Nasa testa novo modelo de motor de propulsão iônica

Motor solar-elétrico gera propulsão a partir de íons de xenônio

Jornal GGN – A Agência Espacial Norte-americana (Nasa) está realizando testes com um novo modelo de motor de tecnologia solar-elétrica, que utiliza íons de xenônio para gerar força de propulsão muito maior do que os sistemas atuais – incluindo os modelos iônicos desenvolvidos anteriormente pela própria Nasa. 

O novo modelo de motor iônico, que está sendo desenvolvido no Laboratório de Propulsão a Jato, em Pasadena, Califórnia (EUA), deverá ser utilizado em novas missões coordenadas pela agência que envolvem o envio de sondas para o espaço.

A conclusão do motor solar-elétrico de propulsão iônica é fundamental para a execução do programa Asteroid Initative, que pretende capturar roboticamente um pequeno asteroide que esteja rondando próximo ao nosso planeta e redirecioná-lo com segurança para uma órbita estável no sistema Terra-Lua. O objetivo desse tipo de manobra é permitir que astronautas possam visitar e explorar o corpo celeste para compreender melhor sua a formação e, em consequência, descobrir novas pistas sobre a formação do Universo.

Outro potencial avaliado pela Nasa para uso dos motores de propulsão iônica é nos foguetes de missões tripuladas. A agência pretende usar tais motores “de queima azul” para levar, até 2013, a primeira missão humana a Marte – uma das metas pessoais do presidente Barack Obama.

Um modelo antigo desse tipo de motor já é usado na missão Dawn, uma sonda que se dirige ao cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter, para realizar estudos.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador