Finalmente, um estadista para o Brasil, por Rui Daher

Doria

Por Rui Daher

Logo depois do início de minha carreira, desperdiçada como administrador de empresas, serviu-me a lição a de uma raposa argentina, ex-vice-presidente do grupo Bunge-Born, meu chefe e professor, já falecido:

– Rui, continue estudando as ciências humanas e saiba distinguir entre os empresários inteligentes e os espertos. Há entre eles uma grande diferença. Cada um merece dos bons executivos tratamentos diferenciados. Foi assim que tive sucesso. Até a página 98.

Foi o que constatei nesses 50 anos, desde que minha primeira carteira de trabalho foi assinada. Penso que soube usar o ensinamento até o limite permitido por momentos em que prevaleceu o ser subalterno.

Conto o causo que aconteceu em meio século por ver o Brasil estar sendo dominado pelos espertos ante os inteligentes. Não só empresários, mas juízes, políticos, jornalistas, e também entre a gente miúda.

Mas o que me traz ao assunto é Doriana Júnior, João Dória, o atual prefeito de São Paulo. Em três meses de gestão, o êmulo de Amaury Júnior (muito mais interessante e engraçado) já está sendo levado a sério, por gente séria, como candidato a presidente do Brasil.

O mais repetido é que Doriana, foi o que sobrou para a direita. Por quê? Seria melhor preparado do que os demais cronistas de elite do País? Em todos os estados da República deverá haver um similar. Ou não? Basta ser paulista pra a meritocracia eterna?

Ô povo do Sul, o mais politizado, ninguém aí com as mesmas credenciais? E ruralistas do Centro-Oeste ninguém? Ronaldo Caiado não serve, falta esperteza e inteligência. Mineiros, apresentem-se: o ET de Varginha é uma. Nordestinos, na falta de Ariano, eu votaria em Antônio Nóbrega, Lenine, Alceu Valença ou Elomar.

Leia também:  Agosto, por Rui Daher

Mas, não. Leio Nassif e outros bons; ouço ricos empresários; vejo os lábios de piscicultura de Doriana pronunciando medidas duras contra grafiteiros e brandas com os empresários dos festins de Comandatuba. Ele é a esperança da direita, o que me deixa feliz. Finalmente, um estadista.

Dizem: foram-se Geraldo Chuchu, Aécio Pós-Neves, Serra, Marina tísica. César Maia e ACM estão vivos? Sei lá. Ninguém fala mais deles. Mais tarde, posso pesquisar. Agora não. Ouço Nana Caymmi e Beth Carvalho.

Vamos que o Moro ponha Lula na cadeia. Que Ciro volte para Harvard. Sobrarem Doriana e Bolsonaro, voto no segundo. A finitude merece galhofa total.

Nota: Lourdes, querida, não prometi que lhe garantiria a galhofa?

Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

45 comentários

  1. Lava jato x Mãos limpas

    Vai se confirmando a previsão de que a lava jato levaria o Brasil para o mesmo destino que operação maõs limpas levou a Itália: já temos o Berlusconi brasileiro.

  2. Está cada vez mais difícil

    Está cada vez mais difícil ridicularizar a direita. Seus representantes  se superam diariamente. Dado o processo de evolução de nossa Plutocracia, perdão, alcançou o estágio de  Surubacracia, até 2018 devem concluir que a expressão máxima de seu espírito (de porco) é o Alexandre Frota. 

  3. Mesma coisa…

    Depois do Sarney, a direita procurou de tudo para ganhar de “Brizula” (Brizola ou Lula – eles temiam os dois). Tentaram Sílvio Santos e até o Pele….até que apareceu Collor, o menino das Alterosas e caçador de marajás….deu o que deu!

  4. Fundo do poço

    Isso somente ilustra que não chegamos ao fundo do poço em matéria de políticos ultrajantes à sociedade, à inteligência e ao Brasil.

    Infelizmente o quadro que se desenha para 2018 é Doriana, ou alguém acredita que o TRF4 não vai manter uma condenação do Lula pelo Moro?

    O Ciro é uma boa alternativa, não mais que isso. Vai ter de moderar o discurso e a língua para se tornar palatável aos zumbis com camisa da CBF. Se não fizer isso, preserva a coluna vertebral, mas não se elege.

    Entre o nosso Berlusconi e o nosso Trump (Bolsonaro), fico com o segundo também! (risos)

    • Pode até ser, Bolívar

      mas que será uma merda, será. É horrível essa perspectiva para um País com tantas potencialidades e um povo como o descrito por |Darcy Ribeiro. Abraços

  5. Ironico, cínico, ateu e mau

    Rui,

    Você consegue ser bom naturalmente naquilo em que eu me esforço diligentemente para ser. Além das qualidades inerentes, atávicas ou adquiridas no exercício da profissão e da vida, você foi mau. Brilhantemente mau. Que inveja…

    Você foi dormir com um espírito de porco à toda, parecido com o que, ontem, atacou-me após ver o que os Supremos, sob a batuta e relatoria da Suprema fizeram com o plano econômico (e político) do Postiço. Ta certo, você dirá que isso não é plano economíco nem político é só um esquema, mas deixe assim. Não importa. Estou desviando do assunto.

    Quero destacar um ponto que eu achei fantástico, na sua já fantástica peça. A coincidência de separar o inteligente do esperto. Poucas vezes vi algúem separar isso, embora eu bata nessa tecla há anos quando vejo safados se darem, aparentemente, bem na vida. Na minha opinião todo esperto é burro (sendo a recíproca não verdadeira) e a longo prazo, ainda que no longo prazo estejamos todos mortos, o axioma se confirma.

    Parabéns, Doctor Evil. Tenho que ir buscar o pão-de-cada-dia. Fui!

    • BB,

      deve ser que sou muito mais velho do que você, mas seu posicionamento é ótimo. Pior: todos me acham demasiadame bonzinho, mas você descobriu meu verdadeiro eu. GRHHHHHHH! NA JUGULAR!. Abraços

  6. E eu lá estou preocupada com

    E eu lá estou preocupada com estadista? Voto em Dória por causa do botox. Dá um ar de seriedade, de autenticidade! O cara reforma o rosto com plástico para nos agradar! Como não gostar de um tchutchco desses? E a primeira dama então? Além do botox, das plásticas, do cabelo loiro escandinavo ainda é artista!!!! E conhecedora da verdadeira São Paulo porque nunca passou no Minhocão, esse antro de gentalha. Mesmo porque São Paulo mesmo são os bairros com lojas de grife, não aqueles botecos de móveis usados que tem embaixo do Minhocão. E que nojo, como passar num lugar cheio de molambento que aceita comer por R$ 1,00 no Bom Prato?

    E tem mais: é autêntico. Combina o rosto falso com falsas performances de gari, cadeirante, tapador de buracos. Em suma, um político autêntico e que soube se adaptar aos nossos tempos com mais gosto: substituiu as caspas/talco do Janio Quadros  por botox e a vassourinha por uniformes de grifes de gari. Chic, muito chic. Representa com perfeição nossa culta classe média/elite que como se sabe é a maioria da população. É a cara da autenticidade e do compromisso com a verdade que pauta nossa imprensa. Eu, por exemplo, sou despingolada financeiramente mas fã da meritocracia  sei que votando em Dória viro classe média/elite que como disse acima, com minha participação, é a maioria da população paulistana.

    • *****

      Desculpe a enjambração, é que as “estrelinhas” no comentário estão off work, foram passear com o Dória pelos Jardins.

      Excelente, parabéns.

    • Hi!Hi!Ha!Ha!Ha!

      E dizem que ele tem os olhos verdes!

      Enfim, um produto muito bem vendido, de consumo imediato, com obsolescência planejada e sem qualquer qualidade.

      Faz jús à sua origem – a publicidade.

       

  7. E se o Camundongo de Curitiba deixar o Lula virar Presidente?

    Xará, e se o Roedor de Curitiba não tornar o Lula um herói, você vota em quem? Na Tísica, porventura?

  8. Caro Rui

    Há um outro apelido, que uma pessoa me contou esses dias. Já reparou como ele se parece (física e mentalmente) com Alan Harper, personagem daquela comédia tosca “Two and a half men”?

    Pois é. Nosso quiroprático prefeito é uma fraude. Inseguro e inepto, nunca trabalhou duro na vida, nunca empreendeu de verdade, mas conseguiu em menos de 3 meses transformar o ofício de governar na arte de pedir (e levar) jabás. A elite burra que o suporta e finge acreditar em meritocracia costuma chamar esses jabás de “privatizações”. E pira com o palhaço que se finge de trabalhador.

    O ponto em que chegamos. O discurso de Lula ontem na av. Paulista me fez lembrar o óbvio: trabalhador TEM que votar em trabalhador. Não pode desperdiçar o voto em pastor, bisbo, empresário fake, militar fascista, político que enricou com propina (como Serra ou MT) ou subcelebridade. Só quem é trabalhador entende o que passa um trabalhador. Tá na hora do povo enfiar o pé na porta de novo.

  9. Tudo isso porque acreditam

    Tudo isso porque acreditam alguns que a cidade de Sum Paulo seja a locomotiva do Brasil, até quando no atual movimento burro de marcha -ré, levam o país de volta para o PASSADO, e naquilo que teve de pior e anacrônico, diretamente para o precipício.

    Mas o que fazer quando prevalece a vaidade de uma ignorante maioria corrupta e burra, que acredita morar no centro bananeiro do mundo?

    Toda a corrupção, em São Paulo GERALDA, é pelo “judiciário” ABAFADA, vira ESCÓRIA, e toda LAMA, sobre o povo querem que seja EVACUADA.

     

  10. O magnífico

    São tantas opções. Da ilustrativa pose do nosso alcaide, oportunamente trazida pelo articulista, tão combinante com a sua personalidade dele(o alcaide), Doria Gray é só mais um.

    Temos correndo por fora o “magnífico” Roberto Justus, o nasal ambicioso Luciano Huck, entre as figuras limpas e novinhas do covil desmerecido da política atual. Todos, prontamente aproveitáveis para a renovação da frota dos calhordas.

  11. Uma das coisas que mais

    Uma das coisas que mais combato são os tucanos enrustidos que só descem o cacête no pt, só! Exatamente porque sempre admirei e admiro os petistas cuja maioria bate no peito e diz “sou pt”. Parece que devagarinho o meu combate está dando resultado, onde enaltecer os seus políticos é infinitamente mais importante do que denegrir os adversários… só que parece que a anomalia agora está mudando de lado.

    • Ó, AQUI PRA VOCÊ. E não vem

      Ó, AQUI PRA VOCÊ. E não vem falar mal do meu post porque a única botocada do PT se bandeou pro lado do Temer.

      E eu lá estou preocupada com estadista? Voto em Dória por causa do botox. Dá um ar de seriedade, de autenticidade! O cara reforma o rosto com plástico para nos agradar! Como não gostar de um tchutchco desses? E a primeira dama então? Além do botox, das plásticas, do cabelo loiro escandinavo ainda é artista!!!! E conhecedora da verdadeira São Paulo porque nunca passou no Minhocão, esse antro de gentalha. Mesmo porque São Paulo mesmo são os bairros com lojas de grife, não aqueles botecos de móveis usados que tem embaixo do Minhocão. E que nojo, como passar num lugar cheio de molambento que aceita comer por R$ 1,00 no Bom Prato?

      E tem mais: é autêntico. Combina o rosto falso com falsas performances de gari, cadeirante, tapador de buracos. Em suma, um político autêntico e que soube se adaptar aos nossos tempos com mais gosto: substituiu as caspas/talco do Janio Quadros  por botox e a vassourinha por uniformes de grifes de gari. Chic, muito chic. Representa com perfeição nossa culta classe média/elite que como se sabe é a maioria da população. É a cara da autenticidade e do compromisso com a verdade que pauta nossa imprensa. Eu, por exemplo, sou despingolada financeiramente mas fã da meritocracia,  sei que votando em Dória viro classe média/elite que como disse acima, com minha participação, é a maioria da população paulistana.

  12. Julgamento precoce e injusto

    “Sejam tardios em julgar, mas se tiverem que julgar, façam com justiça”. – Jesus Cristo

    Os Paulistanos estão julgando o Doria muito precipitadamente e sem justiça. Acarme-se, deixa o home trabaiá.

  13. o futuro presidente é ator . Já temos o nosso Reagan!


    Na verdade ele me lembra aquele ator de comédias que fez uma noite no museu, quando interpretou Zoolander, onde ele tinha um olhar hipnotizador. Adam Schileer , se não me falha a memória. A direita se fascina com cada coisa!!!

  14. Dória

    Infelizmente, prezado Rui, seu artigo ja´está um tantinho atrasado. É que o paulistano já tachou o prefeito, como um homem sério (mt diferente do Haddad), um verdadeiro GESTOR, aquele que visa o eleitor, não a politicagem do PT, e sabem pq ? Pq a sua primeira grande obra foi a melhora de um banheiro para uso dos feirantes.

    Enfim, no Jornal da Cidade, ( que nem imagino a quem pertence), que publicou a matéria, choveram elogios de todos os tipos e já chamando o Prefeito de candidato à presidência por quase todos os comentaristas. Pode ? Não pode !  Uma pessoa q jamais ocupou um cargo público ter essa avaliação após 2 meses e meio no comando da cidade e pela reforma de um banheiro  público. É esse o pensamento dos paulistanos ? Não acredito. Vivi por uns bons tempos em SP, e isto não dá para ser confiável, a maioria não é assim.

    Tudo fruto da máquina de propaganda do PSDB, o partido que se tornou o mais ridículo do Brasil. Dá até pena ver no que o Aécio está transformando seu partido.

     

    PS: Bom gosto musical, o seu !

  15.  
    Michel Temer já derrotou o

     

    Michel Temer já derrotou o dragão da Inflação.

     

    Notícia de agorinha indica que o desastre de 22 meses de desemprego chegou ao fim.

     

    Em fevereiro foram criados 22 mil empregos com carteira assinada.

     

    Michel Temer está derrotando o dragão do desemprego.

     

    Agora veremos o espetáculo do crescimento derrotar o dragão da recessão.

     

    Tudo graças ao Michel Temer.

  16. O Presidente Michel Temer

    O Presidente Michel Temer devolveu a rentabilidade da caderneta de poupança.

    Só noticia boa.

  17. Em contextos de crises, é

    Em contextos de crises, é normal, quase inexorável, surgirem personalidades públicas bem próprias para arrostá-las. É como já trouxesse no seu bojo esse determinismo. 

    Os exemplos são muitos e variados. Fiquemos nos mais recentes e notórios: num Estados Unidos arruinado pela recessão de 30 emerge um Franklin Delano Roosevelt. Para uma Inglaterra quase de joelho frente a uma Alemanha nazista invencível, surge um Winston Churchill. E para esta última e uma França, ambas destroçadas pela guerra, eis que despontam os gigantes Konrad Adenauer e Charles DeGaulle. E são vários os exemplos na História.

    Aqui no Brasil, para enfrentarmos e vencermos a grave crise econômica, política, de confiança; enfim, de tudo, o “grande”, o “visionário”, o “líder”, a supimpa “personalidade”, o “guia das massas”……….JOÃO DÓRIA!

    O grande “visionário” que já dá mostras a que veio: se veste de gari para parecer humilde e empático ao povão, a quem vai salvar, e que sai noite a dentro apagando pichações. 

    Muitas vezes me pergunto o que fizemos para merecer tanto. 

  18. Cheguei! Acharam o quê? que

    Cheguei! Acharam o quê? que mesmo sem ganhar 5 estrelas não iria responder aos seus comentários? Jeito e maneira não. Um aviso vindo das estufas produtoras paulistas: logo o pepino vai aumentar de preço. Não, esta não se deve ao Temer. Vamos às respostas.

  19. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome