Bolsa de valores começa semana em alta de 3,86%

Embraer foi destaque de baixa no dia; cotação do dólar interrompe sequência de quatro altas, e fecha em queda de 0,07%, a R$ 5,664

Foto: Reprodução

Jornal GGN – A bolsa de valores começou a semana em alta, mesmo após as tensões políticas dos últimos dias e os impactos da pandemia do coronavírus sobre a economia.

O Ibovespa (índice da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo) fechou as operações desta segunda-feira em alta de 3,86%, aos 78.238 pontos e com um volume negociado de R$ R$ 24,184 bilhões.

Entre as ações negociadas, o destaque do dia ficou com a Embraer, que fechou em queda de 7,49%, negociada a R$ 7,66, após registrar desvalorização de 14% no começo do dia. No último sábado (25), a Boeing cancelou o acordo fechado para a compra da divisão de jatos comerciais da empresa brasileira por US$ 4,2 bilhões.

O acordo entre as empresas era costurado desde 2017 e elas tinham até a meia-noite da última sexta (24) para fechá-lo acordo em termos técnicos, o que não ocorreu. Segundo a Boeing, o contrato foi rescindido porque a empresa brasileira não teria atendido a todas as obrigações necessárias para separar sua linha de aviões regionais.

Em fato relevante divulgado no sábado, a Embraer afirmou que “buscará todas as medidas cabíveis contra a Boeing pelos danos sofridos como resultado do cancelamento indevido e da violação do MTA (Acordo Global da Operação)”.

No cenário político, a tensão gerada pela demissão de Sergio Moro ainda chamava a atenção de analistas, e a pauta de vez se tornou o ministro da Economia, Paulo Guedes, embora o presidente Jair Bolsonaro tenha exaltado Guedes após uma reunião nesta segunda-feira.

No câmbio, a cotação do dólar comercial encerrou em leve queda após quatro altas consecutivas: a moeda norte-americana fechou em baixa de 0,07%, negociada a R$ 5,6621 na compra e R$ 5,6639 na venda.

Leia também:  Estados brasileiros seguem abaixo da meta de saneamento

 

(com informações do UOL)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. A Embraer tem capacidade suficiente para voltar a crescer e suas ações subirem na B3.
    Contudo, falta uma boa administração que a conduza no caminho certo.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome