Senacon alerta consumidor sobre suplemento alimentar

 

A Senacon divulgou na última semana, em seu boletim Consumo e Saúde, sobre o risco à saúde de uso abusivo de suplementos alimentares. Segundo o boletim aliar falta de informação à vontade de emagrecer é um problema sério, pois que consumidores pulam a parte importante do ‘informar’ e mergulham num mundo de promessas sem base e risco assegurado à saúde. Leia a publicação do Blog do Ministério da Justiça.

Secretaria Nacional do Consumidor alerta para consumo de suplemento alimentar

Do Blog do Ministério da Justiça

O uso abusivo de suplementos alimentares é o tema do boletim Consumo e Saúde divulgado pela Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo a publicação, a falta de informação e a falsa promessa de resultados imediatos contribuem para o consumo abusivo dessas substâncias. Alguns dos produtos são comercializados ilegalmente, já que nem todas as substâncias encontradas nos suplementos alimentares são permitidas no país.

O Boletim orienta que no Brasil as substâncias não se restringem apenas a categoria “suplemento alimentar”. Esses produtos podem ser comercializados também como suplemento vitamínico e/ou mineral, alimentos para atletas ou novos alimentos. Consequência disso, a procura por esses suplementos aumentou consideravelmente, prometendo resultados mais rápidos no ganho de massa muscular, definição corporal, redução de gordura e de peso, aceleração do metabolismo ou melhora do desempenho sexual.

A publicação alerta ainda que o consumidor deve ler atentamente a lista de ingredientes e a rotulagem nutricional, informações que devem constar no rótulo de alimentos, para verificar se há no produto algum componente estranho que não lhe pareça tratar-se de ingrediente alimentar ou nutriente. Além disso, é importante desconfiar de qualquer promessa milagrosa e de ação rápida, embalagens com imagens que façam alusão à perda de peso ou pessoas hiper-musculosas.

Consulte aqui os produtos registrados na Anvisa
(basta fornecer o nome ou marca do produto no campo de preenchimento)

http://www7.anvisa.gov.br/datavisa/consulta_produto/Alimentos/frmConsultaAlimentos.asp

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome