Ativistas protestam contra homenagem à Rota

Jornal GGN – Um grupo de cerca de cem pessoas protestou, na tarde de terça-feira (3), contra a Salva de Prata, homenagem de autoria do vereador Coronel Telhada (PSDB) para a tropa de elite da Polícia Militar, a Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar). O ato ocorreu durante a votação no plenário da Câmara Municipal, no centro de São Paulo.

Por 37 votos a favor e 15 contra – além de uma abstenção -, o projeto de lei foi aprovado sob vaias de militantes de movimentos sociais e estudantes contrários à homenagem ao esquadrão. Historicamente, a tropa tem seu nome ligado ao forte combate à guerrilha urbana, durante a Ditadura Militar (1964-1985), e à violência policial nas periferias do estado. O vereador tucano é ex-comandante do esquadrão de elite da PM (Polícia Militar).
 
Veja o vídeo:
 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Enquanto lideranças indígenas denunciam à ONU violações de Direitos Humanos, no Brasil povo Guarani sofre quatro ataques

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome