“A Crônica das Notícias”. Publicado, em 21/01, em Rio News

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
A Crônica das Notícias – 21 de janeiro de 2013
 

A LETALIDADE QUE ASSUSTA

A covarde e bárbara morte de um bebê de um ano, Geovanna Vitória de Barros, na noite da última sexta-feira, em Belford Roxo, baleada no carro da mãe, com um tiro no peito, provavelmente em razão de uma tentativa de assalto, precisa ser objeto de nossa reflexão. Este é o altíssimo grau de letalidade do banditismo do Rio que assusta. Uma ameaça real a qualquer cidadão e ao dia a dia dos agentes da lei que têm a missão de defesa da sociedade. Um crime bárbaro, covarde e desumano que choca a todos nós. A benevolente lei penal brasileira acaba por beneficiar cruéis e frios assassinos, com reduções de pena e progressões de regime carcerário. Isso precisa ser revisto urgentemente. Mais uma família destruída pelo banditismo sanguinário. que matam não só para roubar, mas para também para extravasar requintes de perversidade. Nosso grito de indignação contra bestas humanas tem que soar alto.

PRÊMIO MERECIDO

O ministro, e agora presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, fez por merecer, no ano de 2012, a honra de Personalidade do Ano, no prêmio Faz Diferença do Jornal O Globo. Deixou exemplos, altamente positivos, de moralidade, ética e dignidade.. Que as novas gerações se espelhem na honradez e na probidade do insigne jurista. O Brasil precisa desses exemplos para resgatar valores sociais hoje muito esquecidos. Parabéns ao nobre ministro. Um exemplo para o próprio Poder Judiciário.

SÃO PAULO CONTRA O CRACK

Oportuna e necessária a decisão do governo de São Paulo que começa nesta segunda-feira a internação compulsória de dependentes do crack em situação crítica de saúde. A internação através decisão judicial acompanhada de laudo médico. A Lei Federal 10.216/01, prevê a internação compulsória. Resta saber se haverá unidades de recolhimento suficientes para acolher tais dependentes.

BOM COMEÇO

O recém empossado Procurador- Geral de Justiça, do Estado do Rio de Janeiro, Marfan Vieira, disse que vai a São Paulo conhecer o trabalho de combate ao crack. Vai também intensificar o combate às milícias. Marfan, em boa hora, durante a sua posse, na última sexta-feira, também posicionou-se contra a Proposta de Emenda Constitucional 37, que busca a exclusividade da polícia no poder de investigação criminal, retirando o Ministério Público de tal atribuição.

PERGUNTA FINAL

Por que a prisão perpétua, em casos como a morte do bebê Geovanna, não é colocada em discussão no Congresso Nacional, com emenda, por demais necessária, ao texto constitucional?

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador