Rio de Janeiro decreta estado de calamidade pública

Prefeitura da capital anunciou decreto por causa da chuva atinge a cidade desde a noite de segunda-feira. Procedimento permite ainda desapropriações e o uso de propriedade particular, no caso de iminente perigo

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Da Agência Brasil

A prefeitura do Rio de Janeiro decretou estado de calamidade pública, por causa da chuva que atinge o município desde a noite de segunda-feira (8). Com o decreto, passa a ser possível fazer contratação de serviços emergenciais de resposta à enchente sem licitação.

Caso o governo federal aceite o decreto de calamidade, o documento também facilita a transferência de recursos da União para a prefeitura fazer essas ações emergenciais.

O decreto permite ainda desapropriações e o uso de propriedade particular, no caso de iminente perigo, pela Defesa Civil e outros órgãos municipais.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, justificou a medida não apenas por causa da situação emergencial provocada pelo temporal, que provocou enchentes e deslizamentos e matou dez pessoas, mas também porque o município passa por “grave crise econômica”.

A cidade segue em estágio de crise (o mais grave de três níveis da Defesa Civil) há quase 60 horas, desde as 20h55 de segunda-feira (8). Ainda há vários pontos de alagamento, vias bloqueadas e riscos de deslizamentos. Apesar disso, segundo o sistema Alerta Rio, da prefeitura, não deve chover hoje na capital fluminense.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Em 10 anos, 25 mil policiais e militares foram candidatos das eleições

2 comentários

  1. Agora??? Tres anos depois que foi eleito? Deveria ter sido decretado calamidade no municipio em 1o de janeiro de 2017, quando este infeliz do Crivela foi empossado prefeito.

  2. O prefeito, à beira de um ataque de nervos, quase deu uma dentro ao acusar, perante repórteres de várias redes, a Globo de ser contra o RJ e sua população. ‘Quase’ pois a Globo não é só a ruína do RJ, mas de todo Brasil.
    Seu apoio a farsa do julgamento de Lula e a farsa do impeachment de Dilma, resultou nesta catástrofe de governo e de congresso. Este grupo de escroques, para atender seus interesses e de seus patrões norte-americanos, não teve o mínimo pudor de entregar o país nas garras e presas de todo tipo de carniceiro.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome