TSE abre inquérito sobre ameaças às eleições, mas Bolsonaro volta a fazer ataques

Além disso, por sugestão de Barroso, o Tribunal decidiu acionar o STF para que o mandatário seja investigado no inquérito que apura a disseminação de fake news

Foto: Divulgação/PR

Jornal GGN – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) abriu, por unanimidade, um inquérito administrativo contra Jair Bolsonaro (sem partido) por seus ataques contra o atual sistema eleitoral. Além disso, por sugestão do presidente, ministro Luís Roberto Barroso, o Tribunal decidiu acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) para que o mandatário seja investigado no inquérito que apura a disseminação de fake news. As decisões são desta segunda-feira, 3. Bolsonaro, no entanto, não se intimidou com as ações. 

Hoje, 3, o chefe do Executivo voltou a ameaçar a realização do pleito eleitoral do ano que vem. “Não será admitido eleições…Não serão admitidas eleições duvidosas ano que vem. O Brasil vai ter eleição ano que vem. Eleições limpas, democráticas. Quem votar, vai assumir 23”, disse durante conversa com apoiadores, na porta do Palácio da Alvorada, em Brasília.

Ontem, na sessão de abertura do semestre, o plenário do TSE atendeu pedido do corregedor-geral do Tribunal , Luis Felipe Salomão, e determinou a abertura de um inquérito administrativo, sigiloso, para apurar atos de Bolsonaro que “possam configurar abuso do poder econômico e político, uso indevido dos meios de comunicação, corrupção, fraude, condutas vedadas a agentes públicos, propaganda extemporânea, relativamente aos ataques ao sistema eletrônico de votação e à legitimidade das Eleições de 2022”.

Em seguida, a Corte também decidiu, por unanimidade, acolher a sugestão Barroso para que o STF investigue, por meio do inquérito das fake news, a fatídica transmissão virtual do mandatário, feita na semana, em que ele usou uma série de informações falsas para justificar sua tese contra as urnas eletrônicas. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome