Amiga de Michelle Bolsonaro ganha cargo com salário de R$ 16 mil

Jornal GGN – Amiga de Michelle Bolsonaro e ex-funcionária de campanha de Jair Bolsonaro à presidência, Priscilla Gaspar de Oliveira foi nomeada por Onyx Lorenzoni, nesta terça (15), como Secretária Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Ministério dos Direitos Humanos. A indicação, feita pela primeira-dama, está no Diário Oficial da União.
 
De acordo com informações do jornal O Globo, Priscilla terá um dos “postos mais altos da pasta”, com salário de R$ 16.944,90. 
 
A nova secretária é amiga de Michelle há 3 anos. “Surda e ativista da causa, pertence a uma família com quase 30 portadores dessa deficiência. Suas três filhas são surdas, assim como seus pais e seu marido. Como O GLOBO publicou, a nomeação de Priscilla aconteceu por influência de Michelle, que também se dedica a projetos ligados à inclusão dos surdos”, publicou o jornal.
 
Bolsonaro marcou os primeiros dias de governo com uma série de nomeações de amigos ou conhecidos de amigos seus para cargos estratégicos. Em resposta às críticas da imprensa, que cobraram a promessa de indicações por critérios exclusivamente técnicos, Bolsonaro respondeu com um deboche nas redes sociais, afirmando que a imprensa quer que ele nomeie inimigos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. Nassif, a Priscilla não
    Nassif, a Priscilla não representa todos os surdos e é bom que se esclareça os surdos que ela representa não são maioria entre as pessoas com deficiência auditiva. Há um grupo bem maior de pessoas surdas que são oralizados ou seja foram educados em escolas normais e sua primeira língua é o português. Neste grupo estão crianças que mesmo tendo nascidas ou ficaram surdas na infância cujos pais preferiram com auxílio de fonoaudiólogos e terapeutas ensinar o português. Estas crianças aprenderam leitura labial e também falar. Hoje eles conseguem em grande parte ouvir com aparelhos auditivos e implantes cocleares. E também neste grupo há pessoas que tiveram perdas auditivas adolescentes ou adultos. Os chamados surdos oralizados têm até mais necessidades que os usuários da LIBRAS. Pois não basta um intérprete da língua de sinais, necessitam legendas em tempo real e outras tecnologias para que ouçam através de seus aparelhos.

  2. Queiroz, Queiroz, faz um depósito prá nós

    Porque só o Bolsonaro empresta dinheiro sem promissória para o Queiroz?

    Porque o pagamento é efetuado na poupança da dona Micheque?

    Ah, sei. Porque o Bolsonaro não tem tempo de ir a bancos. Ele vive muito ocupado em pescarias.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome