Uma história exemplar, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Uma história exemplar, por Fábio de Oliveira Ribeiro

No auge das manifestações contra Dilma Rousseff por causa do preço da gasolina briguei com um amigo no Facebook. Ele disse que apoiava o que estava ocorrendo não porque o preço da gasolina estava alto e sim porque os preços dos combustíveis estavam sendo artificialmente contidos. Isso estaria prejudicando os acionistas da Petrobras.

Disse-lhe na época três coisas. A primeira que a Petrobras era uma empresa de economia mista com predomínio acionário do Poder Público, portanto, os interesses do Brasil deveriam ser colocados na frente dos interesses dos outros acionistas. A segunda, que a prospecção, refino e distribuição de combustíveis não poderia obedecer apenas aos critérios de mercado, pois o preço deste insumo é capaz de desorganizar toda a economia. A terceira, bem mais importante, que os acionistas têm o direito de vender as ações de uma companhia quando se sentem prejudicados.

Nenhuma empresa tem a obrigação de dar lucro. Muito pelo contrário. Num país capitalista é natural que algumas empresas amarguem prejuízos e até vão a falência. Os cidadãos brasileiros não devem subsidiar os lucros embolsados aos acionistas da Petrobras.

O rapaz, que eu conheci há mais de 30 anos quando ele tinha apenas 10 anos de idade, ficou profundamente irritado com o que eu disse. E revelou que era um pequeno acionista da Petrobras e estava sendo prejudicado. Disse-lhe tranquilamente que ele poderia vender as ações dele e que eu não estava obrigado a garantir o aumento do capital dele. Esta foi a gota d’agua. Desde então não conversamos mais.

Leia também:  Ciro, um crítico dignificante ou um polemista nato? Por André-Kees Schouten

Suponho que hoje ele deve estar pensando melhor nesse assunto. Com a gasolina a quase 10 reais o litro os lucros que ele eventualmente embolsou serão revertidos aos donos dos postos de gasolina. De minha parte estou cada vez mais convencido da correção do meu raciocínio. A raison d’État do neoliberalismo é o predomínio da ganância sobre o interesse público. O que ocorreu esta semana prova satisfatoriamente que a racionalidade econômica de um país inteiro não deve se tornar refém de um punhado de acionistas da Petrobras.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. Eu tbém tenho algumas ações

    Eu tbém tenho algumas ações da Petrobras, mas porque acredito na empresa, mesmo com essas coisas, o  parente dos eua, mandando nela. Teu ex-amigo como muitos outros acreditaram no lucro fácil, se acharam bacana investindo  em  ações e agora ficam choramingando. Compram na alta e vendem na baixa e se acham…

  2. uma….

    A Petrobras foi entregue na Redemocracia para Progressistas, que diziam combater o Entreguismo e Interesses Estrangeiros, sendo 100% Nacional. Para que foi privatizada? Subavaliada em 20 poucos bilhões de dólares. Agora dizem que vale uns 65 bilhões. Vale 65 e tem alguns trilhões em reservas de petróleo? Somente ontem dizem que perdeu 40 bilhões na Bolsa? E demos tudo isto por uns míseros bilhões de dólares? Progressistas e Socialistas. Dizer mais o que? Alguns Trilhões de Dólares, fora toda a Cadeia Produtiva do Petróleo. E conseguimos entregar e doar tamanho patrimônio e continuar sendo um país de População Miserável?! Somente o Lunático Tupiniquim e suas Discussões Lunáticas !!! Quanto às Ações, o dinheiro era do Fundo de Garantia. As ações da Petrobrás valorizaram mais de 400% a mais que o dinheiro do Fundo. Quem perdeu algum centavo? A Poupança Nacional, o dinheiro dos Brasileiros deveria estar nas suas Empresas, que não tem concorrência em lugar algum do Mundo: Petrobrás, Vale do Rio Doce, Embraer, Eletrobrás, Distribuidoras de Energia, Portos,… 40 anos redemocratas estão transformando a pobreza brasileira em mais pobreza. Não somos donos nem de nossas proprias empresas. Daqui a pouco, nem do nosso próprio território, assim como estamos deixando de ser donos das nossas politicas e destino. Parabéns Progressistas e Socializantes. E dizem não entender 2018? Surreal 111 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome