Suplicy é preso e arrastado pela PM por resistir à reintegração de posse

Jornal GGN – No alto de seus 75 anos, o ex-senador Eduardo Suplicy (PT) foi arrastado pela Polícia Militar por ter impedido uma reintegração de posse na zona sul de São Paulo, na manhã desta segunda (25), contra 350 famílias assentadas.

Ao deitar no chão em frente aos oficiais do Estado comandado por Geraldo Alckmin (PSDB), Suplicy acabou sendo preso e levado ao 75º Distrito Policial, sob a alegação de ter resistido à ação policial. O deputado federal Paulo Teixeira (PT) usou as redes sociais para dizer que o ex-senador já depôs na delegacia.

No vídeo abaixo, publicado na página da Mídia Ninja, no Facebook, é possível ver o registro de Suplicy deitando no chão, em frente à tropa de choque, para evitar a passagem dos agentes. Alguns militantes copiaram a ação e deitaram ao lado do ex-secretário de Direitos Humanos de São Paulo, que este ano concorre a uma vaga na Câmara de Vereadores. 

A área alvo da reintegração de posse pertence à prefeitura de São Paulo, capitaneada por Fernando Haddad (PT), mas cabe à Defesa Civil a decisão sobre a remoção das famílias, sob alegação de que há risco de deslizamento por ser região de encostas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora