A reabilitação de Vinícius

Do Blog do Planalto

Segunda-feira, 16 de agosto de 2010 às 21:30

Com homenagem e promoção, governo repara ‘aberração’ da cassação de Vinícius de Moraes

Promover o diplomata, poeta e compositor Vinícius de Moraes ao cargo de Ministro de Primeira Classe (embaixador) é um processo de reparação obrigatória, que não precisa de agradecimento algum por parte da família, disse o presidente Lula durante cerimônia realizada nesta segunda-feira (16/8) no Palácio Itamaraty. Emocionado, Lula disse que “possivelmente, quem teve a atitude de propor a cassação de Vinicius não tenha lido opoema Operário em Construção. Porque se ele tivesse lido, tal como o operário ele havia aprendido a dizer ‘não’ e não teria cumprido a aberração que foi colocar fim à carreira diplomática do Vinicius de Moraes”.

Vinícius foi aposentado compulsoriamente durante a ditadura militar, por meio do Ato Institucional n.º 5 (AI-5), em 1968. A lei sancionada por Lula em junho passado assegura aos atuais dependentes do poeta os benefícios da pensão correspondente ao cargo.

Lula ressaltou a preocupação de seu governo em reparar erros históricos e lembrou do brilhantismo de Vinicius como pessoa, poeta e diplomata:

“Eu tenho dito aos meus companheiros de governo que muitas vezes, no Brasil, nós esquecemos as pessoas que a gente gosta, deixamos de exaltar as pessoas que foram vítimas do período do autoritarismo. Aos poucos, a gente vai esquecendo de transformar os nossos heróis em heróis, porque nós não falamos deles”.

OucaOuça aqui a íntegra do discurso:

Leia também:  DOMINGUEIRA GGN: Paulo Belinatti, um dos grandes do violão

Baixar arquivo mp3

 

 

Durante o evento, a cantora Miúcha interpretou canções de Vinicius ao lado da filha do poeta, Georgiana de Moraes, e da neta Mariana de Moraes, que lembrou emocionada o encontro do presidente com seu avô, 31 anos atrás (1979), quando Vinicius leu, a convite do então presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Luiz Inácio da Silva, o poema Operário em Construção — veja aqui trecho de documentário que mostra a cena.

O poema foi lido durante a cerimônia de hoje pelo professor Eucanaã Ferraz, confira:

 

 

Em seu discurso, o presidente ressaltou aos familiares do diplomata que estavam presentes as qualidades de Vinicius não só como poeta e diplomata, mas também em sua vida particular. “Não sabia que era possível um ser humano saber viver como ele soube. Vinicius era um ser superior, e um ser superior, mesmo cassado, continua crescendo. Para mim, ele era sublime”, disse.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome