Propaganda da fragmentação do território brasileiro não deve ser tolerada

Inconformados com a derrota nas eleições, alguns setores da sociedade brasileira começam a pregar a fragmentação do território nacional:

http://www.viomundo.com.br/denuncias/tuma-jr-propoe-muro-nas-fronteiras-de-es-minas-goias-e-mt.html

http://www.viomundo.com.br/politica/rodrigo-constantino-propoe-divisao-brasil-em-dois.html

http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/10/colunista-tucano-sugere-divisao-brasil.html

A CF/88 prescreve que o território nacional é indissolúvel:

“Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:”

A União pode intervir em qualquer ponto do território para evitar sua fragmentação:

“Art. 34. A União não intervirá nos Estados nem no Distrito Federal, exceto para:

I – manter a integridade nacional;”

Além de responder por crime de racismo, aqueles que pressupõe  que os cidadãos do sul-sudeste (que votaram nos tucanos) são melhores que os do norte-nordeste (que votam nos petistas), atentam contra o art. 19, III, da CF/88:

“Art. 19. É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:

I – estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público;

II – recusar fé aos documentos públicos;

III – criar distinções entre brasileiros ou preferências entre si.”

Qualquer partido político registrado no TSE que atente contra a ordem constitucional, que faça propaganda da fragmentação do território nacional ou constitua milícia armada para atingir este objetivo pode ser dissolvido. As empresas de comunicação que operam bandas públicas de rádio e de TV que propagandeiam a divisão do território brasileiro podem perder seus direitos por decisão judicial a pedido do presidente da república (art. 223, §4º, da CF/88). As empresas jornalísticas que fizerem o mesmo estão sujeitas à dissolução judicial.

Leia também:  A ditadura sutil brasileira segundo Manuel Castells

Eleições se decidem no voto. Quem perde se prepara para a próxima disputa. Numa democracia a fonte do poder é o voto popular, não havendo alternância de poder: o poder constituído é sempre exercido pelos representantes da maioria dos eleitores. Propaganda como a que tem sido feita por alguns jornalistas e políticos insatisfeitos com a derrota do PSDB não deve ser tolerada. O rigor da Lei deve ser observado, caso contrário o país pode ser levado à beira de uma guerra civil. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

88 comentários

  1. Divisão do Brasil

    Quem hoje cedo assistiu o Bom dia Brasil  pode ver o Alexandre Machado dar uma enquadrada “chamou na chincha” sua patner  logo após ela o  chamar para tercer comentario sobre  essa divisão abjeta do páis, que a midia vendida e os  perdedores querem usar como desculpas para sua derrota.  A sacudidela foi tão feia que apos a fala do Alexandre a imagem foi cortada para bancada  

    Bravos Alexandre por sua coerência 

      

    • Infelizmente estou tão

      Infelizmente estou tão adoentado que não tenho visto TV de manhã. Mas se isto aconteceu fico satisfeito. É neste momento que os heróis dentro das empresas de comunicação tem que se manifestar, rejeitando publicamente a barbárie e as conspirações contra a unidade nacional. Cumpra-se a nossa Constituição. O Brasil é uno, seu território é e continuará sendo indivisível. E quem não quiser viver no país governado pelo representante eleito pela maioria dos eleitores é livre para se mudar, se quiser provocar uma guerra civil vai encontrar resistência. 

      Se você puder linkar a discussão no telejornal aqui eu agradeço. 

  2. Isso de divisão é idiotismo

    Isso de divisão é idiotismo infantil.

    Em toda eleição polarizada os votos se dividem, se equivalem, e por regiões, até mais do que acontece no Brasil, vide o exemplo da democracia que eles mesmos elegem como a mais vistosa.

    Uma infantilidade inconsequente que pode trazer sequelas, como em outros momentos remotos da história do Brasil

    Querem mais uma vez colocar a divisão São Paulo X os demais estados brasileiros?

    A nossa imprensa é idiota, infantil e irresponsável

    Os números:

    • Concordo. Mas é preciso

      Concordo. Mas é preciso combater a irracionalidade daqueles que conspiram contra a unidade territorial do Brasil, caso contrário este cancer pode crescer e produzir uma desgraça (especialmente se conseguir apoio e dinheiro no exterior). Vejam o que ocorreu na Ucrania… 

    • Discurso falso, porém nada idiota

      A mídia e a oposição não estão propagando esse discuros à toa. A estratégia sectaria á historicamente a mais eficiente para dividir e conquistar.

      Mas não vamos embarcar nessa. O inimigo são os 1%, o reto é diversionismo.

      Gostaria de ver um mapa com essa divisão entre 99% da população e os 1%, como uma célula cancerosa minúscula encravada disfarçadamente em algum ponto pouco visível do território.

  3. O que estão propondo para o

    O que estão propondo para o Brasil, é o que basicamente já existe no microcosmo de cidades como Recife, os ricos ficam ilhados em seus muros de mais de 6 metros, viram as costas para a cidade, e, sempre que podem, tem em seus condomínios “tudo” o que necessitam para não ter de sair de seus bankers.
    Essa polvoroza em torno do resultado da eleição, não é nada mais, nada menos, que mudança na zona de conforto dessas pessoas devido a política social assertiva do governo federal nos últimos 12 anos.
    Nossa elite sempre foi exclusivista, formou-se baseada nas posses, no patrimônio e na renda, e não no conhecimento e na cultura, daí esses pensamentos tão rasteiros e despropositados.
    Quando leio notícia como essas chego a ficar até feliz, porque entendo que estamos no caminho certo para um país mais igualitário, sair da zona de conforto, agitar a água para misturar melhor é um bom começo, de início fica tudo turvo e parece uma tempestade, mas depois, com o tempo tudo fica um pouco mais homogêneo, acredito nessa metáfora para o que está ocorrendo no Brasil nos últimos tempos.

  4. Quem fomentou a divisão foi o

    Quem fomentou a divisão foi o PT, ricos x pobres, norte x sul, branco x negros, homens x mulheres.

    Colhe o que planta.

    • MENTIRA! Tu mentes, Aliança

      MENTIRA! Tu mentes, Aliança Liberal! Repeite ao menos uma vez teus colegas comentaristas. Se não tens nada a dizer, então se cale. Apelar para mentiras é feio, é asqueroso, é indigno. 

      Respeito tuas posições ideológicas, mas deploro a tua desonestidade intelectual. 

      É mentira que o PT fomentou essa divisão. Tu invertes simplesmente a realidade. O que Lula e outros líderes do PT e nós eleitores sempre ecoamos é que pela primeira vez na história os “escondidos”, os “invisíveis”, os “segregados”, a exemplo dos nordestinos, das minorias, foram focos de políticas claras para resgatar séculos de iniquidade. 

      Fico indignado quando apelas para essa falsidade. Lula pode ser tudo, menos BURRO. Jamais ele fomentaria como estratégia política essa aventada divisão. Vocês é que de maneira solerte inventaram e espalharam isso para justificar, isso sim, o enorme preconceito, o indisfarçável desprezo, o não negado ódio a essa parte do Brasil.

      O fato é que as elites  NUNCA, jamais, aceitaram a ascensão do PT e de Lula ao Poder. Se sentiram e ressentiram com as políticas que resgataram em parte a dignidade de milhões de brasileiros. 

      Não queira nos enfiar goela abaixo ideologia barata. Não somos burros. 

        • Em que isso se relaciona com

          Em que isso se relaciona com o tema? Ademais, a frase dita por Lula não induz a nada. Aliás, pode induzir para cabeças já pré-dispostas, já encharcadas de ressentimento como a tua. 

          O erro de vocês e quererem menosprezar a inteligência do Lula. Por isso é que levam peia há doze ano;  podendo chegar a vinte. Capacidade de fazer, é óbvio, pode ser traduzida como capacidade de trabalho, de reagir, de criar, de realizar, de confrontar…………………

          Inventa outro tá, Planchetta, digo, Zanchetta. 

    • Será decretado que o conflito Casa Grande e Senzala deixará

      Será decretado que o conflito Casa Grande e Senzala deixará de existir, até parece que as coisas funcionam assim, na base do faz de conta: Ah não quero o conflito por isso ou por aquilo…Como fugir disso se o conflito é um dado concreto. Tem é que ser mostrado, é nos choques de diferenças que surgem as estrelas, só parafraseando Chaplin

      [video:https://www.youtube.com/watch?v=0-UGWuzSYmY%5D

      • Na verdade a grande luta é

        Na verdade a grande luta é coletivistas vs individuo.

        Aqueles que recebem do estado pobres ou ricos, brancos ou pretos, homens ou mulheres.

        Versus quem paga a conta, pobres e ricos, brancos ou pretos, homens ou muulheres.

         

        • Na verdade você só acredita

          Na verdade você só acredita em democracia se seu partido ganha. Se ele perde você ignora a constituição e prega a fragmentação do país. Você quer ser vítima de uma bomba de fragmentação “made in Brazil”?

        • Durante os 500 anos de governo da Casa Grande

          Durante os 500 anos de governo da Casa Grande nada foi feito por esse povo, mais de 36 milhões de brasileiros morriam de fome. Não deixa de ser sintomática que a réplica da Nau Capitania que lembraria os 500 anos afundou sem entrar no mar na frente de FHC e índios convidados para o evento. Ai entra a Senzala e nestes 12 anos muda a face deste pais. A Casa Grande reclama alternância de poder desde que isso não ocorra em SP. Só sei que essa campanha foi bem isso: Por isso vimos nesta campanha com  reações de ódio o tempo todo, inclusive diante do resultado. 

        • “Na verdade a grande luta é

          “Na verdade a grande luta é coletivistas vs individuo.”

          Ah, isso é uma grande verdade.

          Só que você está do lado do coletivismo, meu.

          Pra você, o “coletivo” – isto é, “a economia” – é tudo que importa. Não importa que milhões de indivíduos passem fome, fiquem desempregados, sejam condenados ao analfabetismo, etc., desde que “a economia” vá bem.

    • Você é que vai colher o que

      Você é que vai colher o que está platando, meu chapa. Quem atenta contra a unidade territorial do Brasil é e pode ser tratado como inimigo interno. É função das Forças Armadas liquidar os inimigos do Brasil, inclusive aqueles que aqui dentro se propagam como um cancer. Quando as balas começarem a zumbir em volta de você e através de você não reclame…

    • Aliança, quem prega a divisão

      Aliança, quem prega a divisão são os preconceituosos que disseminam ideias nojentas, como as “teses racialistas” do seu adorado Instituto Mises, notório reduto de racismo acadêmico.

      Você é tão fanático por essas ideias, que acusa de intolerância àqueles que se sentem ofendidos pelo preconceito.

      Você é defensor do direito de ser preconceituoso, por incrível que pareça, você defende o preconceito em nome da tolerância. Isso só faz sentido no antro de fanáticos da qual você faz parte.

    • Errado

      A grande divisão que o PT, a esquerda mundial, as forças progressistas e as pessoas minimamente antenadas denunciam é entre os 99% da população e os 1% de uma elite psicopata, encastelada no setor financeiro, nas mega-corporações e na mídia.

      É um novo e perigoso absolutismo, onde não faltam são Marias Antonietas dando sábios conselhos como esse seu.

      Leia Piketty, a advertencia dele não ganhou audiencia por acaso, a concentração de renda e poder é o maior ameaça para a humanidade, pela escala em que está acontecendo.

      A onda sectaria no mundo atual tem entre outras coisas a de mascarar essa divisão fundamental e nos fazer crer que os inimigos são os gays, os heteros, os ateus, os muçulmanos, os cristãos, os imigrantes, os negros, os brancos, os evangelicos, os colecionadores de borboleta, etc.

      Não são. Os inimigos são ELES, o 1% e sua mídia cínica e hipócrita.

      Então, a menos que você faça parte do 1%, hora de despertar…

       

       

  5. “A eleição presidencial mais

    “A eleição presidencial mais parelha dos 125 anos de República deixa o país dividido entre os que produzem e pagam impostos e os beneficiários de programas sociais”.

    Sabem onde está escrito essa abominação em forma de MENTIRA, DE LEVIANDADE, DE SAFADEZA, DE DESRESPEITO, DE ATAQUE A UMA REGIÃO DO BRASIL, DE DEBOCHE A MILHÕES DE BRASILEIROS CUJO ÚNICO “PECADO” É NÃO TER NASCIDO NO SUL/SUDESTE MARAVILHA”?

    Pois eu respondo: NAS PÁGINAS SUJAS E IMUNDAS DO JORNAL ‘O GLOBO'” DA FAMÍLIA MARINHO, EM EDITORIAL DESTA DATA!

    NORDESTINOS! Vamos boicotar tudo que venha desse conglomerado de comunicações! Vamos ter vergonha na cara! Vamos ter amor próprio!

    Não podemos admitir que vagabundos safados, sonegadores de impostos, manipuladores da opinião pública, venham nos humilhar e depreciar!

    Vamos tirar cópia desse editorial e mandar para o Ministério Público Federal como denúncia de preconceito a uma parcela do povo brasileiros.

    Globo, seus dirigentes e jornalistas, vocês são uns safados!

    Jamais em meus 59 anos um indignação emergiu com tanto desespero quanto nesses dias em que uma parte do país, por coincidência a minha e de minha família, foi tão atacada e vilipendiada. 

    Mas a injúria, ressalte-se, não partiu, não parte de doidivanas das redes sociais. Nada disso. Vem das elites aí do sudeste devidamente representadas nesse mister pelos meios de comunicação e seus colunistas e blogueiros. 

    Hoje pela manhã já me chamara a atenção três reportagens altamente negativas envolvendo o nordeste com o fecho dado pelo âncora Alexandre Garcia que sem disfarçar uma expressão de sarcasmo conclui que “isso é desperdicio de dinheiro público; dos impostos PAGOS PELOS 40% dos brasileiros”. 

    Não faço piadas; não recorro à poesia ou ao “repente”; não apelo para vitimismo ou, ao contrário, para o ufanismo em termos de natureza, folclore, grandes personalidades; nada disso. Repilo essas ofensas na condição de homem, de ser humano, de integrante de uma comunidade que quer RESPEITO!

     

    • Esse editorial é uma vergonha!

      Merece repugnação nacional! Pregam o sectarismo e o ódio e ainda culpam os programas sociais por isso!

      Lição básica de economia para esse povo da mídia e para quem os acompanha: O Bolsa Familia volta integralmente para o governo sob a forma de impostos. O sujeito recebe o benefício, faz suas compras e logo de cara o governo recebe de volta uns 30% do valor entregue ao sujeito. O dono do mercado refaz seu estoque vendido e o governo recebe mais 30% do valor.

      E assim por diante, perceberam? Essa grana entra em circulação na economia gerando 30% de impostos em média a cada vez que muda de mão.

      Em contrapartida o dono da mercearia contrata um ajudante a mais para dar conta do aumento das vendas, o filho do beneficiario que trabalhava na lavoura volta para a escola para na familia não perder o benefício e por aí vai.

      Querer jogar nas costas de um programa inteligente desses a conta  da divisão nacional que eles mesmos estão criando é o cúmulo da hipocrisia e da irresponsabilidade.

       

    • Boicote apoiado

      Esquenta não JB, 

           Boicote, indiferença é nossa melhor arma, a gente está um passo a frente dessa turma mediocre e vendida. O diabro compra por menos do Bolsa Família. 

           Esses caluniadores perderam o trem da história, veja a conta que o Tom fez abaixo, coisa que os grandes analistas da infâmia sabem e insistem esconder, mas o mundo real, além das palavras é vivido todo dia pelos brasileiros de boa vontade.

            Da qui de Minas, eu insisto  em dizer a vocês o seguinte, permitam-me mais uma vez…no idioma, inerês:

            “ÊS  PENSA QUE  AINDA TAMOS NO PAÍS DOS AVÓS DÊS”. 

             

  6. Fragmentação do Brasil

    Bravo Assis Ribeiro, seus números mostram a imbecilidade do movimento, e além do mais, eu, carioca de gema e clara, jamais ficaria ao lado de racistas preconceituosos como estes, terial uma 4a coluna aqui no RJ.

    Mas não consigo me conter ao apontar o senhor FHC como um dos maiores incentivadores destes movimentos segregacionistas, quando, ao fim do 1o turno, em seu afã de reaver suas velhas mordomias, cunhou esta frase maldita: “Eleitores do PT são os incultos, não esclarecido e moradores dos rincões do país”

    Este senhor, nem conta sabe fazer pois, se o soubesse, verificaria que na sua gestão,  os incultos e analfabetos dos rincões eram estudantes durante a malfadada gestão do PSDB, onde o plano era mante-los nos rincões, famintos, doentes, sem acesso a cultura, covardemente isolados e esquecidos do resto do Brasil.

    Se antes a mídia e os poderosos deconheciam sua existência, hoje este povo ressurge como ícone no Brasil. Esta mídia canalha e estes reacionários facistas, juntos, me fazem lembrar da última cena descrita por George Orwel no livro “A Revolução dos Bichos”, onde os animias da fazenda, pasmos, olhavam para grupos de homens e porcos reunidos sem conseguir diferenciar o homem do porco.

  7. SP elegeu Collor

    Os aecistas se esquecem que Fernando Collor foi eleito por causa da maioria que teve em SP…ah que povo sabido…rssss

     

     Soldadinho de chumbo disse:

     

      No Brasil, muita gente que se intitula informada, na verdade, é deformada por uma imprensa que defende interesses próprios. Não falo isso de todos os eleitores do Aécio, pois uma parte deles, parte essa que é minoria, sabe por que vota no PSDB.
    Essa minoria defende o estado mínimo e isso é um direito dela, apesar de eu não concordar, agora, pra dar um número, cerca de 70% deles nem tem ideia do que isso significa.
    Se as pessoas fossem bem informadas de verdade, e isso que vou dizer não é exagero, acredito que Dilma venceria com 80% dos votos.

  8. O muro tem que separar Minas

    O muro tem que separar Minas e Rio de Janeiro também, tem aquela piada dum gênio que apareceu para um argentino e um Brasileiro e concedeu um desejo para cada um, o argentino pediu para para fazer um muro de 5 metros de altura separando a argentina do resto da América do Sul, o Brasileiro pediu para encher o lado argentino de merda.

     

    Se separar de verdade saio aqui do Paraná e vou pro Nordeste, o terra boa.

    • Pois é… A gente aqui no RJ

      Pois é… A gente aqui no RJ tb votou na Dilma e vai ter que ficar com os odiadores? Eu tb quero subir. Não é justo deixar o RJ com os coxinhas, não. Não dá aí pra negociar com o ES e incluir o RJ, não? Fazer um mergulhão passando por baixo ou uma ponte…

      A Globo vai ficar em SP, né?

       

  9. Se o Rio de Janeiro não tomou

    Se o Rio de Janeiro não tomou iniciativa após o roubo do ICMS do petróleo e após o roubo da compensação(royalties) pelo roubo inicial, esses movimentos não devem ser levados a sério.

  10. Cretinice

    Quem prega essa vergonha é de uma cretinice a toda a prova, a história já viu isso, que custou muitas vidas, nos Estados Unidos, e a parte que queria se separar era igualmente mais reacionária, escravista, mais intolerante, não por acaso, aqui dá igual. E uma proposta nada representativa, pois a Dilma recebeu 26 milhões dos seus 54 milhões de votos, só do Sul/Sudeste. O Estado que mais votos deu a Dilma (quase 8,5 milhões) foi São Paulo. Portanto, viva o povo paulista, brasileiros que escolhem livremente seu destino político. Nada de dar muita bola a estes fascistas de ópera bufa.

  11. Essa divisão forçada já tá

    Essa divisão forçada já tá pegando mal… Os grupos de comunicação PERDERAM a eleição e acabou; agora tentam promover o caos com essa simulação de racha… Vamos ver o que fará o MP.  

     

     

    • É isso mesmo Cristiana

      O que está pegando mal também é a quantidade de gente do lado progressista caindo na armadilha e embarcando no sectarismo divisionista da oposição e seu histérico porta-voz. a mídia.

      Menos inocencia e mais estratégia, meu povo.

  12. MG poderia ter eleito Aécio Neves

    Acabo de receber via Jô Carvalho,

    um trabalho de AMANDA DASSIÊ…

    MAPA ELEITORAL DO BRASIL DO DIA 26 DE OUTUBRO

     

     

    Fonte: https://www.facebook.com/jo.carvalho.104

     

    Vejam isso gente, prá acabar com essa coisa de ódio contra o nordeste…

    Eh o que eu tenho dito por ai. não podemos cair nesse discurso que rola por ai…com seus motivos o nordeste foi aquele mar pt mas houve vários mares pt Brasil afora como se vê no gráfico. Dilma venceu em MG com ampla vantagem…venceu no RJ…o Tuma Jr postou lá um mapa dividindo o Brasil..tanta burrice…nem SP é o que eles pensam pois apesar de Dilma ter perdido lá não podemos nos esquecer do evento no Tuca….e Dilma recebeu muitos votos em SP,,,não podemos nos esquecer que a elite de SP tem grande poder sobre os paulistas e foi por iss nos enfiaram Collor goela abaixo e agora tentaram emplacar  Aécio  só que não deu né…..

     

    O que precisamos agora é nos unir para exigir do Congresso a aprovação das medidas que tanto precisamos

     

    O mapa das eleições, por Thomas Conti

     

    Jornal GGN – As eleições terminaram e as críticas e o preconceito contra o eleitorado do nordeste inundaram as redes sociais. Já surgiram, inclusive, mapas separatistas, de um Brasil sem nordeste, conduzido por um vitorioso presidente tucano. As impressões, no entanto, são equivocadas. Dilma venceu em todos os estados do nordeste, mas venceu também no Rio de Janeiro e Minas Gerais, e conseguiu se manter próxima o bastante nos estados em que foi derrotada para sair vitoriosa do pleito com estreita margem. O Blog do Thomas Conti preparou um mapa mais realista para retratar o resultado das urnas.

     

    Contra o preconceito! O Resultado Ponderado das Eleições por Estado

    Por Thomas Conti

    Do Blog do Thomas Conti

    Contra o Preconceito! Pessoal, não resisti e acabei fazendo esse gráfico! Quem quiser/puder ajudar a compartilhar, agradeço muito! Para quem tiver interesse, no fim do texto explico como construí esse gráfico.

    RESULTADO DAS ELEIÇÕES – MENOS ÓDIO POR FAVOR

    Devido ao enxame de declarações preconceituosas vergonhosas que invadiu o Facebook depois de apurados os votos, acho bom as pessoas terem em mente que não apenas estão propagando um discurso de ódio tacanho e lastimável, como ainda estão com uma visão completamente equivocada da realidade deste país!

    Os gráficos que foram veiculados distorcem o cenário eleitoral: dezenas de milhões de nordestinos não votaram na Dilma, dezenas de milhões do sudeste não votaram no Aécio! Não adianta ficar propagando ódio contra esse ou aquele grupo, venceu quem teve o maior número de votos ENTRE 144 MILHÕES DE ELEITORES.

    Qualquer generalização de gênero, cor e classe social não vai conseguir dar conta de tudo isso, então façam o favor de parar de instilar veneno e preconceito!!!! Ninguém é obrigado a continuar ouvindo isso!

    Como foram obtidas essas escalas de cor?

    Usando o Excel 2013, computei o percentual de votos válidos de cada candidato em uma tabela. Nas versões mais novas, o Excel tem um recurso chamado Formatação Condicional que permite ao programa colorir automaticamente tabelas a partir de uma instrução. Usando esse recurso, selecionei o vermelho básico para 100% de votos em Dilma, e o azul básico para 0% de votos em Dilma. Depois fiz o contrário para a coluna do Aécio: 100% de votos nele é o azul básico, e 0% de votos nele é o vermelho básico. Feito isso, todos os valores intermediários são coloridos automaticamente pelo excel, formando uma cor que reflete precisamente o grau de distância entre 0% e 100% nessas escalas. O fato de as duas colunas terem precisamente a mesma coloração atesta a precisão do programa.

    Por que os Estados do Sudeste parecem menos azuis?

    Isso se deve à proporção que cada candidato teve de votos por Estado. Nos Estados em que Dilma teve o pior desempenho – Acre e São Paulo – obteve ainda assim 36% dos votos válidos, 15 pontos percentuais a mais do que o pior desempenho de Aécio, que foi de 21%. Ou seja, mesmo nos Estados do Sul o peso de no mínimo 36% para a cor vermelha acaba atenuando um pouco a força da cor azul.

     

     

     

    Em breve farei um gráfico com 3 escalas de cor para representar visualmente também os votos brancos, nulos e abstenções, seguindo a sugestão do meu colega Henrique Braga. 

    https://www.facebook.com/conti.thomas

     

    eleições 2014: obrigado, norte e nordeste!

     

    Por alex castro

     

    obrigado ao norte e nordeste, por nos salvarem do eleitorado paulistano, e um aviso: se forem construir um muro dividindo o brasil, minas e rio ficam do lado de quem luta contra a pobreza. não contem conosco no país das elites mimizentas.

    * * *

    se ganhar já não é fácil, ser bom ganhador é quase impossível.

    então, estou fazendo um esforço hercúleo aqui pra não nadar e fazer cambalhotas na piscina de lágrimas dos tucanos.

    deixo com vocês somente essa matéria da insuspeita folha de são paulo, que já tripudia em meu nome: no leblon, eleitores de aécio falam em deixar o país (sério, o título parece banal, mas não deixem de ler.)

    * * *

    outras duas matérias auto-explicativas: nenhuma cidade brasileira deu a aécio uma votação maior que miamidilma conquista 37 das 41 cidades onde marina venceu

    * * *

    o país não está dividido.

    no presidencialismo, quem ganha leva tudo. a vitória de dilma lhe dá um mandato para implementar o projeto ideológico que nós, seus cinquenta e uma milhões de pessoas eleitoras, lhe outorgamos.

    foi PARA ISSO que votamos nela.

    como todo governo, ela vai governar cercada de profissionais que compartilham desse seu projeto. (um processo que, na época deles, os tucanos chamavam de “governar com os bons” e hoje chamam de“aparelhamento”.)

    o primeiro governo de dilma foi uma decepção para a esquerda.

    agora que está eleita, é a hora de darmos um passinho atrás e começarmos a fazer uma oposição sistemática e fundamentada a ela, a partir dos ideais de esquerda.

    eu ficaria satisfeito se dilma apenas fizesse metade do que os tucanos temem que faça.

    * * *

    o país não está dividido, mas tem muita gente querendo que estivesse.

    hoje, vi esse mapa.

    e, como carioca & fluminense, gostaria de dizer que não, não: chega esse muro mais pra baixo.

    nas palavras imortais do coronel telhada, político conservador paulistano:

    “já que o brasil fez sua escolha pelo pt, entendo que sul e sudeste (exceto mg e rj) iniciem o processo de independência. … por que devemos nos submeter a esse governo escolhido pelo norte e nordeste?”

    nunca pensei que fosse escrever essas palavras mas… o coronel talhada tem razão!

    se fosse pra construir o muro (e claro que não é), rio de janeiro e minas gerais teriam que estar do lado de cá. do lado de quem luta contra a pobreza. do lado de quem tem compromisso com as causas sociais. do lado de quem não consagra no primeiro turno turno o governo que lhe faz passar sede.

    se quiserem fazer o país das elites sem-coração, do mimimi pelos impostos escorchantes, das pessoas que são contra o bolsa-família, podem até fazer (sentirei falta da praça roosevelt, mas sei que ela é nossa de coração).

    só não esqueçam que o inhotim e o cristo redentor, guimarães rosa e machado de assis, ouro preto e paraty, aleijadinho e tom jobim, ficam todos do nosso lado.

    mal, aí.

    (as pessoas esquerdistas do sul e do sudeste podem ficar tranquilas: serão recebidas em nosso país de braços abertos, como refugiadas políticas!)

    * * *

    nos últimos dois anos, viajei com o meu encontro “as prisões” para todas as regiões e quase todas as capitais do brasil. lentamente, estou quebrando minha tão-ridícula e tão-nociva perspectiva sudestocêntrica do país.

    por isso, nesse momento de vitória e celebração, eu gostaria de agradecer muito a todos os estados da região norte e nordeste.

    no rio, conseguimos eleger dilma, a muito custo e por muito pouco. não teria bastado para compensar o resto do sul e sudeste. quem ganhou essa eleição foram vocês.

    muito obrigado por elegerem a candidata mais comprometida com as causas sociais.

    muito obrigado por impedirem o brasil de ser governado pelos candidatos das elites mais insensíveis.

    muito obrigado por salvarem sul e sudeste de si mesmos.

    devemos muito a vocês.

    não vou nunca esquecer essa dívida.

    * * *

     

    Outros artigos sobre o tema:

     

     

    Maria Frô: O Brasil não está dividido

    http://www.revistaforum.com.br/mariafro/2014/10/27/os-fatos-versus-estupidez-o-brasil-nao-esta-dividido-e-o-odio-nao-prevaleceu/

    Entrevista com Thomas Conti ao R-7

    http://www.viomundo.com.br/politica/r7-pesquisador-thomas-conti-explica-o-mapa-brasil-que-viralizou-nas-redes-sociais.html

      

     

  13. RODA MORTA E JORNAL DA CULTURA

    Ontem, segunda feira, nesses programas, o assunto era esse. Brasil dividido. Mas houve resitência.  Acho que a esquerda acordou. O Nunes babava para defender o Aécio. O ódio continua. É GOLPE!

  14. Se separar, quero minha nacionalidade nordestina

    Logo a jegaiada que propõe essas asneiras de separação esquece. Sempre tem os “integralistas” da vez, mas é aquela minoria pregando para os convertidos-amalucados. 

    Falei ontem num comentario que conversando com uma psicoterapeuta que mora em Sampa, hospede em minha casa, sobre as propostas de Haddad, e falando num tom de admiração pelo bom prefeito que a capital paulista tem, ela se mostrou totalmente desinformada, a ponto de dizer que a proposta de IPTU para a cidade era de um aumento “la em cima para a classe média”. 

    Desse jeito, o PT nunca fara um bom governo aos olhos dessa gente. 

    • Não dá corda nesse discurso

      Não é nordeste contra sul nem pobres contra ricos, são os 99% contra os 1%.Elite minúscula, poderos e psicopata versus a imensa maioria da popuação. Problema mundial.

      Esse também o placar se a agenda progressista for exposta para votação sem manipulações.

  15. Desculpem o termo chulo, mas

    Desculpem o termo chulo, mas logo essa babaquice acaba. A eleição não foi para decidir secessão, foi para um novo funcionário público. A maior parte do eleitorado do Sul/Sudeste optou por uma corrente diferente da que se elegeu, foi uma escolha legítima, soberana. E daí ? Não pode ? O resto é exagero da turma que gosta de aparecer. 

  16. Olha ai..  no metrô!
    Ano

    Olha ai..  no metrô!

    Ano passado postei aqui que observei por várias vezes pessoas (sempre 2)

    estrategicamente pregando a violência nas manifestações.Pois bem já  há

    relatos de figuras ( o tal orgulho paulista) pregando não só a independência

    de S.Paulo como o impeachment de Dilma.Falam alto num diálogo manso

    mas incisivo,olham para os lados, sorrindo para quem faz menção que

    concorda, mas bufam e espumam quando questionados.Isso vai dar “treta”!

  17. Os símbolos nacionais e o governo provisório

    O Brasil do Sul terá sua capital provisoriamente no Leblon. A transferência para Miami está em estudos.

    Chefe de Estado e Pai da Pátria: THCardoso (enquanto não ficar pronto o teste de DNA).

    Junta (tudo e põe no lixo) de governo: Anéscio Fezes, Geraldo Seckmim, Beto Rincha, Armínio Praga.

    Moeda: Dólar tucaniensis. A taxa de câmbio será fixa: US$ 1 equivalerá a 1,71 tucano. Todas as cédulas terão como efígie o pilantropo George Soros.

    Hino nacional: ainda indefinido. Será realizada uma edição especial do the voice.

    Lema nacional: Ôh loco meu!

    Cidadão típico: 

     

    • Lição de geografia futura:

      Lição de geografia futura:

      – Feita a separação, o Estado de São Paulo passou a se chamar TUCANISTÃO (por causa do atraso na gestão)  com a capital em   COXINHÓPOLIS (nome antigo da  cidade de São Paulo),  onde existe a maior concentração de coxinhas por metro quadrado do planeta Terra.

       

  18. Risível…

    …a turma do muro. Não pela gravidade da imbecilidade, mas pela ignorância abissal.

    Abaixo a bandeira do Brasil do Sul… com uma estrela para o sul, o sudeste e o centro-oeste:

    Como podemos ver, os quatros membros no chão denotam a capacidade intelectual dos autores da proposta.

  19. Eles erraram no desenho do

    Eles erraram no desenho do muro. Nunca fazem nada certo. Rio e Minas tem de estar do lado de cima do muro pois deram vitória ao “atraso” das políticas sociais e ao PT.

  20. Só para não esquecer. No

    Só para não esquecer. No sudeste Dilma ganhou em Minas e no Rio. Quem sempre alimentou, ao longo da história, sonhos separatistas foi São Paulo. Parece que partem de lá os focos de ataque sem trégua da mídia e do sistema financeiro ao governo Dilma. Espero que a sede e a falta de banho traga um pouco de humildade e clareza de ideias ao grande povo paulista.

  21. Alguém realmente acredita?

    Ao dar importância a esse movimento separatista de alguns delinquentes mais alguns zoadores, estamos perdendo tempo e energia. Alguém realmente acredita que esse pessoal está ameaçando a integridade da nação? Só tenho um reparo no mapa que os zoadores fizeram. O sul da Bahia tem de ficar conosco, incorporado ao estado de Minas rs rs.

  22. Isso tem que cair na conta do

    Isso tem que cair na conta do PIG

    Acredito que pelo menos 70% desse povo foram enganados pelo PIG.

    O restante pensa isso mesmo desde a década de 30.

  23. Acho que esse eleiçaõ

    Acho que esse eleiçaõ doeu..doeu demais para “eles” sim eles”!

    O inconformismo esta de  numa violência a la periodo da ditadura,

    não tarda aparecerão defuntos.A idéia de criar um clima Venezuelano

    esta sendo gestada, Dilma e setores democráticos da sociedade

    inclusive sim..parte do PSDB tem que entrar em ação já.. antes

    que a coisa perca o  controle.

    • “Eles” são mais de 50 milhões

      “Eles” são mais de 50 milhões de brasileiros… e a Dilma ainda tenta pregar “União”…

      • Errado.

        “Eles” são 1% e nós 99%. As divisões internas dos 99% são estratégias divisionistas e diversionistas, alimentadas pela mídia pela desinformação, discursos de ódio e sectarismos. O fenomeno é mundial, agenda sectaria não campeia à toa.

        Faça uma pesquisa com alguns “deles”, como você os chama. Pergunte se eles preferem que a grana do pré-sal vá para a educação ou para os investidores privados da Petrobras, se eles são a favor do aumento de juros, da redução do salário mínimo…

        A minoria favorável facilmente volta atrás com a informação adequada.

        Muito pouca gente fecha ideológicamente com  a agenda oposicionista.

  24. Uma visão alternativa sobre o discurso da divisão do pais.

    Caro Nassif e demais companheiros do blog, peço licença pra compartilhar com quem tiver paciência uma reflexão um pouco mais alongada sobre o preocupante tema da suposta divisão nacional provocada pelas eleições:

    Uma das mais fortes características dessa eleição, destacada insistentemente  pela mídia e pela oposição,  teria sido a de um Brasil supostamente rachado, entre norte e sul, pobres e ricos, retrogados e modernos, petistas e psdbistas.

     O resultado apertado da votação e a distribuição regional e social da votação supostamente validaria essa análise, já que a maioria proporcional dos votos petistas veio da região nordeste e das camadas mais pobres da população.

    A conclusão dessa interpretação, a que somos cuidadosamente guiados, é a de que o Governo só conseguiu se reeleger graças ao voto comprado através de programas sociais cujo único objetivo seria garantir o cabresto dessa massa eleitoral, insinuam, pobre, ingênua e ignorante. Para piorar um pouco mais ainda, dão a entender que é justamente essa estratégia que está rachando o país.

    Entretanto basta uma analise uma pouco mais cuidadosa para rapidamente desconstrurimos essa interpretação e insinuações.

    Primeiro cabe destacar o que dividiu o eleitorado. Será que foram as propostas de cada partido? Será que o que provoca essa terrível cisão nacional é a ideologia do eleitorado?  Fomos vitimados por uma forma extrema de contaminação ideológica que está ameaçando a unidade nacional? Ou será que o que tivemos na verdade foi um plebiscito sobre o governo Dilma, que escapou da derrota apenas graças a essa manipulação vergonhosa?

    Nada disso. A divisão de votos foi entre duas imagens, duas representações construídas na mente do eleitor, algo muito menos concreto e objetivo do que ideologias, programas de governo ou avaliação de politicas publicas.

    Nem é preciso gastar muito tempo descrevendo o papel da mídia na modelagem da opinião das massas numa sociedade moderna. Basta relembrar o essencial, que essa manipulação se faz apelando para mecanismos inconscientes, associando imagens, marcas, símbolos a determinadas emoções, positivas ou negativas, de modo a induzir a aderencia ou rejeição a essas marcas.

    Uma campanha eleitoral moderna não se faz em torno de dados objetivos como estatísticas, informações históricas, biografias. Mesmo quando mencionados, esses componentes são sempre filtrados por emoções previamente cultivadas na mente do eleitor.

    Se por exemplo, o eleitor topa com a informação de que o governo investiu alguns milhões para financiar um porto em Cuba, essa informação não será lida em termos de beneficios de renda e empregos gerados para as empresas brasileiras contratadas para o empreendimento ( dados objetivos) mas sim como um desvio de finalidade do BNDES, que financia um pais estrangeiro, ainda por cima comunista, em vez de financiar a industria nacional. Essa percepção distorcida só foi possível pela estratégia longa e previamente trabalhada de “colar” na marca PT símbolos como “comunista”, “corrupção”, “ineficiência”, “aliado de Cuba”, para ficar só em alguns.

    Vários anos de exposição constante do eleitor a esse tipo de associação da marca “PT” com alguns signos previamente selecionados são capazes de torná-lo muito mais receptivo a esse tipo de conclusão, de caminho mais curto quando sua mente já foi dominada pela associação de idéias nela criada.

    Portanto a divisão registrada no eleitorado não é ideológicamente enraizada,  mas sim provocada pela maior ou menor vulnerabilidade a esse controle mental.

    O paradoxo é que essa vulnerabilidade hoje é muito maior entre as classes de maior renda, que estão muito mais expostas à influencia da mídia, assistem TV a cabo, assinam revista, lêem um jornal diario… O efeito é devastador quando se considera a tremenda sinergia das mensagens veiculadas em diferentes meios. Têm  basicamente o mesmo teor (evidente pois o dono da voz também é o mesmo, embora assim não pareça ao eleitor), complementam-se e reforçam-se mutuamente, deixando assim pouca margem para uma interpretação mais crítica do seu conteúdo.

    Já as classes mais pobres estão muito menos expostas a esse tipo de influencia,  e assim sua percepção do momento politico e econômico se dá mais pela chamada vida real, fazendo as contas diárias do orçamento, fazendo compras, observando o aumento de oportunidades de empregos, etc..

    Ao contrario do que prega a mídia, portanto, nas democracias atuais, instrução, educação e nivel de renda e região não são critérios para dividir o eleitorado entre mais ou menos consciente, atrasado ou politizado, mas antes retratam uma maior ou menor exposição aos mecanismos midiáticos de influenciar a percepção do eleitor, de “interpretar” para ele a própria realidade em que vive.

    Para confirmar a ausência desse racha ideológico e social do país, que estaria ameaçando a nossa sociedade segundo a mídia e a oposição, bastaria apresentar a eleitores de diferentes classes e regiões uma relação com principios programaticos do PT e do PSDB.

    Quem seria a favor dos cortes dos gastos sociais, contra a redução de impostos, contra a atuação dos bancos públicos, a favor dos lucros do pré-sal irem para os investidores da Petrobras e não para a Educação, a favor do aumento dos juros?

    Duvido que uma pesquisa que colocasse lado a lado esses e outros principios resultasse numa divisão quase 50/50 como a que vimos na eleição.

    Portanto antes de considerar que metade da população virou inimiga, de xingar paulistas ou nordestinos, de romper com amigos e vizinhos, considere que a opção eleitoral não refletiu uma opção ideológica ou programática consistente, e sim um processo de desinformação midiatica que pode ser revertido com a estratégia oposta, simplesmente mais e melhor informação. A ampla maioria apoia uma agenda progressista quando analisada objetivamente, sem manipulações. Pelo menos 30% do eleitorado do PSDB é altamente volúvel, estava com Dilma, depois com Marina e acabou com Aécio. São os mais fáceis de reconquistar.

    O que não se deve de maneira alguma é afastá-los de vez, embarcando no discurso do sectarismo e do ódio proposto pela mídia.  Essas são duas emoçoes das mais primitivas do ser humano e, conforme a história ensina, as mais adequadas para a manipulação politica,  para por em pratica o famosos “dividir para dominar”, para levar as sociedades à beira de um conflito aberto. O agravante é que “ódio” e “sectarismo” são duas emoções que a mídia trabalha há muito tempo para colar na marca “PT”, então ela está a vontade para não só promover esse discurso mas também para culpar o próprio PT por ele!  

    Aceitar o rótulo de “partido dos pobres” também não parece uma boa idéia em uma sociedade cada vez mais de classe média, famosa por tentar copiar o comportamento e a ideologia das classes mais ricas. A agenda progressista não é uma agenda classista é uma agenda da ampla maioria da população, dos 99% contra os 1%, essa sim a grande fratura da nossa sociedade, no Brasil e no mundo.

    Por fim, o campo de batalha das forças progressistas não deve ser o da manipulação, não dá pra enfrentar a mídia nele, nem precisamos. Quem precisa manipular é quem depende da distorção dos fatos. Nosso maior trunfo é que os FATOS estão do nosso lado, então nosso campo de batalha mais adequado é o da informação e o da educação politica. Só assim desmontaremos o discurso sectário que alimentou o crescimento de uma oposição e um candidato tão pífios e nocivos.

    Não podemos cair na mesma armadilha de agora em diante, o erro poderá sair bem mais caro da próxima vez.

     

    • Sempre culpando a

      Sempre culpando a mídia.

      Segundo você o certo é votar na Dilma e o errado é votar no Aécio, e a mídia, pelo que você faz pensar, está do lado do Aécio.

      Segundo você, o pobre que recebe bolsa família só vota na Dilma porque não se informa na mídia. Caso contrário, mesmo recebendo o bolsa família, votaria no Aécio.

      Segundo você os votos em Aécio são de pessoas que foram envenenadas pela mídia. Pessoas que não possuem a mínima capacidade de pensar por si mesmo, sendo facilmente ludibriadas.

      Mas como a mídia faz isso? Será que ela possui uma fórmula mágica secreta que sorrateiramente fisga a mente das pessoas? Menos, é claro, os  intelectuais, artistas e estudantes.

      Mas, será que toda mídia é assim? Não. Existe a mídia que presta, e a mídia que não presta.

      Mas como saberemos qual é a mídia que presta?

      Aceito sugestões.

      • Resumindo

        Ninguem em sã consciência tentaria negar o poder da mídia na formação da visão de mundo, da ideologia, da cultura e dos hábitos das pessoas em uma sociedade moderna.

        Também ninguém saudável negaria o caráter partidário da mídia brasileira, o combate radical que realiza ao Governo Dilma, ao PT e o seu apoio às teses ooposicionistas.

        Então fazendo essa conta de 2 + 2 temos a reposta ao seu primeiro questinamento.

        Tire a dúvida por você mesmo. Pergunte aos eleitores do Aécio que você conhece se ele apoia a elevaçãos dos juros, se ele acha que o salario minimo subiu demais, se ela não acha que devemos defender o mercado interno, se ele concorda que os bancos publicos tambme devem deixar as empresas sem crédito quando os bancos privados entram em pânico, e por aí vai.

        Bastam 10 minutos de diálogo que você perceberá que a maioria dos eleitores do Aécio apóiam as teses da Dilma, não do Aécio. Eu fiz isso durante meses, cansei de ver eleitores da oposição ficarem totalmente sem argumentos para justificar seu voto. Foi obviamente um voto manipulado emocionalmente, um apelo ao preconceito e ao ódio que sustentaram boa parte desses votos.

        Como sabermos qual a mídia que presta? Cuidando da cabeça, diversificando e aprofundando nossas fontes de informação, dialogando sem preconceitos sobre os temas eleitorais, apelando para a razão e não para a emoção.

        Embora hoje no Brasil e no mundo a mídia seja uma máquina de emburrecimento poderosíssima, sempre há alternativas para quem opta pela razão como fonte de decisão.

    • Muito boa análise!

      Gostei da sua análise e concordo com bastante do que você disse. Talvez só faria uma pequena observação:

      Essa percepção distorcida só foi possível pela estratégia longa e previamente trabalhada de “colar” na marca PT símbolos como “comunista”, “corrupção”, “ineficiência”, “aliado de Cuba”, para ficar só em alguns.

      Eu penso que devemos até relativizar a própria negatividade existente nos termos: “comunista”, “aliado de Cuba”,. No fundo a negatividade e preconceito contra estes termos vem de tempos mais antigos e até chega a parecer “natural”, mas não é !

      Vários conceitos e lutas do comunismo e de Cuba ajudaram ao mundo como um todo evoluir. As pessoas se contaminam e depois esquecem que várias conquistas do trabalhador na sociedade capitalista foram conseguidas pela luta e pelas ideias difundidas pelo comunismo. E o caso de Cuba é ainda mais carregado de preconceitos. Cuba tem grandes avanços e conquistas obtidas pelo comunismo, como a medicina! A própria ideia negativa associada a estes termos já é um preconceito produzido pela lavagem cerebral midiática!

      • Também concordo

        A negatividade não está nos termos em si, muito menso em miha visão sobre elas, porém as marcas “Cuba” e “comunistas”, também tiveram seu conteudo semântico esvaziado e distorcido pela mídia. No imaginario que tentam construir, viraram tambem sinônimo de ditadura, opressão, atraso, etc…

        Sua análise está correta, principalmente ao reestabelecer um significado mais adequado à realidade para esses termos.

  25. Constituição Federal é uma

    Constituição Federal é uma coisa engraçada… alguns artigos valem, outros nem tanto…

     

    Constituição Federal de 1988

    Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

     

    Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.

     

    § 1º – O casamento é civil e gratuita a celebração.

     

    § 2º – O casamento religioso tem efeito civil, nos termos da lei.

     

    § 3º – Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento. (Regulamento)

     

    § 4º – Entende-se, também, como entidade familiar a comunidade formada por qualquer dos pais e seus descendentes.

     

    § 5º – Os direitos e deveres referentes à sociedade conjugal são exercidos igualmente pelo homem e pela mulher.

     

    § 6º – O casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio, após prévia separação judicial por mais de um ano nos casos expressos em lei, ou comprovada separação de fato por mais de dois anos.

     

    § 6º O casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio. (Redação dada Pela Emenda Constitucional nº 66, de 2010)

     

    § 7º – Fundado nos princípios da dignidade da pessoa humana e da paternidade responsável, o planejamento familiar é livre decisão do casal, competindo ao Estado propiciar recursos educacionais e científicos para o exercício desse direito, vedada qualquer forma coercitiva por parte de instituições oficiais ou privadas. Regulamento

     

    § 8º – O Estado assegurará a assistência à família na pessoa de cada um dos que a integram, criando mecanismos para coibir a violência no âmbito de suas relações.

     

  26. O pessoal do sul e sudeste

    O pessoal do sul e sudeste que votou em Dilma vai ter duas opções:

    1 – Se muda para algum dos estados da parte de cima do muro.

    2 – Continua onde está, mas passa a usar uma estrela vermelha costurada em suas roupas, para que as pessoas “de bem” possam identificar facilmente os traidores comunistas.

    Alias, essa segunda opção já foi adotada antes, mas a estrela era diferente e na cor amarela…

    • A coisa era mais sofisticada!

      Judeus : estrela amarela.

      Comunas: triangulo vermelho

      Comuna e Judeu: estrela amarela e vermelha.

      Homossexuais, ciganos e outras minorias  eram devidamente catalogadas.  (ver em http://falcaodejade.blogspot.com.br/2012/09/o-escritor-frances-jean-le-bitoux-e-os.html)

      Mais com a tecnologia  “detecta” creio que vai ser mais simples, via chip!  Passou por área não autorizada ( como certos redutos no coração de Higienópolis – nome este bem sui generis – e a Gestapo , digo a Divisão dos Homens Bons e das Senhoras pela Moral e os Bons Costumes atuaram “detetizando” (pois são como baratas!) a área!

  27. Nassif, veja o lado positivo de MG virar um imenso lago

     

    Considerando-se a alitude de Poços de Caldas, de 1.162 metros, certamente sobreviveria à inuncação e se transformaria num maravilhoso, chiquérrimo e concorrido balneário. A volta dos velhos tempos. Guaranésia ficaria na mesma situação, com seus 751 metros de altitude. E ainda resolveria um trauma mineiro ancestral: a falta de mar. 

  28. Notei que a mídia está mais feroz e descarada

    Estão mais descaradamente pró PSDB, e anti-PT do que nunca;

    E é assim, porque contam com o  aval dos ‘virtuais’ 48% ‘anti-PT’ neste pós eleição;

    Além de capturá-los, querem firmar-lhes o antipetismo, pregado durante as eleições por eles e pela campanha PSDBista;

    Querem o apoio virtual desta parcela da população, pra combater com a falácia da “liberdade de imprensa”, antes mesmo de qualquer denúncia que o PT demonstra fazer.

    Ao mesmo tempo, cai como uma luva alimentar e manter os 48% no antipetismo o máximo de tempo possível, pois estes reclamam da mídia ser PTista: Ora (pensam aqueles) se a mídia não fala da real intenção do PT de implementar a ditadura comunista e transformar o Brasil numa Cuba, logo, são controlados pelo governo. (afs…) Desta forma, se os dois lados atacam, logo a mídia se colocará na posição de isenta.

    Já que a população brasileira não aprova a mídia, o melhor é dividi-los ideologicamente, e ela se colocar no meio.

    Tendo isto em vista, fica evidente que proliferar o preconceito, fascismo, separatismo é essencial pra mídia.

     

    • Pede opinião para a Cristina

      Fala com a Srª Kirchner.  Ley de Medios já! Antes que seja tarde e as vivandeiras  golpistas de plantão consigam “ajuda humanitária” dos de sempre!

  29. Tem dedo de gringo nesta

    Tem dedo de gringo nesta tentativa de balcanização do Brasil! Isto só interessa muito a…eles!

    Para esse tipo de proposta existe uma resposta: Forças Armadas! Entretanto, temos que conversar muito antes e apaziguar os ânimos. Dilma está certíssima, mas quem insistir conspirar contra a pátria deve ser preso! Chega de alimentar esta midia canalha e sabuja que quer fazer o trabalho sujo de seus patrões do norte!

  30. À direita, muros. À esquerda, pontes.

    Quando o muro separa uma ponte une
    Se a vingança encara o remorso pune
    Você vem me agarra, alguém vem me solta
    Você vai na marra, ela um dia volta
    E se a força é tua ela um dia é nossa
    Olha o muro, olha a ponte, olhe o dia de ontem chegando
    Que medo você tem de nós, olha aí
    Você corta um verso, eu escrevo outro
    Você me prende vivo, eu escapo morto
    De repente olha eu de novo
    Perturbando a paz, exigindo troco
    Vamos por aí eu e meu cachorro
    Olha um verso, olha o outro
    Olha o velho, olha o moço chegando
    Que medo você tem de nós, olha aí
    O muro caiu, olha a ponte
    Da liberdade guardiã
    O braço do Cristo, horizonte
    abraça o dia de amanhä

    Maurício Tapajós e Paulo César Pinheiro

    http://youtu.be/y0xRfgeJLNo

  31. O Ministério Público Federal

    O Ministério Público Federal tem entre suas atribuições institucionais (foi constituido para isso )  a defesa do Estado Democrático de Direito.

     

    O que esses propagadores do ódio e da divisão estão fazendo às claras, ao vivo e a cores, com tudo registrado na internet, tem até deputado federal eleito por São Paulo propagando isso, parece que um tal de coronel telhada, é crime contra a organização do Estado Brasileiro, ninguém precisa representar ao MP Federal para que investigue, processe e puna os responsáveis por essa barbaridade, é da sua competência agir de ofício nesses casos.

     

    COM A PALAVRA E AÇÃO O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, ou será que eles só servem para perseguir petistas e vazar denuncias ilícitas  contra o governo da Presidenta Dilma ?

  32. E teve deputado propondo esta

    E teve deputado propondo esta ação ou a independência do estado de SP.

    Aí me pergunto: seria isso motivo suficiente para perda de mandato e cassação de direitos políticos ?

    Espero que sim.

  33. Considerando a proposta nazi-

    Considerando a proposta nazi- fascista do muro  acima e muro abaixo, paulista de nascimento e nordestino pelo Dna digo:

    1)todo aquele que for filho ou neto de nordestino,vai ter que pular o muro para parte de cima,senão haja caminhão pra levá-los para os campos de concentração ;

    2-Minas Gerais e Rio de Janeiro também deram a vitória para Dilma,logo ,Ahha!!!,Uhuuu!!! Minas Gerais e Rio são nossos do muro acima, incluindo ai também o candidato derrotado,como bom mineiro que é.

    3-Os 35% do Estado de São Paulo,que votaram na Dilma,serão submetidos a exames para constatar suas origens,na hipótese de confirmação de origem nordestina,.serão sumariamente executados,ou presos para um procedimento de lavagem cerebral para nunca mais repetirem votos assim

  34. Acho que poderíamos fazer

    Acho que poderíamos fazer umas milícia e fundar o E.T. (Estado Tucano) e cortar as cabeça de quem questionar  a eficiência da Sabesp.

     

    Afinal, vai ser tonto assim em outro planeta!

  35. CALMA CALMA

    Calma gente,

    Este muro não vai sair nunca. Sabem por que?

    Digam aí uma única obra relevante de tijolo e cimento jamais feita por um tucano.

    Eles só sabem vender o que os outros construíram.

  36. A luz do direito

    A luz do direito internacional moderno, todo povo tem direito a sua auto determinação.

    A criação de Estados por secessão de territórios não é nenhuma novidade e foi assim que se formou o atual desenho dos mapas de nossos livros de geografia. Que aliás, são muito dinâmicos.

    Uma constituição democrática, ou mesmo uma legislação democrática, deveria prever o direito a plebiscitos secessionários de suas regiões. Mas não deveria se esperar isso do Estado Brasileiro, que sempre oprimiu violentamente todas as tentativas de independência dos povos que o formam.

    Mazzuoli, em seu Curso de Direito Internacional explica que “O nascimento do Estado por secessão assemelha-se ao resultante de emancipação, mas não provém propriamente de atos de sublevação popular ou de libertação de um governo estrangeiro, mas sim do desmembramento de um império, ou da separação de um país que se achava incorporado a outro, ou da dissolução dos laços de uma União Real, ou de uma espécie de Federação, onde as partes federadas reclamam independência”

    Tivemos recentemente um exemplo de democracia quando o Reino Unido permitiu aos escoceses realizarem, pacificamente e democraticamente um plebiscito secessionista. É o mínimo que se espera de um Estado Democrático.

    A bem da verdade, essa discussão deveria limitar-se aqueles que, por motivos sejam eles étnicos, religiosos, culturais, etc, não se sentem mais como parte integrante de um Estado ora constituído e desejam se libertar deste Estado. Qualquer opinião vinda de outra parte desse Estado, será mera manifestação de um direito de opressão que o Estado lhe proporciona. Dessa maneira, de nada adianta esfregar a constituição na cara de ninguém, pois é apenas uma manifestação de opressão ( Vocês tem que fazer parte do nosso Estado porque está escrito aqui ! ).

    Portanto, se por questões culturais ou étnicas o Nordeste quiser se demembrar do Brasil, que o faça. Se o sul também quiser, que o faça. E que sejam respeitados os direitos fundamentais dos povos, muito bem descritos na Declaração Universal dos Direitos dos Povos, principalmente no seu Artigo 5 onde diz textualmente que :  “todo povo tem o direito imprescritível e inalienável à autodeterminação”;

    Então, que se fizesse organizadamente e democraticamente um plebiscito e se respeitasse o resultado do mesmo.

    Na minha humilde opinião, um plebiscito secessionista, seja em qualquer lugar do Brasil, não teria a menor chance de dar a vitória aos secessionistas.

  37. Separação?

    Até na China, convivem o neoliberalismo com a esquerda, Hong Kong que é ultra neoliberal é considerada apenas uma provincia da China, e o segredo foi dar uma certa autonomia legislativa para Hong Kong. Até os números da economia de Hong Kong são contabilizados em separados da China. E no entanto são considerados apenas um país.

    Aliás, todos os países de grande extensão territorial e diversidade cultural que sobrevivem ao tempo sem se fragmentarem, tem esta flexibilidade legislativa para cada provincia ou território, não é preciso separar nada, apenas dar mais autonomia em legislação tributária para cada estado.

    Uma tabela de imposto de renda que vigora no nordeste, logicamente deveria ser diferente da de SP, visto que a renda per capita de cada região tem diferenças imensas. No nordeste, compra-se terrenos por 10, 20 mil reais (isenção no IR), em SP um terreninho chega a valer meio milhão brincando. No nordeste, quem ganha 2 mil reais por mes no interior, vive muito bem, já no sudeste este é a renda de um metalúrgico. Somente esta liberdade de flexibilização já acabaria com quase toda a discussão, e livraria o Governo de ter de decidir tudo no Congresso negociando com uma base aliada altamente fisiológica. Mas seria possível dar autonomia de decisão estadual em muito mais itens da economia sem ferir a integridade nacional.

    E com certeza uma proposta destas ganharia legitimidade facilmente, talvez até desse folga para o PT Governar o país por mais decadas sem a elite do país ficar pressionando a toda hora por mudanças.

     

  38. já em São Paulo

    enquanto os paulistas estão preocupados em dividir o país, eles vão lamber a lama da cantareira por que a água já acabou, vão tomar metro e trens cada vez mais cheio, é o que eles gostam pois nunca reclamaram, um viva para o picolé de chuchu pela desgraça que se encontra o estado…

  39. Menos, menos

    Embora a ideia de secessão no Brasil seja uma bisonhice, não há NADA que permita criminalizar essa opinião por aqui, ao contrário do que o autor da postagem deixa subentendido nela e explícito em seus comentários posteriores. Você não pode ser preso por discordar da Constituição brasileira.

    Em outras palavras, podemos chamar de idiotas aqueles que defendem a divisão territorial no Brasil. Mas não podemos chamar tanques para enquadrar eles. Obviamente a situação seria diferente se eles formassem uma milícia separatista…

    E, só pra apimentar a discussão, dar aos estados direito de secessão não é algo tão absurdo assim. Em Quebéc e na Catalunha, por exemplo, vive se discutindo isso…

  40. ué!

    ué!

    se os políticos a três por quatro sem mais nem menos criam novos municípios fantasmas; transformaram territórios em estados falidos; dividiram estados ao meio: um procê dois pra mim; exploram e invadem áreas de proteção indigena e ambiental; fazem da grilagem de terras da união um negócio altamente lucrativo; desmatam que é uma beleza as florestas e biomas nacionais; se apropriam de ilhas e áreas costeiras para usufruto proibido; escolhem ao bel prazer por qual estado da união querem ser eleitos senadores aviltando a ideia de representação territorial; exploram recursos naturais e minerais do país de modo dilapidador; nunca lhes passou pelas ideias políticas enfrentar a grande questão fundiária rentista urbana e agrária que é a razão maior do atraso nacional e da injustiça social etc e tal… por que esta histeria política desatada apoplética somente porque agora aventam e propagandeam mais uma divisãozinha oportuna isperta das terras brasilis?

    que culpa tem maomé se o lulopetismo privilegiou estados natais dos maiorais no norte/nordeste migrante mais bolívia mais cuba na faixa na moral deixando o sudeste desenvolvido e motor econômico do país à míngua… desindustrializado desterrado desnutrido destroçado e, além do mais, sem água pra beber e pro banho tomado?

  41. Ah, táááááááááá…
    Sim, a

    Ah, táááááááááá…

    Sim, a Globo estará muitíssimo disposta a perder todo o mercado nordestino. A Volkswagen vai adorar a idéia de ter de pagar impostos de exportação/importação pra vender seus carros no Nordeste. O Itaú não sonha com nada além de perder as vantagens que tem em ser um banco “nacional” em metade do país.

    Vamos entender o que acontece.

    Para ganhar eleição, instaura-se a maluquice de que quem vota “errado” é Belzebu encarnado, judeu, cumunista, ignorante e pé-rapado, viado e prostituta, cachaceiro, nordestino e agente cubano.

    Passada a eleição, a coisa escapa um pouquinho do controle, por que alguns dos coxinhas idiotas manipulados acreditam de verdade nessa estultícia.

    Mas logo logo a mídia põe panos quentes, por que o capital não tem o menor interesse nessa bobagem.

    Anteontem teve uma passeata pelo impeachment da Dilma em São Paulo. Reuniu 30 pessoas, e a mídia não se furtou a ridicularizá-los:

    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/10/grupo-pede-impeachment-de-dilma-em-protesto-na-zona-oeste-de-sp.html

    Aliados desse tipo são para serem usados, não para serem respeitados.

    • O POVO É SOBERANO E PODE MUDAR AS LEIS

      O povo brasiliero tem todo dieito de dividir  o país sem necesidade de guerra civil.
      Basta escolher um representante de cada lado para ouvir a população e definir como será esta divisão.o PAÍS JÁ ESTA DIVIDIDO entre quem apoia o governo atual de foram intranzigente e quem quer outro tipo de governo sem corrupção, sem assistencialismo, sem ideologia.

      Não concordo  com o que foi descrito pois já não se trata mais de estados e seim de povo votante. Em qualquer resultado no futuro das urnas não haverá conciliação pois as pessoas estão não vão concordar com o resultado das urnas e isso só leva o país cada dia mais para o fundo poço.

      Isso não é pregação anti-nacional isso é constatação da realidade que está na cara das pessoas e elas não querem entrar no assunto., virou tabu….. nada de radicalismo,  trata-se de cultura que cada um escolherá qual dela quer para sua vida … isso é melhor do que muitos estão fazendo que é ir embora do país, sendo estes: empresários, cientistas, profissionais especiliazados muitas pessoas que conheço já deram um basta para este país e desitiram mudando para outros países mas eles tem condições financeiras e pofissionais para isso só cansaram da corrupção e da ideologia que pretendem implantar então quanto mais cedo pular deste barco chamado Brasil, menos se perde. Não tem perspectiva para que o país consiga voltar a ser o que era antes tão cedo. Não temos mais judiciario, políticos honestos, militares comprometidos com a nação….. o crime esta generalizado e crescendo…. bandido hoje passou a ter corrículo de respeito e sua ficha suja pode transforma-los em ministros. A certeza de que nada mudará estão cada dia mais aumentando….. corrupção, roubos com Valores tão altos  que nunca foi  visto na hitória da humanidade.

      Então discordo… e acho que tudo tem solução desde que seja pensado e tratado sem fanatismo.      

  42. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome