianta votar?

    O título de eleitor e merda são a mesma bosta. Com merda, pelo menos você pode gerar gás metano num biodigestor.

  4. ….
    O EXÉRCITO precisa dar uma limpada no Judiciário.

    Tenho certeza que muitos vão se envergonhar e cometerão suicídio quando presos.

    Não haverá custos para nossa sociedade!

    É só chamar o exército!
    Não existe exemplo de Estado neste PLANETA que não tenha feito isso!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome