Repórter da RedeTV vai processar deputado Jair Bolsonaro


“Vamos continuar? Você está censurada.” Disse Bolsonaro à repórter

Jornal GGN – A repórter Manuela Borges, da Rede TV, disse que irá processar o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ). A decisão foi tomada depois que a jornalista foi chamada de “idiota” e “analfabeta” pelo parlamentar em uma entrevista coletiva após a solenidade que lembrava os 50 anos do Golpe Militar de 64. Além do processo, ela entrará com queixa na Corregedoria da Câmara. “Quero meter todos os processos possíveis. O Sindicato dos Jornalistas disse que compra a briga“, comentou.

Jair Bolsonaro se irritou quando a repórter questionou se ele estava afirmando que não houve golpe militar. O deputado defende que foi uma iniciativa do Congresso, que destituiu João Goulart da Presidência.

 

“Quem cassou João Goulart? Foi o Congresso no dia 2 de abril. Não faça uma pergunta desse padrão”, declarou ele. “Você é uma idiota. Você aprendeu onde isso aí? Estou falando que está no ‘Diário do Congresso’”, respondeu o parlamentar. “Você é uma analfabeta. Não atrapalhe seus colegas, você está censurada”, acrescentou.

Confira a confusão na íntegra:

https://www.youtube.com/watch?v=qKB8Y3beklg]

[video:http://www.youtube.com/watch?v=eTZuWvmaaW4

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  “Democracia em Vertigem”: filme de Petra Costa faz a autópsia de um país chamado Brasil, por Ricardo Kotscho

66 comentários

    • nele e mo

      feliciano, e no calheiros, e no collor, e no maluf, e no barbalho, e em tantos outros, que as vezes eu acho que a gente merece morar no paraíso padecendo os males do inferno, por escolher tanto ladrão pra botar lá no congresso.

    • É um direito que ela tem. Foi

      É um direito que ela tem. Foi ofendida pelo Bolsonaro e quer processá-lo, o que na minha opinião é muito justo.

      Se ela quer aparecer? Ora o Bolsonaro xingou porque quer aparecer. Você comentou porque quer aparecer. E daí?  A questão não é essa. A questão é que ela foi xingada aos berros e quer tirar satisfação da forma mais cidadã possível, na justiça.

      Se vai dar em alguma coisa? Acho que não. O judiciário é um balcão de negócios e garante a impunidade dos direitistas a troco de muito troco… Mas daí a querer negar um direito que a pessoa tem vai uma grande distância.

      Tomara que algum dia alguém também reclame quando você procurar seus direitos, aí você vai mudar diametralmente o seu discurso .

    • Você deveria ver como os
      Você deveria ver como os repórteres ingleses ou americanos perguntam. Se compararmos de uma maneira geral os nossos ainda estão no jardim da infância.

      Chefe da Williams leva bronca de repórter por episódio com Massa

      Tanto que o repórter da emissora inglesa “Sky Sports”, Ted Kravitz, não aguentou e acabou dando uma verdadeira bronca na chefe da equipe, Claire Williams, ao questioná-la sobre a situação.

      “Como vocês puderam fazer isso com Felipe?”, disparou. “Como pudemos fazer o quê?”, respondeu a dirigente, já tirando o sorriso do rosto. “Ordens de equipe, dizendo que Valtteri estava mais rápido que ele. Por favor, depois de tudo o que ele passou na Ferrari…”, retrucou o repórter.

      Claramente constrangida com os questionamentos, a filha do fundador da equipe (Frank Williams) tentou explicar a decisão, que teria o objetivo de aumentar as chances do time marcar mais pontos dando a oportunidade de Bottas, com pneus mais novos que o brasileiro, atacar Button no final na briga pelo sexto lugar. Mas Kravitz não parou por aí.

      “Então,ele ignorou as ordens de equipe.” Novamente, Claire tentou escapar do assunto sem aumentar a polêmica, mas o jornalista inglês não desistiu. “Você me conhece há muito tempo. Eu sou bem burro, mas todo mundo ouviu a equipe pedir para ele deixar o Valtteri passar e ele não deixou, como isso não é ignorar ordens de equipe?”

      Incomodada, Williams encerrou o assunto dizendo que no final, o time pediu para os dois pilotos diminuírem o ritmo para resfriarem seus motores e que Massa estava tranquilo com relação à questão, já que terminou na frente do finlandês.

    • Realmente Athos…o problema

      Realmente Athos…o problema foi a repórter….do mesmo jeito que o estupro ocorre por conta da roupa da mulher!!!  Essas VÍTIMAS…….são um caso sério!!!  Fala sério hein…….. quanto mais eu rezo, mais assombração aparece!!

      • Eu não sei se vcs tem essa
        Eu não sei se vcs tem essa visão turva das coisas ou se estão fingindo mesmo.

        O tipo de gente que achou ótimo aquelas manifestações contra a nomeação do Feliciano.
        Bom, o resultado das manifestações é que o tal Feliciano será eleito nos próximos 20 anos.

        Mas tudo bem, vcs devem estar vendo algo que deixei passar neste caso importantíssimo.
        Nas se não for o caso, vcs precisam de alguém para “dirigi-los” porque se deixa solto….so fazem caquinha por aí.

  1. Absurdo

    O comportamento do deputado em tela já é conhecido. O que me impressiona é que tem gente que vota nele. E o que me impressiona mais ainda é gente querendo esse néscio como vice presidente numa chapa com Gal. Heleno e JB de ministro da justiça. Ufa! Quase vomitei escrevendo isso!

  2. Que lixo a matéria do

    Que lixo a matéria do SBT, 

     

    lamantável, estávamos ali e achamos um absurdo esta ” jornalistazinha” entrar no nosso meio.

     

  3. O que preocupa não é isso…

    Com todo respeito às agressões sofridas pela repórter, não é isso que preocupa. Não são os excessos dele que preocupam. Sua base de apoio se sustenta disso. Sua vitamina é isso.

    O mais preocupante é: qual a pauta de quem entrevista um Bolsonaro? quantas e quantas emissoras estavam lá na hora? E em outras horas? E nas futuras entrevistas? Haverá tantas e tantas outras. Por que? Pelo exercício do ‘bom’ jornalismo? Para ouvir ‘os dois lados’? Claro que não. É óbvio que o reacionarismo caricato de um Bolsonaro é usado para alimentar um outro, muito mais sério, estrategicamente em curso no Brasil e que visa aliementar cada vez mais a sensação de caos na sociedade. O uso incessantes de imagens e polêmicas envolvendo o Bolsonaro é, na verdade, um recheio, um ingrediente a mais na disseminação de imagens de descontrole, de balbúrdia, de caos, de ódio, ingredientes perfeitos para a sensação de beira de abismo.

    Bombas semióticas, como já li aqui outras vezes, ou equivalentes, o caso é que é uma estratégia em curso. conquistar a nova classe média pelo horror moralista.

  4. Mas afinal, que tipo de

    Mas afinal, que tipo de reporter é esta ? Ao inves de expor friamente o ocorrido (cameras), e que certamente seria um furo jornalístico para exibição em rede nacional, ela prefere ser protagonista ? Afinal quem julga são os ouvintes. Escolheu a profissão errada.

    • Se fosse um político de

      Se fosse um político de esquerda você iria falar que a repórter fez um belo trabalho de jornalismo.

      Vivem fazendo perguntas muito mais provocativas e capciosas para os políticos petistas e aposto como você acha o máximo.

      A direita não tolera a diversidade de opinião mesmo… E se comportam todos como essa besta do Bolsonaro.

  5. Famiglia Bolsonaro

    O diabo é que o homem está no 6º ou 7º mandato de deputado federal. Na ultima eleição amealhou 110 ou 120 mil votos. Tem um filho (Carlos) e a 1ª mulher (Rogéria) vereadores pelo RJ. Tem um outro (Flavio) que é deputado estadual pelo Rio. Um 3º filho (Eduardo) sairá a Deputado Federal por SP. A praga está espalhando!

    Não dá pra entender o eleitor brasileiro.  Não é possivel. Esse negócio de que Deus é brasileiro  é conversa mole. Com tanta bala perdida lá no Rio………

  6. E é o PT o acusado de querer calar a mídia que se acha imprensa

    Pois é,fosse algum “petralha” a dar uma resposta dessa, os jabour e noblat da vida,ancorados pela rainha da manipulação e acompanhados pelo rebanho, estariam com a boca no trobone conclamando a população a lutar contra o que diriam,cerceamento da lberdade de expressão. Vemos quase todos os dias,políticos e até  juizes do stf desancarem os tais repórteres,mas a mídia e seus asseclas,incluso os próprios politicos de outros partidos,ficam caladinhos e ainda tem o descaramento de alardearem que o PT é que censura.Se merecem.

  7. Acho que não dá em nada

    Acho que não dá em nada porque o judiciário é um balcão de negócios e não existe justiça neste país. Mas que ela está no direito dela, ninguém pode negar. Está provado claramente no vídeo que o escroto xingou a repórter aos berros.

  8. O fato é que esse sujeito

    O fato é que esse sujeito sempre apronta coisas parecidas com essa a cada quatro meses. Ele gosta de aparecer para os seus eleitores e outros com potencial para serem como estes. Não significa que ele não acredita naquilo que propaga, acredita sim e une o útil ao agradável. O certo seria os repórteres não o entrevistarem em hipótese nenhuma, que passassem por ele como se fosse um ninguém, o que de fato ele é, a não ser para os de seu grupo e seus eleitores mal informados pela mídia reacionária.

  9. Bobo da corte

    Bolsonaro é o bobo da corte das viúvas da ditadura. Precisamos dar menos cartaz e espaço para esse fascista.

  10. Bobo da corte

    Bolsonaro é o bobo da corte das viúvas da ditadura. Precisamos dar menos cartaz e espaço para esse fascista.

  11. Agressão de Bolsonaro à jornalista em Brasília

    Lamentável episódio desse cara, o pior é que ele foi eleito deputado, ou seja, tem muita gente que pensa como ele, que aplaude o que ele fala. No entanto, não dá pra aceitar esse tipo de situação, penso que os colegas jornalistas em Brasília e no Rio de Janeiro, em solidariedade à colega distratada e humulhada, deveriam se recusar a entrevistar esse cara. Aí sim seria uma atitude importante da categoria em defesa do livre exercíco da profissão. 

    Faz muito bem a colega em entrar com processos em todas as instâncias possíveis contra esse bossal.

    De tudo uma questão é importante destacar, esses caras de direita e de ultra-direita são assim mesmo, vivem dando seus shows de autoritarismo, truculência por aí. A mascara desses caras cai a todo momento.

  12. “Democracia, ho!”

    Quer saber, esse país está perdido mesmo.

    Tinha que ter logo uma guerra civíl para aproveitar e morrer muita gente e vê se melhora um pouco. Estou até agora surpreso de ver tanta gente na internet espontanemante repercutindo essa lorota de que ele foi “censurado”, e pelo PT ainda. Ele estava no Congresso, todos os partidos estavam lá, ninguém impediu ele de falar, poderia fazer o discurso dele do início ao fim, só que ninguém é obrigado a ouvir, assim como ele usa o direito dele não ouvir os outros em todas as oportunidades.

    É ridículo, tanta gente hipócrita e mau caráter, não só na política.

  13. Voto nele na boa.

     Não sou nenhum militar e voto tranquilamente nele, antes votar em alguem que não depende de troca de favores, não se curva ao executivo para chegar ao poder, o cara poder ser extremista em certos pontos mas muitas vezes o vi defendendo a familia brasileira de atrocidades que os petralhas impoem a nós, por que pra eles quanto mais burros estivermos melhor, ele é um politico autentico, e vivem querendo crucifica-lo pela sua opinião sobre a ditadura, e opinão é igual ao anus, cada um tem o seu, assim como fizeram com aquele professor na USP, a vocês recomendo uma boa aula de história, quantas pessoas vocês acham que o PT ”silenciam” para impor a tao dita democracia deles, vocês são todos imbecis, não sou a favor da ditadura claro, mas a ditadura foi necessária na epoca porra, não tinha outro jeito alguem tinha que tentar fazer alguma coisa, todos os bons homens de cabelo branco que conheço diziam que a ditadura tinha o seu lado bom sim. E claro lamentável a atitude dele, o cara não soube se controlar perante a ignorancia da jornalista que não deve saber porra nenhuma de história. Na moral vão votar na dilma lá, pelo menos com ela pior que ta não fica né? Não votaram no Eneas agora que se fodam todos.

    • Bolsonaro: um crápula!!!

      Quem vota nesse farsante, sem preparo algum para representar o povo no Congresso nacional, me desculpem, não passa de um analfabeto político que não sabe escolher seus representantes. Esse indivíduo faz apologia ao terror e a discórdia e está a serviço do grande capital. Verme!!!

    • Isso é sua opinião

      Isso é sua opinião, jovem. Se estivéssemos no regime ditatorial, que você descreve como “necessário” pra época, vocêm nem sequer teria o direito de ter opinião. Pense nisso.

    • Isso é sua opinião

      Isso é sua opinião, jovem. Se estivéssemos no regime ditatorial, que você descreve como “necessário” pra época, vocêm nem sequer teria o direito de ter opinião. Pense nisso.

    • Bolsonaro

      Depois de ter atravessado 1/3 da minha vida sob uma ditadura, chego à triste constatação que é muito mais fácil defender uma ditadura do que um regime democrático. Se  amahã houver um golpe militar, os sinais de democracia  rapidamente se dissiparão. A ditadura, após 50  anos, continua viva e atuante, colocando suas unhas de fora, através de representantes até no  congresso, como este senhor Bolsonaro.

      • É como dizia Millôr

        É como dizia Millôr Fernandes, “Os sábios pensam, pensam, e são cheios de indecisão – E os estúpidos atacam de supetão!”.

  14. Então quer dizer que para ele

    Então quer dizer que para ele uma pessoa analfabeta não tem valor algum…???

    Para mim, ficou clara a demonstração de preconceito do “nobre” deputado para com o povo analfabeto, que infelizmente ainda existe em nosso país, em grande parte originada pelos 21 anos de escuridão política a qual fomos submetidos…

     

     

    • Isso pq ele fala “c ja foi na

      Isso pq ele fala “c ja foi na bibliotheca daqui do congresso? Não! Entao vc é analfabeta.” 

      até onde eu sei anafalbeto é quem nao sabe ler e escrever, se ele quis falar q ela nao tinha conhecimento a palavra certa seria ignorante.

      começarei a votar esse ano e o meu voto pra esse tipo de gente tenho certeza q nao darei. Vamos pesquisar mt galera!!!!!

  15. Vejam o que encontrei de 2011:

    Capitão Bolsonaro, a história esquecida

    Por Luiz Egypto em 06/04/2011 na edição 636

     

    Na barulhenta cobertura da mídia sobre as declarações racistas e homofóbicas do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) ao programa CQC, da Rede Bandeirantes, ficou esquecido, no fundo de um arquivo qualquer, um episódio de 24 anos atrás, também protagonizado pelo agora deputado federal, e que tocou em um dos fundamentos da atividade jornalística – qual seja, as declarações off the records, isto é, aquelas informações utilizadas pelo jornalista sob o compromisso de resguardar o anonimato de sua fonte.

    A história é a seguinte. No segundo semestre de 1987, finda a ditadura e já sob o governo civil de José Sarney, a economia estava combalida em razão do fracasso do Plano Cruzado. A inflação era alta, tendendo a índices estratosféricos, e grassava forte insatisfação nos quartéis devido à política de reajustes dos soldos dos militares – além, é claro, do incômodo, sobretudo entre a oficialidade média, pela perda do poder político que gozaram por 21 anos seguidos.

    Jair Bolsonaro era então capitão do Exército, da ativa, cursava a Escola Superior de Aperfeiçoamento de Oficiais (ESAO) e morava na Vila Militar, na Zona Norte do Rio. Em setembro de 1986, ele assinara um artigo na revista Veja no qual protestava contra os baixos vencimentos dos militares. Por isso ele foi preso e, na época, sua punição provocou protestos de mulheres de oficiais da ativa – que, ao contrário dos maridos, podiam sair em passeata sem correr o risco de serem presas.

    “Só para assustar”

    Bolsonaro tornou-se fonte da revista. Em meados de outubro 1987, a prisão de outro militar, capitão Saldon Pereira Filho, pelo mesmo motivo, levou à Vila Militar a repórter Cassia Maria, de Veja, destacada para repercutir o ocorrido. Ali ela conversou com Jair Bolsonaro, que estava acompanhado de outro capitão e da mulher deste.

    Sob condição de sigilo, a mulher do militar contou à repórter – e depois Bolsonaro e seu colega confirmaram – que estava sendo preparado um plano batizado de “Beco sem saída”. O objetivo era explodir bombas de baixa potência em banheiros da Vila Militar, da Academia Militar de Agulhas Negras, em Resende (RJ), e em alguns quartéis. A intenção era não machucar ninguém, mas deixar clara a insatisfação da oficialidade com o índice de reajuste salarial que seria anunciado dali a poucos dias. E com a política para a tropa do então ministro do Exército Leônidas Pires Gonçalves – que teria sua autoridade seriamente arranhada com os atentados.

    “Serão apenas explosões pequenas, para assustar o ministro. Só o suficiente para o presidente José Sarney entender que o Leônidas não exerce nenhum controle sobre a tropa”, ouviu a repórter de Ligia, mulher do colega de Bolsonaro, identificado com o codinome de “Xerife”.

    Frase isolada

    A repórter havia apurado uma bomba, no sentido literal e no figurado. Veja não respeitou o off – no que fez muito bem, neste caso, pois do contrário estaria acobertando atos terroristas – e quebrou o pacto de sigilo com a fonte. A história toda foi contada nas páginas 40 e 41 da edição 999 (de 27/10/1987) da revista. A repórter Cassia Maria anotou em seu relato:

    “‘Temos um ministro incompetente e até racista’, disse Bolsonaro a certa altura. ‘Ele disse em Manaus que os militares são a classe de vagabundos mais bem remunerada que existe no país. Só concordamos em que ele está realmente criando vagabundos, pois hoje em dia o soldado fica o ano inteiro pintando de branco o meio-fio dos quartéis, esperando a visita dos generais, fazendo faxina ou dando plantão’. Perguntei, então, se eles pretendiam realizar alguma operação maior nos quartéis. ‘Só a explosão de algumas espoletas’, brincou Bolsonaro. Depois, sérios, confirmaram a operação que Lígia chamara de Beco sem Saída. ‘Falamos, falamos, e eles não resolvem nada’, disseram. ‘Agora o pessoal está pensando em explorar alguns pontos sensíveis.’

    Sem o menor constrangimento, o capitão Bolsonaro deu uma detalhada explicação sobre como construir uma bomba-relógio. O explosivo seria o trinitrotolueno, o TNT, a popular dinamite. O plano dos oficiais foi feito para que não houvesse vítimas. A intenção era demonstrar a insatisfação com os salários e criar problemas para o ministro Leônidas.

    (…)

    Nervoso, Bolsonaro advertiu-me mais uma vez para não publicar nada sobre nossas conversas. ‘Você sabe em que terreno está entrando, não sabe?’, perguntou. E eu respondi: ‘Você não pode esquecer que sou uma profissional’.”

    Com esses antecedentes, não deixa de ser curioso que agora, quando o personagem volta à baila, a cobertura da edição (nº 2211, com data de capa de 6/4/2011) desta semana de Veja sobre o explosivo episódio de racismo, que suscitou tanta repercussão, resuma-se a uma mísera frase de Bolsonaro reproduzida na seção “Veja Essa”.

    Faltou um curioso da Redação para examinar o arquivo digital da revista. Faria um gol.

     

    • Bolsonaro

      Prezados,

      Para mim é complicado. Moro no Rio de Janeiro e não tenho como ir a Brasília fazer isso. Mas, sou litralmente contra a violência de qualquer natureza. Física, verbal, seja como for. Mas há de pensar num homem, para sendo da casa ou não, mesmo com seus dois gorilas atrás, entrar numa hora destas e dar uma sonora bofetada na cara do Sr Bolsonaro em nome do povo brasileiro. Não há dúvidas que todos agredeceriam a atitude do herói. Infezlimente, quendo tive oportunidade há quase 1 ano aqui no RJ, ele saía de um enterro de um amigo no cemitério São João Batista em Botafogo, com uns 2 seguranças e mais 5 ou 6 velhacos o amparando. Fora, militares presentes em peso ao enterro que não sei de quem foi. Perdi a oportunidade. Mas que tal alguém recuperar por mim e dar um cala boca merecido nesse covarde?

      Fernando Afonso

    • Mas…

      Fico a imaginar qual a razão pela qual os governos tanto protegem o SBT e Sílvio Santos, que ganhou a concessão nos tempos da ditadura.

      O SBT é deseducação continuada. Mas o grupo – vide PanAmericano – continua fazendo o mal também noutras esferas.

      Silvio Santos consegue que os Correios, um órgão estatal, continuem colocando seus  funcionários a empurrar Telesena aos usuários, quando poderiam estar fazendo coisas mais úteis para o país. 

  16. Esse sujeito deveria ser

    Esse sujeito deveria ser totalmente ignorado a não ser para cassá-lo para algum motivo e existem vários.

    • Esse sujeito…

      Ora, Daniel, vários motivos para ser cassado? Seriam mais motivos que os da presidenta Dilma?… Seja justo.

      • O parlamentar em questão já

        O parlamentar em questão já feriu o decoro por diversas vezes, são motivos mais que suficientes.

        Não tem nada a ver comparar parlamentar, ainda mais um réles como este dai, com a presidente da república. Em que mundo voce vive ?

        Ademais, Dilma não apresentou nem perto de um motivo para ser cassada.

  17. Bolsonaro será reeleito

    Bolsonaro será reeleito porque não faltam cariocas para pensarem de igual maneira. É uma pena, afinal esse sujeito é o que se pode chamar de pessoa desprezível, sem educação, sem respeito, um crápula.

  18. Finalmente uma pessoa de

    Finalmente uma pessoa de coragem para reagir aos abusos de Bolsonaro, que se sente acobertado pelo manto da ‘impunidade’ parlamentar. 

  19. fugindo do assunto

    O que eu fico de cara, é que ocorreu um crime, em rede nacional por esse fascista, e as pessoas que o defendem colocam assuntos que não tem nada haver. Como emissoras de televisão, partidos políticos, etc. Esse mostro infelizmente está lá para representar o povo, realmente ele pode ter a opinião dele, mas ele não tem direito algum de falar o que pensa, afinal para isso que se tem a votação entre eles. Ele pode sim ter sua opinão, mas respeitar a tod@s. Tod@s nós não somos obrigados a aceitar nada, assim como ele também não, mas devemos tod@s respeitar e ponto. 

  20. Gente o Bolsonaro conseguiu polemizar e ganhar espaço

    A intenção dele se concretizou, ele queria apenas polemizar e ganhar notoriedade e conseguiu. e a repórter caoi no senso dele, ou seja, ficou dioscutindo e ameando processa-lo. faça, e não perca tempo em bater boca com que se acha dono do mundo.

     

    assim penso!

  21. Esse tipo de repórter devia

    Esse tipo de repórter devia perder credencial, emprego, direito de atuar na área. Denigre a imagem dos repórteres sérios que sabem o que é jornalismo. Em entrevista não se bate-boca, não se tenta diminuir o entrevistado, o repórter é um mero intermediário de informações entre o entrevistado e o público. Quer dar opinião? Quer discutir e dar moral ao entrevistado? Cresça muito na profissão, ganhe notóriedade pelo seu talento, ganhe a confiaça dos chefes das emissoras, ganhe um programa onde a proposta seja essa, a sua opinião, e daí então, a dê!

    • XP

      Ela fez uma simples pergunta, que foi devolvida com ”berros” e agreção verbal.  

      Perguntas mais inadequadas são feitas todos os dias e muitos dos depultados respondem com elegância e decoro. 

      • Ela não fez uma simples

        Ela não fez uma simples pergunta ela provocou o deputado três vezes chamando de mentiroso.

        A primeira vez ele estava falando e ele gritou do fundo “Mais mentiras deputado” ele nem deu bola continuou.

        A segunda quando ele estava ercado por reporteres ela deu risada no video logo abaixo se nota e falou ” mentira”

        Na terceira chamou novemente o deputado de mentiroso.

         

        http://www.youtube.com/watch?v=SWjJG7Mmakg

         

        #BolsonaroPresidente

      • Ela não fez uma simples

        Ela não fez uma simples pergunta ela provocou o deputado três vezes chamando de mentiroso.

        A primeira vez ele estava falando e ele gritou do fundo “Mais mentiras deputado” ele nem deu bola continuou.

        A segunda quando ele estava ercado por reporteres ela deu risada no video logo abaixo se nota e falou ” mentira”

        Na terceira chamou novemente o deputado de mentiroso.

         

        http://www.youtube.com/watch?v=SWjJG7Mmakg

         

        #BolsonaroPresidente

    • Cala a boca

      Por favor cale a boca. Você no mínimo paga pau para este Bolsonaro. Essa reporter deveria ter é dado uma porrada na cara dele e se perdesse a credencial dela seria um favor a si. Pois ser jornalista neste país… aliás… nem sei pq perco tempo com você seu cuzão!

    • Imprensa marrom

      Esse tal de S. Bueno é um legítimo representante da imprensa marom. Um baba ovo que não merece o mínimo de crédito.

    • HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

      HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

  22. Lamentavel

    Lamentavel a reação do deputado. Como alguns dizem que ele é militar pergunto: Será o deputado vitima do treinamento que recebeu nos quarteis? O Sr. João Figueiredo (general e que foi o ultimo presidente eleito pelo colegio militar) Disse certa vez a um reporter: PREFIRO O CHEIRO DOS CAVALOS QUE O CHEIRO DO POVO! Como a reação dos dois são semelhantes começo acreditar que:  NOS QUARTEIS SÃO ENSINADAS ANTIGAS LICÕES DE VIVER PELA PATRIA E MORRER SEM APRENDER EDUCAÇÃO. Será que eles sabem que seus sálarios são pagos pelo povo?

     

  23. Bolsonaro xinga reporter idiota

    Eu não aprovo o Deputado em todas as suas falas e postura porem, não creio que existam motivações para processos neste caso.

    A reporter, os reporteres vivem aclamando aos 04 ventos que é proibido proibir, direitos à livre expressão e sinceramente, não sei porque as regras sociais estabelecidas até aqui, ainda existem.   Ele foi como sempre faz e como ele é… Sincero.
     

    Ela o fêz uma pergunta e ele a respondeu de forma “oficiosa” vamos assim dizer.   No entanto, ela parece que buscou insistir, provocando-o.

    Resultado… Ouviu o que não queria ouvir, ou talvez, até quisesse para assim se auto-promover.
     

    Não creio que haverá maiores repercussão, exceto à este que aqui, vc quer dar.

  24. Sou jornalista e me sinto envergonhado

    Sou jornalista há mais de dez anos, eu assisti os vídeos aqui publicados e o material na integra. Me senti totalmente envergonhado com a postura da repórter Manuela Borges. Ela agiu com total falta de ética profissional ao “provocar” o deputado. Uma coisa é você questionar, perguntar ou até mesmo indagar, outra é você insultar, provocar e instigar a confusão e baderna. Porém quando vi o microfone que a identifica como sendo funcionária da REDETV já logo me veio à cabeça uma emissora que tem a baixaria impregnada em seu dna.

  25. Art. 53 CEF

    Leiam o Art. 53 CEF, queiram ou não, ele existe. Perguntar às vezes sem ofender! Chamar de ‘Analfabeta’ ou ‘Idiota’, não é crime. Chamar alguém de idiota não quer dizer que esteja desvalorizando os analfabetos… eles têm outros importantes valores, mas quando desconhecemos certos assuntos, o silêncio é sensato. Ambos perderam a linha, sim, mas nada que justifique “processos” (idiotas). Ela provocou, ele foi provocado. Sugiro que ela elabore respeitosamente suas perguntas, e que antes, “pesquise e analise bem” o assunto. Sugiro que ele não se exalte, apenas ignore semelhantes situações, se for possivel.

  26. Jair Bolsonaro representa

    Jair Bolsonaro representa hoje o lídimo defensor do povo brasileiro, a sua voz é a do povo e diz a verdade, somente a verdade. Nós necessitamos do Exercito  e das Forças Armadas para colocar o Brasil nos eixos e acabar com essa roubalheira no Congresso Nacional…

     

    • É sério isso ??? Inteligência
      É sério isso ??? Inteligência ?? É que inteligência tinham lula e Dilma mesmo ???

  27. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome