O Código Civil do Banco Itaú, por André Araújo

Por André Araújo

Agência do Banco Itaú nos Jardins em São Paulo – Aconteceu ontem, dia 4 de janeiro.
 
Uma tia, cujo marido esta inválido, vai ao caixa para sacar um cheque nominal a ela, assinado pelo marido, a conta é dele. A caixa diz: “Minha senhora, hoje ainda vou pagar, mas aviso que a partir da semana que vem as agências Personalité do Banco Itaú  só pagarão o cheque ao próprio correntista e ele tem que vir com cartão e senha.”
 
Minha tia me relatou, achei que foi mal entendido,  confirmei a informação da caixa e não pude acreditar. Quer dizer que o Banco Itaú,como se fosse um País, estabelece sua própria legislação sobre o cheque a partir de seu próprio Código Civil e sua própria Lei do Cheque, como se poder soberano fosse, insisti com a caixa e ela até concordou que era algo absurdo, mas disse que essa era a ordem que ela recebeu.
 
Ora, o cheque é uma ordem de pagamento do correntista a quem ele quiser pagar, pode ser qualquer pessoa. Esse terceiro vai ao Banco e se identifica, se o cheque tiver fundos o beneficiário do cheque deve ser pago. O Banco, em nenhuma hipótese, nem em delírio profundo, pode dizer que só paga o cheque ao próprio correntista, isso não faz o menor sentido, o correntista é o dono do dinheiro na conta e ele manda pagar a quem quiser, o banco apenas cumpre a ordem.

 
A coisa é tão estranha e absurda que amanhã vou comunicar o caso ao Banco Central, que tem um excelente serviço de atendimento, porque não parece possível que um banco desconheça o Código Civil e a Lei do Cheque e queira complicar, não se sabe porquê, a vida dos correntistas,  complicando e burocratizando o uso do próprio dinheiro deles.
 
O que o Banco diz é que, se eu der um cheque nominal ao encanador, o Banco não paga porque eu devo ir ao Banco e só eu, correntista, posso sacar no caixa, um terceiro beneficiário do cheque não será pago.
 
A caixa informou “Ah, mas isso é só para os clientes do Personalité”, quer dizer, os clientes da plataforma mais alta são prejudicados ao invés de beneficiados. De qualquer modo, para a Lei, tanto faz ser Personalité ou não, a lei do cheque é a mesma para qualquer nome que se dê à conta.
 
O Itaú tem adotado medidas esquizofrênicas nos últimos tempos, os correntistas precisam colocar os dez dedos em um sensor para registrar o acesso a conta, esquecendo que pessoas de mais de 70 anos costumam não ter mais papilas identificáveis, um excesso de modernidade, burocratização e informatização que assusta.
 
Os bancos nos Estados Unidos, país onde nasceu a informatica, são menos informatizados no atendimento ao cliente que os modernosos em excesso bancos brasileiros, há mais calor humano em um banco em Dallas do que no Banco Itaú.
 
Mais um registro, hoje minha tia ficou 35 minutos na fila de 9 pessoas, 5 eram idosos, ninguém deu prioridade, as senhoras ficaram em pé na fila atrás dos moços, ninguém nos caixas levantou a cabeça para indicar o OBRIGATÓRIO caixa prioritário, nem tomaram conhecimento de que existe uma Lei que dá prioridade a idosos.
 
Não se sabe mais quem responde pelas agências, não se vê uma pessoa sênior supervisionando o movimento, são todos robôs, só se mexem se for para vender seguro ou título de capitalização, hoje o melhor atendimento é a Caixa Econômica.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

66 comentários

  1. Em se tratando de banco, nós

    Em se tratando de banco, nós precisamos abrir o olho para todos.  Existe uma variação de qualidade entre eles, por exemplo, sou correntista do Santander, e, até o momento, nunca tive problema.  

    Já foi correntista do Itau, mas por pouco tempo, odiei os seu atendimento!

    O autor termina escrevendo que o melhor atendimento é o da Caixa Econômica. pois me diga qual é a agência? Pois as que fui até agora achei péssimas!

    • Agência Princesa
      Sou cliente da CEF ag. Princesa, em Ponta Grossa. Sempre fui muito bem atendido e não pago um centavo de tarifa de manutenção.
      No Banco do Brasil sou cliente da agência Estilo, com tratamento diferenciado, cafezinho, bolo, chá e suco, etc., mas só tem dois terminais e são internos (só durante o expediente). Só tem um caixa e só posso ser atendido pelo meu gerente exclusivo, assim, quando eu chego e tem algum cliente dele na fila, tenho que esperar muuuuito, mesmo que todos os outros gerentes estejam coçando. Resultado: meu movimento é da Caixa.

  2. Para que serve um talão de

    Para que serve um talão de cheques se o próprio cliente tem que ir sacar? 

    Confirmo que o Itaú adotou medidas que só prejudicam os clientes. 

    Grande parte das contas só podem ser pagas nos caixas eletronicos dentro das agências. Os caixas eletronicos de rua foram retirados e substituidos pelos caixas 24 horas onde não se pode pagar contas. Vire-se com a internet e seus sistemas falhos e passiveis de fraude.

     

     

  3. Ontem presenciei mais uma mancada deles….
    Numa agência aqui na região metropolitana de Salvador, fui sacar um pixulé pros gastos diários. …dos 6 terminais de auto atendimento, 2 estavam desligados, 2 só faziam depósitos ou transferências, 2 tinham dinheiro dentro, mas em 1 destes, o coitado do cliente finalizavs a operação e a máquina ficava contando o dinheiro internamente por cerca de 10 min até liberar uma mensagem: desculpe otário, mas esta foi a 1a. Pegadinha do Itau em 2016…….
    Ah se fosse um banco pú[email protected]

  4. Minha ogeriza ao Itau não vem

    Minha ogeriza ao Itau não vem só dof ato do mau atendimento e tarifas caras.

    Faz anos que esse banco é o campeão de aumento de lucro e ao mesmo tempo em demissões de funcionários. Se não valoriza quem os faz ter récordes de lucro, imagina como valorizam os pobres clientes…

  5. Há 2 livros muito bons:
    O

    Há 2 livros muito bons:

    O sequestro da América – Charles Ferguson

    Desagregação – George Packer 

    Depois de lê-los, vc percebe o que o capital financeiro fez aos EUA e ao mundo; e vc percebe que nós no Brasil vamos pelo mesmo caminho

    Se não puserem um cabresto nestes banqueiros (alguns nem se consideram aristocratas, se comportam como divindades), tenho certeza que o nosso colega André Araújo comenta só vai piorar

  6. Há 2 livros muito bons:
    O

    Há 2 livros muito bons:

    O sequestro da América – Charles Ferguson

    Desagregação – George Packer 

    Depois de lê-los, vc percebe o que o capital financeiro fez aos EUA e ao mundo; e vc percebe que nós no Brasil vamos pelo mesmo caminho

    Se não puserem um cabresto nestes banqueiros (alguns nem se consideram aristocratas, se comportam como divindades), tenho certeza que o nosso colega André Araújo comenta só vai piorar

    • Parece que esse tipo de

      Parece que esse tipo de “regulamento interno” pode se intensificar.  Segundo relatos de alguns sites estrangeiros, regras descabidas para saques vem sendo impostas com certa frequência em bancos na Europa e até nos EUA, sobretudo em contas bem “recheadas”, o que talvez explique a informação do Itaú de que a sua exigência é somente para clientes especiais. Muito conversa e medidas para desestimular o uso do dinheiro em espécie. Movimentos na direção do tal BAIL IN? Ja se discute abertamente essse confisco de recursos de correntistas para socorrer bancos em apuros e, salvo engano, isso já ocorreu na Grécia. Daí, muita atenção nessas “gracinhas” da rede bancária.  Pode ser pior do que aparenta.

  7. ordem de pagamento

    É até possível que os donos do Itaú não saibam o que ocorre em sua agências?

    Ou eles ignoram que a atividade bancária desenvolveu-se a partir da ordem de pagamento?

  8. Bancos

    A.A.

    Sempre aconpanho com interesse as situações Cliente x Bancos, por achar que os Bancos privados – principalmente – no Brasil são como que um cancro na vida do País, pela capacidade de espalhar coisas ruins (fazem coisas corretas, naturalmente – mas a contrapartida…). Não deixe de complementar este post, com as providencias do Banco Central sobre esta situação bizarra.

  9. O Código Civil do Banco Itaúuuuuu

    O caminho contra os abusos bancários é o Banco Central – também conhecido como SINDICATO DOS BANCOS – e as AGÊNCIAS DE DEFESA DO CONSUMIDOR.  Mas a estrada é longa e os resultados pífios.

    O BC quer ter total autoridade no que tange a serviços bancários. O mau atendimento, o desrespeito à legislação, ao cliente/consumidor são frequentes. Nada se faz pois o BC está mais interessado nos interesses dos bancos; ali nada prospera contra os desmandos. 

    O governo federal paga 40 % do orçamento como juros a esses sanguessugas a título de juros vergonhosos vai se preocupar com o povo ?  Quando o BC se manifesta a favor do país ? O conceito de nação por ali resume-se à turma endinheirada que ganha bilhões sem fazer nada e assaltando os cofres públicos.

     

  10. A palavra-chave para maus tratos é: idoso

    Quando o idoso precisa de serviços do Banco, recebe maus tratos em forma de filas, demoras, exigências descabidas. E notem que o cliente paga tudo, o banco apenas presta serviços;

    quando o gerente e outros atendentes percebem que na conta há uma grana razoável, transformam-se em charmosos cavaleiros ou damas todos sorrisos com o fito de empurrar seguros, empréstimos, aplicações “sensacionais”, e por aí vai.

     

  11. LEI No 10.741 (Estatuto do

    LEI No 10.741 (Estatuto do Idoso)

    Art. 3o  […]

    Parágrafo único. A garantia de prioridade compreende:

    I – atendimento preferencial imediato e individualizado junto aos órgãos públicos e privados prestadores de serviços à população;

     

    PREFERENCIAL IMEDIATO E INDIVIDUALIZADO!

    A “solução” de “caixa preferencial” não cumpre o que determina a lei.

    Gostem, ou não.

  12. Itau

    André, VC tem razão. O Itau está esquizofrênico! Minha gerente agora fica em lugar incerto e indeterminado. Falar com ela, só por telefone. Na agência só tem caixas e vendedores de seguro e aplicações.

    Eu não fiz o cadastramento de minhas digitais porque as leitoras usadas pelo Itau são muito ruins, de tecnologia atrasada se comparada com as dos Estados Unidos, onde não tenho esse tipo de problema. Conclusão: meu limite para saque no caixa eletrônico é mais baixo que o dos demais que cadastraram as digitais. Segundo eles para minha segurança! Ou seja, se eu precisar de uma quantia um pouco maior, tenho que ir no horário comercial e amargar uma fila no caixa tradicional. 

    Esse é o novo vódigo de conduta do Itau!

  13. Posso estar enganado

    Mas não bastaria consultar um advogado e perguntar se não quer ganhar uma grana processando o banco? A causa tá ganha, só o prazo que é incerto.

    • Muito difícil

      Os funcionários geralmente NÃO DISPONIBILIZAM a conta corrente do pacote essencial, não havendo qualquer norma que os obrigue nesse sentido.

      E quando se insiste, alegam que o cliente “não se encaixa no perfil”.

       

       

  14. Minha mãe é cliente e não

    Minha mãe é cliente e não conseguiu pagar um cartão em meu nome vencido AMEX, fiz reclamação no BC e tudo mais, pago vencido nas lotéricas, no BB na Caixa.

  15. E este banco patrocinava uma

    E este banco patrocinava uma candidata a presidente na última eleição.

    Se ela vencesse a vida dos bancos ficaria ainda mais maravilhosa.

    A vida do resto…… ah! resto é resto.

  16. Como correntista do ITAÚ há

    Como correntista do ITAÚ há décadas, também observo que nos últimos anos, incluindo o Personnalité, anda mal das pernas em relação aos clientes. Por exemplo: já desapareceram todos os terminais eletrônicos da instituição; hoje temos que operar em máquinas do 24 Horas. Estes terminais não atendem nossas necessidades, nem mesmo com a impressão de um extrato, que vem reduzido. 

    Outro dia, precisava sacar 500 no 24h e a máquina emperrou, Fui para a vizinha, consegui sacar, mas ao tirar o extrato, verifiquei dois saques de 500, quando recebera apenas um. Liguei para um número 0800, e resolvi o problema. Posteriormente, ao conversar com a gerente do banco, esta disse que nesses casos o ITAÚ não interfere. Resta saber se em não resolvendo via telefone 0800, com quem falar? Se o valor fosse muito além de mil, e o telefone não atendesse?

    Com relação ao cadastramento da digital, já fiz duas vezes, e por duas vezes me vi em situação difícil. A máquina não reconhecia minha digital. Ou seja, não está sendo obrigatório o uso da digital no ITAÚ, tanto que voltei a usar o cartão normalmente. Esse esquema jamais poderá ser exigido de todos os correntistas, porque, em razão de muitos problemas, incluindo a idade, a profissão, uma pessoa pode não ter suas digitais.

    É preciso saber se o caso do cheque para terceiro não está sendo negado em razão dos problemas com sequestros, e furtos.  Se for, é uma questão de segurança para o próprio cliente.

    Se, por acaso, o titular da conta, por incapacidade de ir até a agência, tiver que assinar um cheque em nome mesmo de um parente, e o banco se recusar a pagá-lo, pode um responsável pela agência ser obrigado a ir até o correntista para se certificar do fato, 

    De qualquer forma, reconheço que os bancos não são mais os mesmos. Não se vai muito tempo em que se eu trasnferisse uma quantia acima de cinco mil, por exemplo, logo a gerência da minha agência entraria em contato comigo pra averiguar a situação. Isso me dava muita segurança. Hoje não mais vemos isso. Tá tudo muito confuso para o cliente de banco, e muito cômodo para os banqueiros.

     

  17. sinceramente o melhor é caixa

    sinceramente o melhor é caixa e BB, pois você pode usar as lotéricas para sacar e depositar, no caso dos cliente do BB só sacar.

  18. Não sei o motivo e de se

    Não sei o motivo e de se fazer a correta verificação, mas conhecendo nosso país deve ser por questão de segurança.

    O sujeito sequestra ou simula o sequestro  do correntista e o banco paga o cheque e depois o correntista é indenizado por isso.

    Parece me mais aceitácel do que o “banco malvadinho”.

    • Motivo sempre vai ter um, não

      Motivo sempre vai ter um, não é à toa que existe aquele ditado famoso de que o inferno está cheio de boas intenções. O que eu queria saber é como o banco vai justificar que o que ele faz é correto perante a lei.

    • capitalismo sem risco

      Defender o capitalismo, tudo bem. Mas defender o capitalismo sem risco para instituições que, apenas com as tarifas mensais que cobram de seus clientes, já pagam todas as suas despesas operacionais…

      Parece-me síndrome de Estocolmo.

      • Falta concorrência , mercado

        Falta concorrência , mercado cativo.

        Tenta abrir um banco, é mais fácil abrir uma clinica de aborto ou uma boca de fumo que abrir um banco.  

    • Boa ideia esta sua, mas que

      Boa ideia esta sua, mas que não pode ficar apenas pela metade, então envio sugestão para o aumento de segurança. Se a pessoa titular da conta for no banco para sacar algum dinheiro, ou qualquer outra movimentação, de se exigir assinatura e impressão digital, mas esta assinatura pode ser falsificada como tambem a impressão digital, então imediatamente não se aceitaria nenhuma das duas opções. Tambem o banco deve estar atento pois o cliente pode na verdade ser um clone, vai saber né,  . . . Então por questão de segurança, depositou o dinheiro, não mexe mais, não saca, nem extrato deve ser permitido pois mal intencionados é o que não falta . . . E por fim o banco poderia usar como slogan ” Tudo pela segurança” . . .

  19. Banco do Brasil e Caixa. . .

    Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal são os melhores estabelecimentos bancários, em qualquer lugar do país. A Caixa é um pouco melhor do que o BB, pois tem uma clientela menor, o que facilita o atendimento. Bradesco e Itaú são os piores bancos no quesito atendimento, raramente se vê nesses bancos caixas e atendentes da mesma qualidade que os do BB e Caixa.

    • MENORES TAXAS

      A qualidade de atendimento do BB e da CEF são equiparáveis, (regular) mas a CEF é o banco que cobra as MENORES taxas do mercado, tanto para a movimentação de conta corrente, como na administração dos inventimentos em renda fixa e variável.

  20. Minha gerente do Itaú me ligou

    Sou cliente Personnalite, e a gerente telefonou pra mim, pra saber se eu precisava de algum produto específico, alguma orientação sobre investimento. Como estava na academia levantando peso, pedi a ela que me mandasse um e-mail e depois iria pensar melhor e responderia.

    Recebi o e-mail na mesma noite. Respondi no dia seguinte, pedindo informações sobre financiamentos.

    Isso foi no início de dezembro. Estou esperando resposta até hoje…

  21. Banco Itaú: feito de Você!

    Feito de Você:

     

    você trabalha, recebe uma bufunfazinha, põe nesse bancarro, que lhe arranca alguma taxa e aplica para si, transformando esta aplicação numa renda para ele, mas que deveria ser sua. 

    É bom lembrar que começam a surgir empresas que prometem fazer serviços melhores do que os bancões tradicionais, como o Paypal, o Nubank e vários outros. 

    Quem sabe, esses bancos acabam pegando a mesma “doença” dos grandes órgãos de imprensa pela mundo, que é a decadência.

    • Então peça a ela a gentileza

      Então peça a ela a gentileza de ligar para a agencia 9385-Rua Oscar Freire e pedir a  colega gerente de lá instruir a caixa para

      que ela não transmita informações erradas ao cliente.

      No balcão havia tres caixas, duas moças e um rapaz, é a caixa  do

      meio do balcão, o fato e a fala se deu ontem, dia 3 ,, às 11,40 hotas, era um cheque de 1 mil e poucos Reais, apresentado junto com a carteira de indentidade de quem estava sacando:

                                               Caixa :      “preciso do cartão Personalité

                                              Cliente        Mas a conta não é minha, é de meu filho.

                                               Caixa :     desta vez vou fazer uma concessão e pagar

                                                               na proxima vez só o cliente Personalité pode sacar””

       

      Até o fim de Dezembro os cheques Personalité podiam ser scados em qualquer agencia Personalité, a partir de ontem só na agencia do emitente, o que já complicou. A cada dia há restrições novas, parece que há um Centro de Nerds que ficam bolando como complicar e burocratizar o atendimento, sempre com o objetivo de evitar que o cliente usa a agencia fisica,

      porque a agencia tem custos, a meta é o banco ser virtual, tudo eletronico, SÓ que as tarifas continuam do banco antigo,

      a redução de custos NÃO BENEFICIA O CLIENTE, AS TARIFAS SÓ AUMENTAM.

      Nos Estados Unidos há uso menos intenso de eletronica e esta é optativa, o cliente, geralmente idoso, pode optar sempre pelo atendimento fisico. Os bancos americanos tem hoje atendimento mais humano e atencioso do que os bancos daqui.

      O Itau tem uma agencia, Av.Faria Lima quase esquina com a Tabapuã , que não aceita no caixa depositos abaixo de 2.000 em dinheiro, só na maquina. Dizem que “estamos fazendo uma experiencia para melhor atender o cliente”

      Clientes mais idosos não querem ou não sabem usar maquinas e são empurrados para esse uso.

      A pergunta é, dentro da norma legal, o banco pode mudar sistemas a todo momento para reduzir custos, sem pensar no conforto do cliente? Não há um limite para essas constantes mutações?

      Porque o banco não ESTABILIZA seus sistemas e deixe de mexer nele todo mês com novidades para “melhor atender o cliente””, que são 100% para baixar custos?

      • Caso do caixa da agência Personnalité da Oscar

        Há alguns meses atrás, meu pai, senhor de idade, teve uma experiência no mínimo esquisita no caixa desta agência.

        No intuito de fazer uma transferência bancária (inter-conta Itau Personnalité), o caixa disse não ser possível efetuá-la porque a assinatura de meu pai (precisa assinar um comprovante para garantir a transação) não estava conferindo. Depois de mostrar identidade, o mesmo caixa constatou que o cartão de assinatura que aparecia na tela de computador era de minha mãe (co-titular da conta). Eis que o caixa mandou: “vá lá na agência do Sr (Shop. Iguatemi) e peça pra eles liberarem o o cartão de assinaturas do Sr. no sistema”. Não é feitio do meu pai contestar e, ademais segundo ele, havia na hora muitos clientes idosos na fila, e ele não queria ficar incomodando. Ele foi na agência dele e, ao relatar a questão com a gerente, ela disse: “mas o cartão de assinaturas do Sr. está tudo OK. Por que o caixa pediu pro Sr. vir aqui? Era obrigação da agência entrar em contato  conosco, não pedir pro Sr. vir pessoalmente aqui”.

        Bem, algo me diz que não é a primeira vez que essa agência trata esquisitamente os cliente, ainda mais idosos.

        PS: conheço esta agência à época que era banco Unibanco Uniclass. Muito satisfatório e atencioso era atendimento. Não posso dizer que, após a fusão, o mesmo nível de atenção fora herdado.

         

         

  22. retirei minha poupança do

    retirei minha poupança do itau e pus na caixa, em função de

    detalhezinhos imbecilizantes como esses daí

    relatados muito bem pelo andré….

    cheiro de povo neles…..

     

  23. Desrespeito ao consumidor

    O Itaú tira TODOS os apoios nos caixas, mesas, cadeiras, para que o cliente se sinta MAL e não use caixas. Não vá ao banco, use sistemas on line. DESRESPEITO TOTAL AO CONSUMIDOR. Já falei, escrevi não adianta nada. Só querem diminuir custos e cobrar juros escorchantes.

  24. A CEF é o Melhor: Imagine o Pior

    A Agência é a 1883 (Jundiaí/SP – Pitangueiras).

    É Data da Comprovação Anual de Vida do INSS.

    Minha Espôsa é Cadeirante.

    Os dois Seguranças, atrás das Portas Giratórias, muito Educados, olhavam consternados.

    Não podiam abrir a Porta de Vidro para a Entrada da Cadeira de Rodas, “sem a Presença de um Supervisor” (QUE DEVE ESTAR MAIS ARMADO DO QUE OS SEGURANÇAS???).

    Foram quase 15 minutos para achar um (seria a tal Redução de Custo?).

    Aberta a Porta (por uma “Supervisora” impaciente), tira-se a Senha Preferencial (Aí, a CEF merece os Parabéns).

    A tal Comprovação se deu no Caixa em menos de 30 Segundos!!!

    Obs.

    A “Alternativa Mais Humanitária” seria:

    1. Fazer uma Procuração Pública em Cartório (é de “Graça”).

    2. Levar esta Procuração, com os Documentos do Beneficiário e do Procurador a uma Agência do INSS.

    3. Ocorre que o INSS, pela Lei de Murphy, estava em Greve…

    4. O INSS “Registra a Procuração no Sistema” (Para quê? O Cartório não é de Confiança????)

    5. Daí o Procurador vai ao Banco, e já pode retirar TODA a imensa quantia de Dinheiro.

    ISSO PRECISA SER RENOVADO TAMBÉM, ANUALMENTE…

  25. Ontem tentei pagar uma fatura
    Ontem tentei pagar uma fatura do meu cartão de crédito no site do Itaú, mas como a fatura era de outro banco, informavam que havia excedido o valor diário de pagamento, o pior é que não tinha pago nenhuma conta naquele dia.
    Depois de horas discutindo o assunto com a atendente do Itaú 30 horas, ela aumentou o limite para pagamento de contas.
    O que é um absurdo, pois se não me virasse para achar um telefone de atendimento do banco, pagaria a fatura do cartão com um belo juros.
    Acho que eles esquesseram que o dinheiro depositado é do correntista e não deles.

  26. André, é simples. Caso seu

    André, é simples. Caso seu tio emita um cheque e o banco não quiser pagar, o portador deve procurar um cartório de protestos. Aí eles vão ter que se explicar…e muito. Além, é claro, de caber uma indenização.

  27. Lucros e insensibilidade

    O caso relato no Personalité não me surpreende. Os bancos, que têm altos lucros no Brasil e gastam fortunas em publiicidade boba,  parece que perderam a sensibilidade. Sou cliente de uma agência Itaú desde 1978 e por três vezes fiquei a ver návios porque o sistema tinha caído. O mesmo ocorria com agências próximas. Sugeri que cliente identificado e trazendo cartão e/ou talão de cheques tivesse a possibilidade de retirar quantias pequenas (até 200 reais) e pagar conta vencendo nesse valor na base de um caderno . Sim, um caderno que anotasse a operação. Risos discretos. Ou seja, se o sistema estiver uma porcaria, danou-se o cliente que tem pegar transporte para fazer a operação que retendia executar na agência onde tem conta. O banco cobra altas taxas de serviço, mas deixa a desejar. O governo Dilma, através de seu ex-ministro banqueiro Levy, foi leniente com os bancos, demorou para drecidir a cobrar taxa maior sobre os lucros. E comprometeu o governo que pretendia servir.Triste.

  28. Manter conta em banco golpista?

    Que quer derrubar um governo democrático? Que quer as taxas de juros mais altas do mundo? Banco privado no Brasil? Só para tolos. Temos o BB e caixa, bancos públicos.

  29. Leis próprias.
    Regra geral os bancos estão “fabricando” leis e regulamentos e pondo-os em prática. O Banco do Brasil, por exemplo, colocou as filas para fora do Banco de modo a burlar o tempo para o atendimento. O sujeito passa 30 a 40 minutos pra pegar uma senha para o caixa, por exrmplo. E outros tantos para ser atendido. Para o Banco o tempo só conta depois de fornecida a senha. Os pórticos, criados para facilitar e agilizar, hoje servem para fazer triagem pessoal e colocar as filas para fora dos bancos. Não costumo ir a bancos, mas existem situações que nos obrigam. Um inferno em que os funcionários odeiam os clientes.

      • Exceções que confirmam a regra.
        Todas as agências do BB que conheço dispõem de pórticos para pegar senha. Mas são controlados por funcionários do BB. E formam enormes filas. Nos dias de pagamento então, se tornam inviáveis. Pórticos deveriam ser disponibilizados para agilizar. A sua agência deve ser uma excreção à regra.

  30. Você não é Personalitè!
    Acho que vocês não entenderam bem qual é a do Itaú. Vou explicar porque algo semelhante aconteceu comigo anteontem. O problema não é o sacar o cheque. O problema é quem vai sacar o cheque. No caso do Itaú Personalite eles não querem empregados, pobretão, gente sem renda que entre no Personalite nem se o cheque de um cliente Personalite estiver nominal a aquela pessoa. Eles não querem pessoas que não sejam “personalite” nas agências Personalite! É discriminação mesmo! Sem rodeios! 

    Trabalho numa grande empresa de comunicação (super conhecida e odiada pela maioria  de vocês) e um diretor me pediu o favor de pagar um carne de IPTU para ele porque ele não estava conseguindo no internet banking. Sendo assim, ele me fez um cheque nominal da agência Personalite na qual ele possui conta. Pois bem, como ia almoçar praticamente ao lado da tal agência Personalite entrei na agência e fui informado que mesmo eu com um cheque personalite nominal a mim não poderia sacar aquele cheque ali porque não sou cliente personalite (aos olhos dos “exclusivos” personalite sou ralé) e poderia sacar em qualquer outra agência do Itaú que não fosse Personalite. Entenderam agora? A questão não era o cheque ou saca-lo. A questão é me manter longe, completamente fora da agência Personalite se eu não for um cliente personalite. É o Itaú ditando leis! Não só o Itaú faz isso. Mas, sei que o Santander com quem não é cliente Van Gogh faz o mesmo. E o Bradesco para quem não é Prime idem. E o Banco Central faz nada. Aliás, quando foi a última vez que o Banco Central multou esses bancos mesmos por desrespeito às Leis? Alguém lembra? 

    Terminando minha história: Mandei uma mensagem para o diretor ele ligou para a sua gerente “personalite” e lembrou ela das capitalizações e seguros e, prontamente, ela autorizou eu ser atendido ali. 

    Vamos denunciar pessoal! ‎

    • Sua analise está perfeita, é

      Sua analise está perfeita, é isso ai, se vc paga o jardineiro com um cheque personalité o jardineiro nunca vai receber na boca do caixa porque ele não é cliente Personalité, ISSO ABSOLUTAMENTE ILEGAL. E não adianta ir em outra agencia do Banco, o cheque só é paga na agencia do emitente, então o Banco Itau obriga vc a depositar o cheque, não pode saca-lo,

      REVOGUE-SE A LEI DO CHEQUE E O CODIGO CIVIL.

    • Concordo totalmente com a sua

      Concordo totalmente com a sua análise dos FATOS.

      Mas discordo do que entendo ser os seus argumentos quanto as razões e culpados. Botar a culpa nas empresas que oferecem esse tipo de serviço exclusivo é fácil. Um pouco mais difícil é admitirmos que eles só oferecem tais serviços pq existe uma enorme demanda.  =(

      A discriminação está em toda a nossa sociedade, é um problema cultural. Você acha que faria sentido o Itaú permitir o acesso de todas as pessoas às agência Personnalite e, por consequência, perdesse parte dos seus clientes para os bancos concorrentes? Se você fosse acionista do Itaú e tivesse o poder de tomar essa decisão, o que faria?

      É ruim? Sim, é péssimo. Mas não consigo ver o banco como principal culpado disso.

  31. REALIZE A OPERAÇÃO… E PAGUE!

    O ´cliente´ vai ao terminal, realiza sua operação e… paga para trabalhar para o sr. Setúbal que, provavelmente, está em um SPA ou em algum local aprazível. Após a informatização dos bancos, o cliente realiza muitas tarefas… e ainda PAGA;  ainda mais, centenas de milhares de bancários foram demitidos. 

  32. Itaú 
    – meu marido estava com

    Itaú 

    – meu marido estava com câncer, usava muletas e tinha que resolver um problema causado pelo banco na conta de sua empresa, que mantinha há anos na mesma agência. Chegamos na agência e as portas travaram. Os seguranças pediram que ele deixasse as muletas e entrasse. Pedimos pra chamar o gerente que, além de demorar uma eternidade pra nós atender, disse que se a porta travava porque do metal e ele não poderia entrar se não deixasse as muletas. Tivemos que chamar a polícia.

    – minha irmã estava viajando e me ligou num sábado pedindo que eu fizesse um depósito em dinheiro na sua conta. Fui no BB, saquei e corri pro Itaú pra depositar. Não sei se em todas as agências, mas naquela a porta só abria se eu passasse o cartão do banco. Não tenho conta no Itaú e, se não fosse um motorista de táxi que estava no ponto, não conseguiria mandar a grana pra ela. Tive que passar a maior vergonha no ponto de taxi, contei a história, eles olhavam desconfiados, mostrei a grana, o número da conta, falei que eles poderiam fazer o depósito pra mim se não confiassem na história, até que um deles passou o cartão e consegui entrar na agência. Quando pensei que tudo estivesse resolvido, a máquina não imprimiu o comprovante que eu tinha que escanear e mandar por e-mail. Usei o telefone de dentro do banco e falei com um atendente que perguntou o número da minha conta. Avisei que não era cliente do banco e ele perguntou como eu entrei.. Contei toda a história pra ele que me disse pra voltar na segunda-feira e falar com o gerente. Minha irmã puxou o extrato lá onde estava e mostrou pra pessoa que havia depositado, mesmo assim teria que enviar o comprovante. Fui na segunda no banco e tive que discutir com o gerente pra conseguir a segunda via do comprovante do depósito, pois ele não queria acionar a máquina porque eu não era cliente do banco. Depois disso, convenci minha irmã a fechar a conta.

     

     

     

     

     

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome