O dia em que Lula chorou

O choro não foi pelo caso em si, mas pelo autor da decisão: o ministro Dias Tofolli. A ingratidão de Tofolli jamais foi assimilada por Lula 

Ricardo Stuckert

Quem acompanhou de perto a epopéia da prisão de Lula, conta que apenas uma vez ele desabou, chorou convulsivamente. Foi quando o irmão morreu e o Supremo Tribunal Federal autorizou apenas que ele fosse a São Paulo e não saísse dos recintos da Força Aérea. Se quisesse se despedir do irmão, seu corpo teria que ser levado até lá.

O choro não foi pelo caso em si, mas pelo autor da decisão: o Ministro Dias Tofolli. A ingratidão de Tofolli jamais foi assimilada por Lula. 

8 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

LEOANRDO MARQUES FRANCISCO

- 2022-05-02 18:27:36

O historiador inglês Em seu livro Brasil à parte, Perry Anderson o classifica como “Ex-office boy jurídico do PT e provavelmente a figura mais desprezível de todo o atual cenário político”, no momento do golpe de 2018. A trajetória diz muito sobre sua personalidade, mas revela também o tipo de comportamento adequado para galgar posições nas administrações ligadas à agremiação. O bacharel de Marília teve o desplante de dizer que não não houve golpe em 1964 (foi um movimento!!!!!!) Da minha parte digo que foi o maior erro da vida politica do ex Presidente Lula. Em qualquer Universidade Pública do Brasil tem jurista melhor do que esse quebra galho do ZÉ DIRCEU. Previsível, disse antes da sabatina pelo SENADO. Meu amigo Guy Salla Clemente viu, testemunha e dá fé.

Beto

- 2022-04-30 17:50:05

Certa vez perguntei a um dirigente petista perseguido no engendrado mensalão qual seria o problema do Dias Tófoli. "Caráter" respondeu ele. No caso falta de.

Humberto de Oliveira

- 2022-04-30 09:19:36

Revelar-se pusilânime parece ser o destino dos covardes, mas ele pensou que estaria livre de reencontrar de novo Lula recuperado e empoderado. Vamos ver como ele se comportará de agora por diante.

Geraldo Antunes Bresciane

- 2022-04-29 12:11:09

É tudo uma questão de envergadura. Enquanto Lula já faz parte da História, Tofolli se debate diariamente para mitigar sua insignificância. Simples assim...

sergio

- 2022-04-29 08:37:13

Não diria nem que foi traição, pois acredito que o nomeado não deva favores ao nomeador. Contudo foi de uma crueldade uma desumanidade sem tamanho. Até nos tempos da ditadura, enquanto preso, Lula foi liberado para velar o corpo de sua amada mãe. Nem os ditadores foram tão crueis quanto este pulha do Toffoli. Mais um Golpista Togado.

AMBAR

- 2022-04-28 15:28:57

Lula chora todo dia.Ele mais que ninguém tem motivos para isso, porque ele sente o Brasil e se sente responsável pelo Brasil e pelo seu povo.Uma ingratidão a mais uma ingratidão a menos, uma calúnia a mais, uma mentira, uma incompreensão ou grandes traições são o cardápio diário do Lula. Só a grandeza de seu espírito e a ilusão de poder favorecer o nosso povo é que o mantém vivo e confiante.

Bruno Cabral

- 2022-04-28 13:03:25

Ingratidão não, traição de um vira casaca Lembra quando ele vivia a sombra do Gilmar? Tenho muita discordância a Gilmar e a Moraes mas o PT nao indicou UM que chegasse ao pe dos dois em defesa dos seus Espero que tenha aprendido a lição, ponha Zanin na PGR e depois no supremo

Antonio Uchoa Neto

- 2022-04-28 12:35:31

Parabéns pela brevidade do texto. Tofolli não merece as lágrimas de Lula, muito menos um texto mais longo do que esse. O que ele merece ele vai ter. A velhice, conforto material, talvez alguma sabedoria, e muito, muito remorso.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador