As rosas de Maria (para Maria da Conceição Paranhos, BA), por Romério Rômulo

Tudo será pronto na hora final.

Gustav Klimt

As rosas de Maria (para Maria da Conceição Paranhos, BA)

por Romério Rômulo

“não fujo de uma rosa dolorida
 nem quero a solidão tumultuada.

 para morrer eu só carrego a vida.” (RR)

Das rosas de Maria busco
fazer a rosa
com densas lâminas de pedra
(e ferro e cimento e brasa).

Das rosas de Maria, delas
arranco o coração
que vai no escuro do medo.

Tudo será pronto
na hora final.

Aqui agora
o silêncio.

Romério Rômulo

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador