Com novas regras, juros do rotativo do cartão caem na última semana de abril

 
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
 
Jornal GGN – De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (8), os juros do rotativo do cartão de crédito caíram quase pela metade no primeiro mês das novas regras para esta modalidade de crédito.
 
Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), as taxas dos cinco maiores emissores saíram de 456,6% para 233,9% ao ano na terceira semana de abril. Os juros ao mês caíram de 15,4% para 10,6%. 
 
As novas regras entraram em vigor no começo de abril e determinaram restrições aos clientes para fazer o pagamento mínimo da fatura e acessar o crédito rotativo.

 
O objetivo é reduzir o uso do rotativo, obrigado as instituições financeiras a oferecer soluções de parcelamento do cartão de crédito com juros menores. 
 
De acordo com pesquisa do Procon-SP, a taxa média de juros do empréstimo pessoal e do cheque especial tiveram redução no mês de maio. 
 
A taxa média para o cheque especial foi de 13,53% ao mês para 13,48%. Entre os bancos pesquisados, a maior taxa verificada foi a do Santander, com 15,35% mensais. 
 
No caso do empréstimo pessoal, a média saiu de 6,4% para 6,37% ao mês. Nesta modalidade, o Santander também teve a maior taxa entre as instituições pesquisadas, com 7,89% ao mês, enquanto a Caixa Econômica apresentou a menor taxa de juros, com 5,7%. 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora