Bolsonaro volta a mudar tom sobre preços dos combustíveis

Em meio à queda na popularidade, presidente diz em entrevista que não vai interferir na política de preços da Petrobras

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agencia Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse estar trabalhando junto à Petrobras para que ocorra uma redução “de forma legal” do valor dos combustíveis, embora tenha negado que irá intervir na política de preços da estatal.

“Estamos tentando, sim, de forma legal, junto ao presidente da Petrobras (Joaquim Silva e Luna), os diretores, presidentes dos conselhos, ver o que se pode fazer para produzir petróleo, diesel e gasolina em especial, o mais barato possível na ponta da linha”, disse Bolsonaro em entrevista ao ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PROS).

Segundo o jornal Correio Braziliense, Bolsonaro disse que “não pode interferir no preço do combustível”, embora tenha relatado conversas com presidente da estatal, Joaquim Silva e Luna.

O preço dos combustíveis tem sido ponto importante no comportamento da taxa de inflação, e a escala de preços não só compromete a popularidade do governo federal em ano eleitoral como pode minar as chances de reeleição de Bolsonaro.

Leia Também

Inflação global voltou mais alta e persistente, diz Banco Mundial

É preciso substituir o regime de metas de inflação, por Victor Leonardo de Araujo

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador