A homenagem de Bolsonaro a torturadores e corruptos

Jornal GGN – Em seu voto ontem na sessão de admissibilidade do processo de impeachment na Câmara, o deputado Jair Bolsonaro exaltou os militares de 64 e o chefe do DOI-codi, Ustra, infame torturador da ditadura militar. Elogiou ainda, o deputado Eduardo Cunha.

“Que dia de glória para o povo brasileiro. Tem um nome que entrará para a história nesta data, pela forma como conduziu os trabalhos nesta Casa. Parabéns presidente Eduardo Cunha. Perderam em 64, perderam agora em 2016. Pela família e pela inocência das crianças em sala de aula que o PT nunca teve. Contra o comunismo, pela nossa liberdade, contra o Foro de São Paulo. Pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff. Pelo Exército de Caxias, pelas nossas Forças Armadas, pro Brasil acima de tudo e por deus acima de todos. O meu voto é sim”, disse.

Da Rede Brasil Atual

Bolsonaro homenageia torturador em seu voto pelo impeachment

Ao votar pelo afastamento de Dilma Rousseff, deputado homenageou “militares de 64” e o ex-chefe do DOI-Codi Ustra, conhecido torturador na ditadura

São Paulo – O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), ao votar pelo encaminhamento do impeachment da presidenta Dilma Rousseff para o Senado, dedicou seu posicionamento aos “militares de 64”. O parlamentar citou ainda o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, ex-chefe do Destacamento de Operações de Informação-Centro de Operações de Defesa Interna  (DOI-Codi), responsável por torturas durante o período da ditadura civil-militar (1964-1985).

Leia também:  Brasil aprenderia com Chile e Peru a responder à Lava Jato, por Roberto Simon

Em reação, diversos internautas se posicionaram em repúdio. “Bolsonaro citou torturador de Dilma e vai sair pela porta da frente, de mãos dadas com Cunha, cantando o hino nacional”, afirmou uma eleitora via twitter. Também pela rede social, a ex-candidata à Presidência pelo Psol Luciana Genro compartilhou os dizeres de outra mulher afirmando: “Bolsonaro tem que ser preso depois do que disse. Não é possível passar impune o elogio a torturadores do período ditatorial”.

Outra polêmica envolveu o parlamentar com o deputado também Jean Wyllys, também do Psol (RJ), que admitiu ter cuspido em direção a Bolsonaro após o seu voto. Via facebook, o deputado confirmou o ato dizendo que o defensor da ditadura o insultou e tentou agarrar seu braço violentamente. O deputado disse não se envergonhar disso. “Eu reagi cuspindo no fascista. É o mínimo que merece um deputado que ‘dedica’  seu voto a favor do golpe ao torturador Ustra”, disse.

Internautas reagiram via twitter. “Eu voto sim por cuspir no Bolsonaro”, afirmou um usuário.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

33 comentários

  1. … Bolsonaro representa o

    … Bolsonaro representa o que há de mais… sombrio no seu país. O novo Hitler.

  2. A híperdireita

    O que dizer de uma declaração dessas, que poderia ter sido feita pelo Plinio Corrêa de Oliveira, fundador da TFP ?  Mas na verdade é pior, porque nem o ultra reacionário Plinio teria coragem de homenagear um torturador comprovado. Asco e nojo !

    • macho man

      Muito bom!!!!

      Acho que precisamos ajudar o Bolsa a sair desse armário logo!!! Quem sabe ele se resolve e abandona a violencia?

      Todos sabemos que o ódio dirigido é desejo reprimido. Abre a porta desse armário, Bolsa! Seja Feliz!!!

  3. por mais que não gostemos…

    … isso faz parte da democracia. Ele pode ser um estúpido, mas tem direito a defender seu pensamento, e que infelizmente pode representar o pensamento de quase todos os que o elegeram. 

    Por outro lado, é muito melhor ter que “enfrentar” um sacripantas como o Bolsonaro. Pode ser cretino, mas é um cretino convicto, que fala o que realmente pensa. Ninguém vai se surpreender ou se decepcionar com algo que vai sair da boca dele. Ele não escamoteia a realidade. Longe de mim querer o congresso cheio de bolsonaros, mas ver a hipocrisia geral dessa atual legislatura dói no fundo da alma. 

     

     

     

  4. Tudo que esse idiota do

    Tudo que esse idiota do Bolsonaro diz não me choca.

    Ele foi eleito para isso. Ele fala o que o seus eleitores querem ouvir, que são os militares e seus parentes aqui do RJ.

    Pelo menos é coerente com suas ideias e pensamento, gostando nós ou não.

    Para equilibrar tem o Jean Wyllys como seu contra ponto.

    O que me chocou mais foi um monte de traíra comprometido com o governo, e na hora do voto criticar a Dilma/PT.

    Fora aquele monte de asneira que ainda disseram. Deus deve está pensando que castigo vai aplicar  à essa raça.

    O Bolsonaro para nós é o idiota de sempre, e para seus eleitores e um herói.

    Viva a democracia, que o Bolsonaro e seus asseclas querem acabar

     

     

    • Militares? Quais? Este senhor

      Militares? Quais? Este senhor não representa a oficialidade…Muito pelo contrario, envergonha.

       

    • Ele foi eleito para isso! É

      Ele foi eleito para isso! É tese também do André Araujo! Talvez pessoas escrotas como ele, o bostonauro, precisem mesmo estar no congresso, do contrário estariam na rua fazendo coisa pior, se é que isso é possível! Como não ter ódio de pessoas ousam elogiar um ustra? Cinismo e sadismo são marcas desse …nem merda serve para descrevê-lo!

    • Faltou o troco

      Bolsonaro deveria ter seu oposto. Infelizmente temos a conduta moral de manter a compostura num circo de impostores. O primeiro deputado progressista após Bolsonaro que subiu à tribuna para emitir seu voto deveria ter falado “pela rosca queimada e o pinto pequeno do deputado Bolsonaro” eu voto NÃO!

  5. No dito Estado de Direito uma

    No dito Estado de Direito uma das colunas-mestras é a liberdade de expressão,  cuja premissa básica é a que preconiza mais ou menos assim: “todos tem a liberdade de emitir opiniões por mais absurdas que sejam”. Em se tratando de parlamentares, então, se juntam a essa já extrema liberalidade, as ditas “prerrogativas do mandato” que, dentre outras diferenciações, prevê que eles são intocáveis pelas suas opiniões e votos. 

    Bolsonaro, e tipos como ele, são deploráveis, abjetos, canalhas mesmo, não só porque olvidam da ética e das mínimas regras de civilidade sem as quais fica impossível o convívio social e o debate sadio de ideias. Não. São também porque sabem do abuso, da extrapolação, mas se valem dessas premissas que, por sua natureza universal, não podem, tacitamente, prever exceções sob pena de perderem sua plena eficácia.

    O processo civilizatório tem, sim, seus efeitos colaterais. O mais pernicioso é exatamente ter que acolher, suportar e até defender que pulhas e pervertidos morais tenham vez, voz e votos.  

    • Se isso é processo

      Se isso é processo civilizatório, eu fico com os bárbaros que resolviam essas coisas de outra forma,,,

      • Entendeu errado. Afirmei que

        Entendeu errado. Afirmei que o processo civilizatório, como tudo na vida, tem seus efeitos colaterais que é exatamente conviver com aqueles que se aproveitam das suas instâncias, no caso a democracia que por sua vez permite a liberdade de expressão para fins espúrios. 

  6. Provocador canalha

    Foi evidente o intúito de provocar de forma canalha a Presidenta.

    Não sei se não caberia processo por quebra de decoro parlamentar.

    Um “machinho” desses certamente se borraria todo se fosse submetido às mesmas torturas a que foi submetida a Prresidenta Dilma. Queria vê-lo cantar de galo. 

     

      GMT Detect languageAfrikaansAlbanianArabicArmenianAzerbaijaniBasqueBelarusianBengaliBosnianBulgarianCatalanCebuanoChichewaChinese (Simplified)Chinese (Traditional)CroatianCzechDanishDutchEnglishEsperantoEstonianFilipinoFinnishFrenchGalicianGeorgianGermanGreekGujaratiHaitian CreoleHausaHebrewHindiHmongHungarianIcelandicIgboIndonesianIrishItalianJapaneseJavaneseKannadaKazakhKhmerKoreanLaoLatinLatvianLithuanianMacedonianMalagasyMalayMalayalamMalteseMaoriMarathiMongolianMyanmar (Burmese)NepaliNorwegianPersianPolishPortuguesePunjabiRomanianRussianSerbianSesothoSinhalaSlovakSlovenianSomaliSpanishSundaneseSwahiliSwedishTajikTamilTeluguThaiTurkishUkrainianUrduUzbekVietnameseWelshYiddishYorubaZulu AfrikaansAlbanianArabicArmenianAzerbaijaniBasqueBelarusianBengaliBosnianBulgarianCatalanCebuanoChichewaChinese (Simplified)Chinese (Traditional)CroatianCzechDanishDutchEnglishEsperantoEstonianFilipinoFinnishFrenchGalicianGeorgianGermanGreekGujaratiHaitian CreoleHausaHebrewHindiHmongHungarianIcelandicIgboIndonesianIrishItalianJapaneseJavaneseKannadaKazakhKhmerKoreanLaoLatinLatvianLithuanianMacedonianMalagasyMalayMalayalamMalteseMaoriMarathiMongolianMyanmar (Burmese)NepaliNorwegianPersianPolishPortuguesePunjabiRomanianRussianSerbianSesothoSinhalaSlovakSlovenianSomaliSpanishSundaneseSwahiliSwedishTajikTamilTeluguThaiTurkishUkrainianUrduUzbekVietnameseWelshYiddishYorubaZulu           Text-to-speech function is limited to 100 characters Options : History : Help : FeedbackClose

  7. Canalhice

    Evidente a provocação canalha feita à Dilma Rousseff.

    Não sei se não caberia um processo por quebra de decoro parlamentar.

    Gostaria de ver este “machinho” se borrando se submetido às mesmas sessões de tortura às quais foi submetida a Presidenta Dilma.

     

  8. Seria como se alguém fosse

    Seria como se alguém fosse votar na ONU o fim do Estado de Isarel e elogiasse Hitler; simples assim.

  9. Seria como se alguém fosse

    Seria como se alguém fosse votar na ONU o fim do Estado de Isarel e elogiasse Hitler; simples assim.

  10. Boçal e sincero

    Eu diria que, sob um aspecto, até gostei da fala do nobre deputado, Boçalnaro, para os íntimos:

    – Comemora que ele e seu bando venceram em 64 e venceram agora.  Ao equiparar os dois momentos histórios, reconhece que sua vitória atual é golpe,  como foi a anterior.  Aliás,  é o que sabem fazer de melhor.

    – Homenageia o torturador,  seu herói,  Ulstraman.  Em tudo que faz ou fala,  Boçal demonstra que ele próprio é uma farsa,  estaria de pijama em casa se não fosse pela democracia,  que é o regime capaz de lhe dar notoriedade perante a nação e liderança perante os imbecis,  apesar de não nutrir nenhum respeito por ela e ser um saudosista da ditadura.

  11. O Bolsonaro coitado, sofre

    O Bolsonaro coitado, sofre muito. O homem que nega a si mesmo sua verdadeira preferência sexual, é um permanente sofredor, há casos gravíssimos de enrustidos que chegam a cometer impensáveis desatinos. A própria família paga um preço muito grande quando tem uma desgraça dessa dentro da própria casa. Se ao menos esse sujeito, o Bolsonaro, tivesse nascido de uma égua, portanto, um quadrúpede sofrendo dessa, digamos assim, disfunção de género. Não causaria o menor problema, bastaria levá-lo ao veterinário para autorizar o abate do animal. Infelizmente, com o inrustido bolsonaro não é recomendável se adotar a mesma terapia.

    Orlando

  12. bolsonaro é apenas uma

    bolsonaro é apenas uma excrescencia, um resquício da  ditadura,

    um entulho autoritário

    que permaneceram  ainda na sociedade brasileira….

  13. Lixo. Escória!
    Pelo menos vai

    Lixo. Escória!

    Pelo menos vai servir para abrir a cabecinha de algumas pessoas com boas intenções que pensavam em votar no “Bolsomito” (sic).

     

    Pena que será um idiota útil (assim como Marina) nas próximas eleições: vai mandar o candidato do PSDB para o segundo turno, para levar uma coça do Lula…. como de praxe.

     

    Isso se os golpistas não arrumarem um jeito de prender Lula antes das eleições.

    Quem mandou confiar no controle remoto…

  14. Jean Willians confirmou: Cusparada atingiu em cheio o rosto.

    Logo em seguida a esta declaração, o deputado levou uma cusparada no rosto. É o que podemos chamar de “instant karma”, ele foi longe demais em humilhar todo o povo brasileiro com aquelas declarações. 

  15. Nojo maior me dá. . .

    Nojo maior me dá de gente que vota nesse tal de Bolsonaro. Uma figura abjecta, um anormal. É uma vergonha o congresso nacional abrigar um tipo desses que faz elogios em público a um dos piores torturadores da ditadura militar de 64.

  16. Mais homenagens à família Bolsonaro

    Esses caras estão invadindo SP, já tem gente aqui que está maravilhada com a performance dos carniceiros. O cara (filho) não sabe nem onde fica a praça da Sé e já é deputado por SP. Santa canalhice!

    IRMÃO FANTASMA DE BOLSONARO É DEMITIDO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SP

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=FMgQeBvKJGo%5D

  17. O Brasil merece o desprezo do mundo

    O Brasil hoje se encontra, mais do que nunca, entregue ao escárnio da opinião pública mundial. E desta vez não é por causa da Seleção “7 X 1” do Neymar não, é por motivos bem mais graves: pela péssima qualidade da classe política brasileira. Um conhecido meu de língua francesa me falou, de froma irônica, que jamais imaginaria que o Brasil tivesse políticos da esfera federal de tão baixo nível. E eu respondi: “Eu também não sabia que a coisa estava assim.”

    Está claro que o militar de reserva Jair Bolsonaro é candidato daqueles mesmo que estiveram um dia no poder, isso é tão claro como água da fonte. Vir louvar publicamente um torturador como Ustra, o tristemente célebre Dr. Tibiriçá (e que não foi o otorturador da Dilma, este foi Benoni Albernaz), é como um político alemão render homenagem a Hitler em discurso no plenário do Parlamento alemão!!!! na Alemanha, um tal político seria alvo de um processo, no Brasil ele ganha votos!!

    Mas, não adianta por a culpa nesse monte de lixo que se chama Jair Bolsonaro, a culpa maior de uma tal ferida purulenta existir são so eleitores dele. Uma pessoa que vota e elege uma praga infecta como Jair Bolsonoro, e pior ainda, que concorda com os despropósitos grosseiros e animalescos de um tal traste, é igual a ele. Bolsonaro não é o problema. O problema são as pessoas que elegem um tal canalha para ocupar um cargo federal pelas declarações odiosas dele. 

    Declarações que, se o Brasil fosse um país civilizado – coisa que não é, absolutamente! – o levariam a responder processo por difamação e incitação ao ódio. Mas, se o Brasil é o país que elege uma Dilma Rousseff, ou um Ciro Gomes, é também o mesmo país que elege um Tiririca ou um Jair Bolsonora. Nossa sociedade é mais que uma colcha de retalhos, ela simplesmente não está preparada para ser democracia.

    No entanto, eu não quero absolutamente não dizer que o contrário de democracia seja ditadura, e menos ainda, militar. Mas que nossas melhores cabeças repensem a Constituição (já tão difícil de ter sido reformada e justamente por causa da camarilha corrupta que hoje quer o “impeachment” da Presidente Dilma) e encontrem uma nova forma de governo que não permita a formação de uma Câmara tão animalesca como a que temos atualmente.

    Que seja encontrada uma forma de impor um mínimo de decência e instrução para que alguém se candidate à um cargo destes. Que se encontre uma maneira de criar um Parlamento onde Bolsonaros, Tirircas, débeis mentais e outros Kid Bengalas da política não possam JAMAIS ter acesso.

  18. Só por curiosidade

    Só por curiosidade eu entrei nos coments da pagina G1, e a reação do pessoal lá é normal, estão exaltando o facista e detonando o Wyllys e até pedindo punição na casa.Daí vemos o nivél das ruas a favor do impedimento da Presidenta!!

  19. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome