Os ratos que preferem ficar no navio que afunda, por Rui Daher

Os ratos que preferem ficar no navio que afunda

por Rui Daher

Ah, essa merda de ter que trabalhar ao invés de encontrar soluções para a Federação de Corporações, para o bom e não assim tão velho GGN, mas do corajoso e não assim tão velho jornalista mineiro, Luís Nassif, como fazem todos os bons brasileiros de boa índole e pouca cachaça.

Pois é, poucos, mas sóbrios e inteligentes leitores, durante esta semana precisam saber que fiquei jogando conversa fora, no interior de Minas, sobre a produção cafeeira.

Vixe, meus caros, vocês nem imaginam o mau humor. Clima complicado, dinheiro curto do BB, insumos caros, cooperativas (aquelas que o Roberto Rodrigues, interessadamente, expõe como solução, sabendo-as antros de corrupção).

Os produtores estão completamente loucos ou alienados. Não citaram uma vez, Temer e quadrilha, Moro, Rodrigo “Luluzinha” Maia. Apenas um deles me citou Gilmar, em seu uniforme invariavelmente preto e elegante, defendendo o Santos e, vá lá, Juncal, o Corinthians. Reconheço.

A florada veio complicada, ainda está em tempo, mas a chuva é que comanda. No Sul de Minas, fraquinha. No Triângulo, melhor, a irrigação salva.

Já denunciei o Luís aqui por sempre me indicar botecos e restaurantes que não existem mais. Talvez, queira me preservar. Não me incomodo. Taí um assunto em que sei me virar sozinho. Faço descobertas maravilhosas, como a farinha de mandioca temperada, o curau e a cachaça de uma birosca, “Empório Mineiro”, entre Muzambinho e Guaxupé.

Puta louco, eu. Nem iria escrever sobre isso, assim como o fiz para CartaCapital. Prometo, como sempre faço, replicar aqui o que ainda não “subiu” lá. Escrevi sobre a Farinata de Doriana Júnior.

Leia também:  As palavras “nossos semelhantes” estão bem passadas de moda, por Maíra Vasconcelos

Trabalhando duro, no entanto, demorei a enviar o texto e um monte de gente já abordou o assunto (mole, não?). Acabei me atrasando para enviar o texto, embora muitos assuntos não faltassem. Agora, muitos já escreveram, não com a verve deste seu servo literário.

Quando e se a CartaCapital publicar, reproduzo aqui para deleite de meus leitores. O que Zé Sérgio irá comentar? Terá experimentado a Farinata do Doriana? Considerará uma ideia feliz ou as minhas críticas como “esquerdopatas”?

Dito isso e aquilo, deixo uma pergunta para os infernais textos intelectuais do GGN, que negam que o Brasil “endireitou”, e fim de papo. Ou. nós, a esquerda, partiremos para uma revolução?

Diz-se que quando o barco está afundando os primeiros a quererem abandoná-los são os ratos. Por que, aqui, eles fazem questão de voltar ou permanecer? Vocês sabem quem são. Exterminem-nos.

A última ração, a última ratinha gostosa disponível, uma baleia salvadora, a esperança como última que morre?

Sei lá. Vejam aí.

  

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

8 comentários

  1. UAI  ..pq a foto do Haddad no

    UAI  ..pq a foto do Haddad no texto ?

    ESSE péssimo administrador  ..cheio de querencias  ..despota tal qual DILMA ..experimentalista e teórico acadêmico ..foi dos responsáveis pela vitória do DORIA

    Seus principais projetos FRACASSADOS, como o das ciclovia faixas DESERTAS, criminalização do motista, de multas pra compor a receita, das faixas de onibus distribuidas sem critério, assistencia MUNICPAL pra combater trafico na cracolandia etc  ..ou de ampliação da bolsa pra todo mundo (fora o bolsa famílias federal) ..bolsa pra travesti, pixador, sem teto, viciado etc  ..foi o que ajudou a TRANSBORDAR esta ira direitista raivosa que não para de dar golpes

    A propóstio, vc sabe me informar se ele continua a andar de bicicleta pra ir pro trabalho  ..ou aquilo era demagogia mesmo ?

  2. ahh sim  ..e não se esqueça

    ahh sim  ..e não se esqueça da cobrança pelas sacolinhas de mercado (dãããã) e do controle ABSURDO da velocidade nos corredores e amrginais que fez CÁGADO andar mais rápido que carro  ..não se esqueça tb que estas obradas ajudaram uma barbaridade a provar da teoria que DA SIM, a cada ano, pra piorar ainda mais

  3. os ratos….

    Caro sr. Rui, obrigado pela citação. O sr., das estradas e do mato, sabe ou já soube em eras juvenis, como é dificil se livrar dos carrapatos e chatos. Mas quando aos esquerdopatas e suas rações, quero lembra-lhe que Dória é produto do partido de Serra, Covas, Paulo Renato, Sérgio Motta, Aloisio Nunes, FHC, Montoro…Esquerdopatas e AntiCapitalistas convictos, de restaurantes e rodas ideológicas “irrigadas” a vinhos franceses e italianos carissimos. Vamos colocar os argumentos nos seus devidos lugares. Ou vira tudo zona. E não queremos que este país vire uma zona, não é mesmo? Quanto aos ratos ficarem no navio. Não ficaram não. Qualquer sub-celebridade ou família de Veredaor de cidade média já está morando em NY, Paris ou Lisboa. Os caras ficam aqui entre terça e quinta ou a cada quinze dias. A maioria daqueles que odiavam os Yankees, potências capitalistas e colonizadoras, mas adoram seus Shopping Centers. O Brasil é de muito fácil explicação. Gostaria de parabenizar matéria deste véiculo que mostrou que o TRABALHO ESCRAVO está embaixo dos apartamentos de Picolé, Lulinha ou FHC, em bairros da Santa Ifigênia, Brás, Pari, Centro, Bom Retiro, Luz….Mas Bolivianos e Peruanos, não é bem a Humanidade que interessa, não é mesmo Sakamoto?! Não dava para descobrir tal fato em áreas tão remotas? Esquerdopatia é como Daltonismo. Só se enxerga no verde de áreas rurais. Por que será? Não entendi porque a Imprensa, mas em especial este veículo ou CC, não terem falado de FEBRE AMARELA, que estava galopando rumo às cidades. O Ibama omisso na morte de centena de macacos e o Governo omisso na sabotagem da Sucen e com a vida dos Brasileiros, ameaçados com doença tão mortífera. (P.S. Tomo a liberdade para convidá-lo para o almoço. O menu hoje é Peixe Frito a Soberano) abs.   

    • Zé Sérgio, meu caro

      tudo muito bem lembrado. Como a origem do Doriana e o bom gosto dos tucanos, embora aves que não servem para comer. Quanto a não se falar em febre amarela, Ibama, Sucen, sempre disse que as verdadeiras ameaças ao povo não devem se resumir a Temer, Moro, Gilmar Mendes, e outras quadrilhas. Neste GGN, hoje, pelo menos se falou da destruição da C&T. Agradeço o convite para almoço, mas lembro que os peixes mais saborosos são fritos por pequenos, não por Soberanos. Abs.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome