“A Crônica das Notícias”. Publicado, em 25/01, em Rio News

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Publicado no Jornal Rio News, em 25 de janeiro de 2013
 

MILAGRE BRASILEIRO

A luz vai cair 32% na indústria e 18% em residências. Alívio no orçamento e no bolso do consumidor. Ponto para presidente Dilma Rousseff.

PREMONIÇÃO

“Se o mundo não enfrentar a questão do aquecimento global, as gerações futuras serão assadas, tostadas, fritas e grelhadas”. ( Cristine Lagarde, diretora-geral do FMI, na reunião do Fórum Econômico Mundial, em Davos, Suíça)

TROTE NO 190

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, do Estado do Rio de Janeiro, o serviço telefônico emergencial da PM recebe cerca de 20 mil ligações diárias, sendo (pasmem) 46% de trotes. Falta, portanto, princípio básico de cidadania, colocando em risco atendimentos prioritários a.quem precisa.

CARTA DO LEITOR

Na seção de leitores de um jornal do Rio:” É inaceitável que políticos carreiristas, fisiológicos e oportunistas, do ponto de vista ético, estejam altamente cotados para o comando do poder legislativo no país. Cada povo tem o Congresso que merece”. Tem lógica.

NÚMEROS DE MESSI E DE PELÉ

Aos 25 anos de idade, Pelé e Messi, este hoje com 25 anos, têm os seguintes números comparativos em suas carreiras. Messi participou de 432 jogos e marcou 319 gols, numa média de 0,93 gols por partida. Já o  maior atleta do século XX, havia participado de 427 jogos e marcado 783 gols, numa média de 1,83 gols por partida. Messi superará Pelé ao fim da carreira? Detalhe: Pelé foi campeão do mundo, na Suécia, em 1958, com 17 anos de idade. Messi, se a Argentina sagrar-se campeã mundial de futebol na Copa de 2014, em nosso país, terá sido campeão aos 27 anos completos.

MIJÕES DO CARNAVAL

A Secretaria da Ordem Pública do Rio informa: quem for flagrado urinando na rua será autuado por ato obsceno na via pública, em delegacia policial, além de pagar uma cesta básica de multa. Que os banheiros químicos também sejam suficientes para atender os foliões, este ano com um número ainda maior de blocos.

CACHÊ POLÊMICO

Cada artista cobra o valor que bem entender para demonstrar todo o seu talento, É um direito de valorizar-se. O problema está em quem paga. Será mesmo que o governo do Ceará está com tanto dinheiro em caixa para pagar, por um show de inauguração de um hospital, R$ 650 mil a uma cantora? Isso corresponde à realidade de um país com milhões de miseráveis? Não há uma forma menos dispendiosa de levar a alegria ao público com o dinheiro do erário?

PERGUNTA FINAL

O que é mais prioritário? Internar compulsoriamente dependentes do crack ou construir primeiramente unidades de acolhimento? Ou ambas medidas são prioritárias? Está aberta a discussão.

FOTO DO DIA (João Paulo II e Dalai Lama)

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador