Regina Duarte é processada por apologia da tortura pela filha de José Jobim

Lygia Jobim declarou ao GGN, em entrevista concedida a Luis Nassif, de sua perplexidade e revolta com as declarações de Regina Duarte.

Jornal GGN – Regina Duarte está sendo processada por apologia da tortura por Lygia Jobim, jornalista e advogada e filha do diplomata, editor e jornalista José Jobim. José Jobim foi torturado e morto pelo governo militar, em 1979. E a ex-secretaria especial da Cultura conseguiu horrorizar.

A atriz, então secretária do governo Bolsonaro, disse em entrevista à CNN em 7 de maio disse que “sempre houve tortura, sempre houve”. “Meu Deus, Stalin, quantas mortes? Hitler, quantas mortes? Se a gente for trazendo mortes, arrastando esse cemitério… Desculpe, mas não, não quero arrastar um cemitério de mortos nas minhas costas. Eu não desejo isso para ninguém. Eu sou leve, sabe? Eu estou viva, estamos vivos, vamos ficar vivos. Por que olhar para trás? Não vive quem fica arrastando cordéis de caixões.”

A declaração chocou. Lygia Jobim disse ter ficado estarrecida ao assistir a entrevista. “É uma naturalização da tortura, um deboche com nossos mortos”, disse ela.

Lygia Jobim declarou ao GGN, em entrevista concedida a Luis Nassif, de sua perplexidade e revolta com as declarações de Regina Duarte. E, na entrevista, contou que estava processando a atriz exigindo retratação pública e danos morais.

A ação tem como ponto principal a retratação, diz Lygia, o dinheiro vai apenas doer no bolso e o dinheiro será doado para duas instituições, o Instituto Vladimir Herzog e o Instituto Mariele Franco.

José Jobim foi sequestrado em 22 de março de 1979 no Rio de Janeiro. Na época, Jobim escrevia um livro em que denunciava a corrupção na construção da usina de Itaipu e vinha reunindo documentos e reportagens sobre os descalabros da obra.

Trinta e seis horas depois do sequestro, Jobim foi encontrado ao lado de uma pequena árvore, na Barra da Tijuca, numa simulação de suicídio por enforcamento. Todos os documentos que ele compilava para o livro sumiram de sua casa.

Leia também:  MPF cobra informações do governos sobre reforma agrária

Veja a entrevista concedida à TV GGN a seguir.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. Regina Duarte envelheceu, mas não amadureceu. Talvez amargando um revés dessa natureza isso comece a acontecer.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome