A crise em 2009

Coluna Econômica – 24/12/2008

Está um tanto difícil entender a dimensão da crise econômica.

De um lado, há os catastrofistas, que acham que o país desaparece a partir de janeiro. De outro os que julgam que, como pouco aconteceu até agora, nada de grave acontecerá depois.

***
Vamos por partes.

A economia vai se ressentir no primeiro trimestre. sim. É provável que haja um aumento do desemprego. Além disso, haverá uma enxurrada de notícias negativas, de dados do final do ano que serão divulgados.

Provavelmente os dados registrarão quedas substanciais no varejo. Parte dela, por receio do consumidor. Parte pela explosão do dólar, que fez com que muitos comerciantes não formassem estoques de importados e acabassem sem produtos para entregar.

***

Esse quadro ficou claro na discussão que abri no meu Blog (www.luisnassif.com.br).

O leitor Doug, por exemplo – que trabalha no ramo de eletrônicos – informou que as vendas não foram altas. Falou produto por falta de estoques. Varejistas que adquiriram produtos importados antes da alta do dólar ganharam muito dinheiro. Passaram outubro e novembro girando os estoques. Foram os que compraram com o dólar a R$ 1,60 a R$ 1,80.

Com o dólar a R$ 2,00, a maior parte não quis arriscar. Quem arriscou, se deu bem. A lógica é que, adquirindo o produto a R$ 1,80, se o dólar subisse, o ganho seria substantivo; se caísse, haveria apenas perda de margem. Com o dólar acima de R$ 2,00, o risco era maior.

***

Leia também:  Nicolelis: Brasil deve estocar equipamentos e preparar população para nova quarentena

Mesmo com a economia piorando no primeiro trimestre, o ponto a se ressaltar é que a situação do Brasil é muito melhor do que a da maioria dos países.

Hoje em dia, a maior parte das manchetes destaca a piora relativa na situação econômica. A novidade é que a economia não se desarrumou nesse período, em um momento em que as economias americana, européia e asiáticas desabaram.

***

Além disso, já são perceptíveis os movimentos de fundos de investimento adquirindo empresas em dificuldades, em um processo que deverá se acentuar nos próximos meses, à medida que o movimento do mercado de ações se estabilizar e houver maior clareza sobre os novos preços de ativos.

***

No curto prazo tem-se um quadro de relativa piora, mas em um patamar muito mais confortável do que em qualquer outra crise das últimas décadas.

Além disso, parece claro que em janeiro do Copom (Comitê de Política Monetária) começará a reduzir as taxas de juros em ritmo muito maior do que se pensava inicialmente.

***

Há um desafio claro do governo, que é a preservação do nível de emprego. As políticas sociais, Bolsa Família, salário mínimo garantirão parte da renda das famílias. O funcionalismo público, com a estabilidade de emprego, outra parte.

Há que se pensar em investimentos em obras públicas que sejam geradores de emprego. E há ainda a incógnita das contas públicas e das contas externas.

***

Mesmo assim, nesse final de dezembro, o bicho é muito menos pavoroso do que parecia no início da crise. Não dá para descuidar nem para minimizá-la. Mas começa a se consolidar a esperança de que seja menos pesada do que apontam as previsões atuais.

95 comentários

  1. Nassif veja bem.Sou amigo dos
    Nassif veja bem.Sou amigo dos proprietários de uma grande rede de eletroeletronico aqui do Centro Oeste.
    Segundo informações me passadas,a parte do atacado deles esta semana e semana passada trabalhou muito e passou da meta formulada para este ano.
    O mais interessante é que a rede de varejo(clientes do atacado) ficou trabalhando com os estoques deles,ou seja,o logista com medo fez um estoque pequeno,mas a demanda foi muito maior.
    Resultado,o logista vendia o que não tinha,e no tempo de entrega corria no fornecedor de atacado para fazer a compra do que já havia vendido.Trabalhou com estoque do fornecedor.
    É a crise,que existe,mas menor do que foi pintada até agora.

  2. estadao Quarta-Feira, 24 de
    estadao Quarta-Feira, 24 de Dezembro de 2008 | Versão Impressa

    http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20081224/not_imp298420,0.php

    Crise reduz arrecadação e governo central tem primeiro déficit de 2008
    Em novembro, despesa supera receita em R$ 4,3 bi; secretário diz que resultado não ameaça meta fiscal para o ano Ribamar Oliveira

    ……a principal razão para o déficit foi a forte queda da arrecadação federal em novembro, em virtude da desaceleração da economia brasileira provocada pela crise internacional. A receita bruta do Tesouro Nacional caiu R$ 10,1 bilhões, de acordo com o relatório da STN. Em outubro, a arrecadação ficou em R$ 53,87 bilhões e, no mês passado, em R$ 43,74 bilhões – uma redução de 18,8%…………………….

    As contas públicas registram déficit quando as despesas primárias (que não consideram o pagamento dos juros da dívida pública) superam as receitas primárias (não consideram operações de crédito ou emissão de títulos).

    Embora tenha registrado déficit, as contas do governo central no período de janeiro a novembro ainda registram um superávit primário maior que a meta fixada para todo o ano. …………….

  3. Considerando que o PIB
    Considerando que o PIB americano é de quase 30% do PIB mundial e que as importações dos EUA de mais de US$ 2 trilhões em 2007 repreesentaram quase 16% dos total das exportações mundiais menos as exportações dos EUA.
    Qualquer queda da atividade econômica nos EUA, principalmente das importações americanas terá forte impacto na economia mundial, e que uma depressão nos EUA arrasta as demais economias do mundo.

    É preciso lembrar que estamos disnte de crise econômica internacional, e quanto menor a depedência do comercio exterior maiores são as chances de evitar um agravamento da crise na economia interna.

    Este é caso do Brasil, que precisa fortalecer ainda mais o mercado interno se quiser evitar a recessão.

  4. Nassif,

    O (P)iG só conseguiu
    Nassif,

    O (P)iG só conseguiu instalar uma “crise psicológica” entre eles próprios. Na economia real não se vê, tampouco se constata, com indicadores essa suposta crise importada.

    Com as previsões do Banco Central, do Mercado, da oligarquia industrial e do Governo, tem-se 4 cenários distintos que demonstram o anacronismo dos cenaristas econômicos.

    Acho até que, seria oportuno lançar-se nos sites de economia e política qual o cenário que vingará em 2009:

    *
    a) O de Lula, que espera crescimento de 4%,
    *
    b) O do Banco Central que espera crescimento de 3,2%,
    *
    c) O do Mercado que espera crescimento de 2,4%,
    *
    d) O da CNI que espera crescimento de 1,8%, ou
    *
    e) O do PIG que torce para que o Brasil desapareça do mapa da economia.

    Qual você optaria?

    abraços

  5. Vamos por partes…

    -a perda
    Vamos por partes…

    -a perda de emprego formal já aconteceu em nov/08 …e antes do que se esperava

    -a inadimplência, reflexo e PROVA de erros (de autoridades econômicas) e exageros passados, já é uma realidade

    -setores como construção civil, automóveis (c/nossos carros, os MAIS CAROS do MUNDO) e exportadores de produtos naturais e básicos (ao que fomos CONDENADOS a fornecer) ainda preocupam

    -as contas externas estão, e parece que ficarão em 2009, negativas. Embora sinalizem melhorias em viagens, cta petróleo, remessas e importação de BAGULHOS

    -a arrecadação do Estado, AINDA sem uma CPMF, se verá em apuros

    -o efeito de PERDA DE RIQUEZA (-40% IBOVESPA) ainda é uma incerteza

    -aumento de renda ou de crédito miúdo ficou no passado

    -REGULAÇÃO do crédito, com MENOS TAXAS E IMPOSTOS, forçando-se DIMINUIÇÃO DE PRAZOS (em algumas linhas LOCALIZADAS), pra se conter recentes abusos embutidos (juros) nas prestações de bolso, e na concentração desnecessária de renda, NINGUÉM teve a coragem de fazer (nem antes – como alertávamos – nem depois da tal “crise”)

    -Os juros primários, pela realidade atual, se não baterem em 9%aa continuarão sendo um abuso e DESVIO imoral de recursos públicos …e consigo manterão outros artificialismos e desvios (cambio, mercados, preços etc) …que somados a outras regras tb poderão continuar a alimentar o tal “empossamento”, facilitado pela aversão (c/direito a prêmio SELIC) ao risco

    PORTANTO, ainda há muito o que se fazer (E CORRIGIR) pra sequer pensarmos em pensar que já esta ficando tudo aprumado…e que a poeira assentou

    ..e isso pra não falarmos na possível valorização do REAL (ou, como queira, na queda do dólar)

    Penso que se o BC continuar a se comportar como vem fazendo desde set/07, amparado em ACHISMOS, vaidades, medos e MENTIRAS ..o barco poderá afundar de vez

    Se o BC e Fazenda pararem de ficar caminhando em direções opostas, com um ardendo e outro assoprando,acho que já teremos evoluído muito

    QUEM falou presses ANALFABETOS que preservar a moeda, crescimento, emprego e desenvolvimento é tarefa ou missão de um só e único brasileiro?

    FELIZ NATAL

  6. Nassif, não sei se existe
    Nassif, não sei se existe algum impeçilho de ordem ética, porém, gostaria que vc comentasse o artigo do Kanitz sobre a regulamentação sobre a capacidade de alavancagem dos bancos estabelecida em Basileia I e II. Conforme entendia, até então, essa regulamentação seria muito salutar. O artigo encontra-se no endereço http://www.kanitz.com/veja/crise_mundial.asp.
    Grato

  7. No Brasil existe um
    No Brasil existe um diferencial enorme em relação a todos os demais países e este diferncial atende pelo nome de LULA,sim,o presidente da república está sendo o grande diferncial nesta crise,
    O presidente está colocando todo o seu capital político adquirido durante mais dde 30 anos de militância política a favor dos menos favorecidos para manter o país nos trilhos.
    O mais incrível é que o presidente tem que enfrentar diuturnamente nossa mídia para mudar os rumos da economia do país incrementando neste momento nosso mercado interno.
    O povo que não é bobo nem nada,já percebeu qual é a sua salvação e,atento,segue as recomendações de seu líder,o presidente Lula,diferencial que orgulha o país.

  8. Comentarista, ninguem torce
    Comentarista, ninguem torce para o País afundar para se dar bem Políticamente hoje, isto é coisa do pasado quando o PT era oposição. Claro que o País não acaba em janeiro, mas anote qual é a Inadiplência hoje e compare com a que sera daqui a três meses, e qual a faixa onde ela sera maio. As mas noticías já estão ocorendo é o efeito repetição , a pedra no lago , comeca no centro e vai para a periferia,caem as exportações diminuem os lucros , no capitalismo quando isto ocorre cortam-se empregos.E ogoverno “lula” esta enfaixado neste modelo de juros altos, porque uma coisa é elevar juros para combater crises e outra é Remunerar as Elites para se manter no PODER, dando migalhas aos pobres. Aguardo o seu comentário agora ou dagui a três meses.

  9. Intuitivamente, sem uma
    Intuitivamente, sem uma avaliação tão racional quanto esta, sempre foi este o cenário que imaginávamos que se estabeleceria no começo de 2009. Naturalmente que as notícias desencontradas não nos ajudavam a racionalizar esta intuição. Eu espero que estejamos certos e que o Brasil consiga saltar essa fogueira com “suaves” queimaduras no solado dos pés.

  10. Ano que vem há uma grande
    Ano que vem há uma grande probabilidade de ou hyper inflação ou hyper deflação no dollar puxando o mundo com eles, após a politica do ZIRP os EUA e o Japão vão entrar em depressão financeira, o dollar entrará em collapso la pelo meio do ano , a china vai parar de bancar as USTs e é bem provavel que uma guerra estoure em algum canto do planeta…paises que possuem commodities e barreiras comerciais vão se recuperar mais rapido, então vejo que o Brasil em si não vai ter uma grande crise na pior das hipoteses recessão e por algum tempo só , enquanto que o EUA, UK JPN vão pro buraco, com o japão se recuperando mas o EUA talvez em uma decada.

  11. Pelo contrário, os
    Pelo contrário, os indicativos são de que o Brasil está sendo afetado mais rapidamente e com mais força do que qualquer um imaginava antes. Basta ver as progressivas expectativas, semna a semana, piorando.
    Acho que muitos tentam pintar o quadro menos feio do que é de fato, até para incentivar as pessoas a consumir e não piorar a situação, mas o FATO é que a coisa ta piorando dia-a-dia. Um exemplo: quem poderia imaginar que teríamos fechamento de vagas de trabalho em pleno mes de novembro?

    De minha parte, esperava um novembro muito pior. As pesquisas de expectativas da FGV mostraram leve melhora em sua última edição. Repito o que escrevi: o quadro ainda vai piorar no início do ano, mas menos do que muita gente temia.

  12. Bom dia !!! Nassif estou mais
    Bom dia !!! Nassif estou mais alinhado com a sua análise que com a dos catastroficos. Sabe-se em economa que quando muitos estão perdendo, poucos estão ganhando. Acho ingenuo acreditar que muitos economistas pessimistas o são a troco de nada, a maioria é sócio disso, diretor daquilo, sempre empresas do mercado de capitais. Aliás não vejo nada de errado nisso, mas porque a mídia não coloca na baila os economistas com viés de otimismo ? No segmento em que atuo (indústria farmacêutica) todas as análises dão conta de que o país está firme, haverá um crescimento menor, mas um crescimento e o grande problema será o fato de a maioria das empresas ser de capital estrangeiro e estão no epicentro da crise, ou seja, a matriz necessita de dólares e isso será um problema com a apreciação artifical da moeda. No mais é trabalhar e trabalhar, assim seremos cada vez mais fortes, especialmente com investimento do setor público.

    Flavio A Nascimento

  13. Sempre que se fala de crises
    Sempre que se fala de crises econômicas, fico com a impressão de que se fala de um ente sobrenatural desvinculado da ação humana.
    Será que isso é fruto da prevalência dos conceitos da Economia nas últimas décadas?
    Parece chegado o momento da Política, substituindo a politicagem.
    Creio que o desenrolar da crise está vinculado às medidas tomadas para enfrentá-la, não só no Brasil, que como se vê está menos exposto que em outras oportunidades à expoliação que as crise trazem em seu bojo.
    As medidas que Obama tomar, a partir de 20 de janeiro, para solucionar a crise em seu epicentro, trará os paradigmas que nortearão seu tratamento mundo afora.
    Se optar pela política de terra arrasada nos países periféricos para manter sua condição de centro do capitalismo através da manutenção da miséria nos demais, permaneceremos mais 50 anos dependentes de políticas sociais de emergência e suas consequências políticas nefastas.
    No plano nacional, infelizmente, ainda não caiu a ficha de nosso empresariado para a oportunidade que o mercado interno brasileiro representa.
    Apesar de todo esforço que Lula tem feito de chamar atenção para isso, de sua forma peculiar, além das medidas tomadas até o momento para garantir a alavancagem do sistema.
    Trabalham para a parcela “rica” da população… uns 10%… engordam os lucros com ganhos financeiros… e deixam o comércio popular para os importados…
    Dessa forma, o mercado interno não garantirá mesmo uma sobrevivência tranquila à ação pedratória do grande capital.
    Caso Obama responda às esperanças mundiais e vincule a sobrevivência do capitalismo à expansão do mesmo às camadas excluídas lá e por todo planeta, sentirão os efeitos da crise aqueles que vivem dela, uma minoria.
    Mas uma minoria que detém a hegemonia do processo ainda.
    E que poderá ser anulada em seus objetivos pelas melhorias para a população mais carente, tal qual Lula aqui.
    Enfim, o desenrolar da crise dependerá do posicionamento dos diversos agentes econômicos envolvidos, seja em apoio, seja em rejeição das medidas adotadas, incluindo nós mesmos.
    Veremos se vão preferir preservar e ampliar o nível alcançado pelas forças produtivas e disseminar as benesses do capitalismo ou se preferirão pagar para que permaneçam as condições sub-humanas que levam às radicalizações.
    Ou seja, se predominará a Economia e suas planilhas ou a Política e seu humanismo.
    De uma forma ou outra, as pessoas terão que continuar vivendo… e lutando, seja qual for a luta.

  14. Nassif: pergunte ao Erasmo
    Nassif: pergunte ao Erasmo (ninguem torce para o País afundar) Moraes de Oliveira se ele não lê jornais nem assiste TV.Abs Célvio

  15. Tenho ouvido e lido as
    Tenho ouvido e lido as análises de diversos “especialistas” em economia sobre a presente crise. No caso específico do Brasil a análise mais lúcida, na minha opinião, é de Maria Conceição Tavares. Primeiro ao apontar o papel secundário do Banco Central que o próprio se impôs ao ‘jogar na retranca” ,recusando obsessivamente a baixar os juros já na última reunião. Segundo apontado o absurdo de se cortar os famosos gastos de”custeio” do setor público, indicando que isso sim jogará o país na recessão. Gasto de custeio abrange a previdência social , o Bolsa Família e demais programa sociais., o que irradia a economia de dinheiro.Terceiro ponto importante que ela aponta, ao invés de apenas injetar uma dinheirama no sistema financeiro, antecipar o reajuste do salário mínimo para janeiro a fim de manter a demanda em patamares razoáveis. Enfim há alternativas ao “conservadorismo econômico”. É hora de ousar.

  16. crise de 2008???? é só olhar
    crise de 2008???? é só olhar as ruas de são paulo e vêr o que aumentou de carros, ir pra 25 de março milhões de pessoas comprando.E, se Deus assim o permitir 2009 vai entrar bombando a economia, e o Brasil top nas paradas mundiais.O presidente frances e sua Carla, gostaram tanto do Brasil que vão passar o natal aqui, e a turma da esquerda francesa ja desceram a ripa neles.Resumo,Brasil vc é 10000000000000000000000000000000000000

  17. Poxa,

    Li o tal do artigo do
    Poxa,

    Li o tal do artigo do Kanitz e com todo respeito, eu acho que ele derrapou feio desta vez….

    Oh Kanitz, capital “corroído pela inflação” é simplesmente o Patrimônio Líquido (na verdade não é o capital estrito senso) que o banco tem se ele não tiver resultado ou se não houver aporte… Cumé qui o banco vai inventar PL só porque tem inflação, meu filho ?

    Basileia simplesmente aplica o limite sobre o PL contábil, ponderado pelo risco dos ativos em carteira…. E você, em países civilizados, só corrige o PL pela inflação se tem resultados que justifiquem essa correção… Se eu simplesmente corrigir pela inflação, sem atentar para o crescimento nominal real do PL de um banco, eu estou aumentando o limite de alavancagem dessa instituição, na verdade.

    E o que quebrou os EUA foi justamente o contrário do que você diz… foi excesso de alavancagem, não falta. Tudo isso se refletiu no excesso de dependência do crédito para o crescimento, na primazia da política monetária (de expansão/contração do crédito via bancos) sobre a política fiscal – tudo interligado.

  18. Nassif,

    sobre a crise, você
    Nassif,

    sobre a crise, você leu a coluna de hoje do Elio Gaspari? É um verdadeiro presente de Natal.
    Abs

  19. Bom dia, gostaria de saber
    Bom dia, gostaria de saber dos senhores, qual de vocês mudou o estilo de vida desde o começo da crise.
    Tenho um comércio em Belo horizonte e digo que ninquém que conheço mudou de estilo de vida nesses últimos 4 meses, na verdade desde o corte de IPI dos carros 2 amigos que não tinha a intenção de trocar os carros fizeram isso semana passada.
    Pegaram carros até melhores que estavam pensando, visando sempre estar dentro do orçamento as prestações.
    Acredito em uma piora no começo do ano mas o mercado interno ainda se encontra aquecido, porém produtos de baixo valor.
    Abraço a todos e feliz natal.

  20. O 1o. trimestre de 2009 será
    O 1o. trimestre de 2009 será o mais difícil, mas depois a economia irá iniciar uma retomada do crescimento, e por vários motivos:

    1) Aumento real do salário mínimo, que deverá subir para R$ 465, subindo 12% (o dobro da inflação de 2008, portanto). E isso estimulará a demanda, pois quem ganha o mínimo gasta tudo, é claro;

    2) Redução dos juros básicos, que deverá começar em Janeiro e se estender durante todo o ano de 2009. Para Janeiro/2010 o próprio mercado financeiro prevê juros de 12,4%/ano;

    3) Desvalorização do Real, que irá estimular um processo de substituição de importações, beneficiando a produção nacional;

    4) Aumentos dos investimentos públicos, com o governo federal elevando em R$ 6 Bilhões os seus investimentos em 2009;

    5) Redução de compulsórios, que permitirá a normalização gradual do acesso ao crédito;

    6) Redução de impostos para setores como a indústria automobilística, que repassou a queda de preços para os veiculos, beneficiando os consumidores;;

    7) Aumento do volume de crédito na economia, que atingiu 40,3% do PIB e para o qual se prevê um crescimento de 16% para 2009;

    8) Aumento dos desembolsos do BNDES, que deverão chegar a R$ 100 Bilhões em 2009, contra R$ 90 Bilhões em 2008;

    9) Novas medidas de estímulo à economia que serão adotadas pelo governo federal, como já foi confirmado pelo Presidente Lula, pelo Ministro Guido Mantega e pela Ministra Dilma Rousseff.

    Com tudo isso, creio que a partir do 2o. trimestre, o Brasil iniciará uma retomada do crescimento e, quando chegar em 2010, a economia mundial também deverá estar se recuperando da crise e, com isso, o país crescerá ainda mais.

  21. Povo,

    Eu leio o PIG todo
    Povo,

    Eu leio o PIG todo dia. Ai ontem, vespera da vespera de Natal (então imagine hj?) resolvi sair pra comprar presentes para meus filhos (só pra eles, pq a crise é FEIA segundo o PiG).

    Eu não entendi qdo peguei 40min de engarrafamento nas principais ruas de Goiânia.

    Eu não entendi qdo não consegui estacionamento no Carrefour e no Walmart.

    Eu não entendi a fila pra entrar no Shopping (Flamboyant, um dos maiores da AL).

    Eu não entendi qdo vi pessoas carregando TVs LCD e de Plasma. Videogames e carnes e aves para a ceia

    Eu não entendi qdo cheguei na seção de brinquedos e só não tinha mais nada. Só o resto. Caixas abertas e aqueles que criança nenhuma quer.

    Eu não entendi pq eu fiquei quase 1hora na fila do caixa pra pagar os brinquedos.

    E principalmente, eu não entendi, o que eu fiz de errado pra chegar meia noite em casa, sendo existe um crise enorme e que o Brasil está falindo.

    Sou economista, sei de uma coisa, não programo meus investimentos com base no que o PiG diz.

    Sempre olho o chão das fabricas, e as principais ruas comerciais da minha cidade.

    Abçs,

  22. Os economistas não sabiam e
    Os economistas não sabiam e ainda não sabem que rumo tomará essa crise, são meras especulações. Um acerta um ponto, outro acerta outro ponto e só. Se dependesse somente da mídia estapafúrdia, o Brasil e o presidente já estariam afundados há bastante tempo. O governo tem feito o que pode para minimizar os problemas, inclusive incentivando o consumo. Mas o que deveria fazer, não faz. Cortar os seus gastos, ao contrário o Congresso aprovou o aumento do funcionalismo público e de quebra, queriam aumentar o número de vereadores nos municípios. O vereadores inventaram o recebimento do 13º salário e os gastos continuam. Governos estaduais deveriam fazer sua parte e reduzir os impostos, mas não fazem. Haverá algum desemprego em 2009, mas passaremos essa crise sem grandes sobressaltos.
    Viva o presidente Lula e sua equipe.

  23. Tato,

    Tecnicamente, apesar
    Tato,

    Tecnicamente, apesar das ilusões dos liberais e neoliberais, somente o Ministério da Economia e o Presidente da República, que viabiliza as ações econômicas politicamente, possuem os instrumentos necessários e suficientes para estimar a taxa de crescimento econômico. Todos os outros, inclusive o Banco Central, são meros figurantes, rebeldes é verdade. A idéia de que o sistema Financeiro manobra o Sistema Econômico vem das elucubrações liberais e neoliberais, que tinham como objetivo induzir os inocentes, conquistar mercado e promover o romantismo, ou seja, a fantasia, a ficção e o imaginário na economia. Representava uma estratégia de Poder Econômico. Essa bobagem nunca deixou de ser contestada pelos economistas de verdade. Com a crise financeira não resta mais dúvidas sobre o fracasso do neoliberalismo; e, se houvesse mais alguma desconfiança bastaria relembrar a grande depressão de 1929, originada pelas convicções liberais ou todas as crises do sistema capitalista para constatar a influencia das idéias liberais e neoliberais em todas as anomalias do sistema Econômico.

  24. Concordo com a análise do
    Concordo com a análise do ex-ministro Delfim Netto de que a crise dos mercados de capitais é basicamente de confiança. Não dá pra medir uma crise no coração do sistema financeiro na 25 de março em pleno natal!

    Por parte da imprensa, contudo, há que se ter um tanto de maturidade, né? Tem jornalista por aí dizendo que Lula foi a TV se “defender da crise”… Pensa que a crise é culpa da Globo… Também não precisa ser xiita.

  25. Nassif, o fechamento de 40
    Nassif, o fechamento de 40 mil vagas em pleno novembro é fruto da crise ou é algo cíclico, fruto da desaceleração da indústria? Tem a ver com o enxugamento do crédito lá fora? Abraço!

    É fruto da crise, sim.

  26. http://www1.folha.uol.com.br/
    http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u482954.shtml

    24/12/2008 – 10p0
    Pedidos de hipoteca nos EUA atingem maior nível desde 2003, diz associação da Folha Online

    O número de pedidos de hipotecas nos EUA cresceu 48% na semana encerrada no último dia 19, com o índice que apura a quantidade de hipotecas no país ficando em 1.245,4 pontos, a maior leitura desde a semana encerrada em 18 de julho de 2003 (quando a pontuação chegou a 1.284,3), segundo dados divulgados nesta quarta-feira pela MBA (Associação de Bancos de Hipoteca, na sigla em inglês).

    Os compradores têm sido atraídos pela queda nas taxas de juros, derrubadas pelas ajudas oferecidas pelo governo. Neste mês, o Federal Reserve (Fed, o BC americano) reduziu sua taxa de juros de 1% para uma margem de zero a 0,25%. Além disso, a autoridade monetária americana também anunciou o uso de US$ 500 bilhões na compra de títulos lastreados em hipotecas que haviam sido garantidas pela Fannie Mae, Freddie Mac e Ginnie Mae –as três empresas hipotecárias que contam com apoio do governo.

    Os juros de hipotecas de 30 anos com taxas fixas ficou em média em 5,04%, uma redução de 0,14 ponto percentual em relação à semana imediatamente anterior. Trata-se da menor taxa desde a semana encerrada em 13 de junho de 2003, quando ficou em 4,99%. A taxa chegou a um pico de 6,59% em meados deste ano, devido à crise de crédito causada pela inadimplência no segmento de hipotecas “subprime” (de maior risco). ………………

  27. Caro Nassif,
    Sou um dos
    Caro Nassif,
    Sou um dos afetados pela crise no setor automotivo: em novembro fui um dos cortados na empresa onde trabalhava. No setor automotivo existe uma crise difusa e essa crise está para tomar (ou não) seu desenho após as férias coletivas que terminam no início de janeiro.
    Mas o outro ponto real é que continuamos numa crise cronica de incapacidade de administrar as fabricas: são muitos conchavos, corrupção entre vendas e compradores, pobre politicagem interna, hábitos do brasil cartorial e do pior de uma cultura fabril E ISTO NÃO MUDOU NOS ÚLTIMOS 25 ANOS. Esta é em minha opinião a crise brasileira no setor produtivo e atende pelo nome de indigencia mental.

    Silvio

  28. Creio que no primeiro
    Creio que no primeiro trimestre de 2009 será melhor que o quarto trimestre de 2008.

    As lojas vão ter que repor as mercadorias e farão novas encomendas para as indústrias que inclusive não foram feitas nesse trimestre;

    as fábricas também terão que acelerar na produção de veículos para normalizar os seus estoques, haja vista as vendas que estão ocorrendo nesse mês de dezembro com a redução do IPI e que continuará até março/09, pelo menos.

    A construção civil terá novo alento se o governo Lula editar o pacote de bondades para essa área em janeiro.

    Redução da carga tributária (IRPF, IOF,novos prazos de recolhimento de impostos) e o aumento do salário mínimo em fevereiro irão irrigar a economia.

    Redução inevitável da taxa de juros selic a partir de janeiro.

    Com a posse de Obama, virão novos pacotes para a recuperação do crédito e da economia americana e consequentemente do mundo.

    Enfim, tudo isso e com o governo Lula agindo de forma responsável, como tem feito até agora, não creio que o primeiro trimestre seja todo esse desastre.

    P.S (aliás, nem sei o que significa P.S.) Ontem às 11hs da noite o Carrefour do Tatuapé estava lotado e tinha muitas prateleiras quase vazias.

  29. Minha esposa foi com a minha
    Minha esposa foi com a minha cunhada em um dos shopping da minha cidade e a fila para entrar com o carro estava a mais de um quilômetro da portaria e olha que os estacionamentos do mesmo tem capacidade pra mais de quinze mil carros.Em um dos hipermercados, a espera nas filas nos cerca de quarenta e oito caixas era de cerca de sessenta minutos.Ainda bem que o brasileiro aprendeu a não dar ouvidos aos alarmistas de plantão.Agora mesmo o mau tempo que provoca o fechamento de alguns aeroportos,provocando os inevitáveis atrasos,é sistematicamente “esquecido” nos noticiários de certas emissoras,dando a entender que,o que existe é uma nova “crise” aérea.Falando em compras para o Natal,quero desejar a todos que participam desse espaço que o Nassif nos proporciona para defendermos nossas idéias,aprimorando a nossa cidadania,demonstrando o nosso amor ao nosso querido Brasil e sua gente e o nosso desprezo a certos tipos,UM FELIZ NATAL e um 2009 cheio de surpresas agradáveis.Que sonhos se tornem realidades.

  30. Caso se confirme a
    Caso se confirme a recuperação dos pedidos da hipotecas nos EUA nos próximos meses, creio que podemos dizer que estamos recuperando a economia mundial.

    A recuperação deverá ser lenta mas contínua, sem a mesma liquidez anterior a 2008, mas parece ques tesamos virando.

    Ben Bernanke persititu, ainda depende do novo Governo Americano, mas juros zero, um sistema finaneiro ainda de pé, deve ser um bom começo para uma longa e lenta recuperação.

    Quanto mais lento o processo da recuperação da economia mundial, maiores são as chances de realizar o ajuste nos juros da Selic.

    A forte queda da atividade econômica no Brasil e o nível dos juros nos EUA e na Europa, abre uma grande oportunidade para derrubar os juros da selic rapidamente, e tudo indica que poderemos trabalhar com 2% de juros reais ou menos. A oportunidade está dada.

    No Brasil com a redução da dívida pública em relação ao PIB, a realização do superávit primário, o aumento da produção do petróleo, o início da produção do Biodiesel, e o fortalecimento do mercado interno, temos condições de sair mais fortelecido desta crise econômica internacional.

    Basta aproveitar a oportunidade e derrubar rapidamente os juros da Selic.

  31. É dificil de ententer as
    É dificil de ententer as próprias mentiras que a imprensa inventa.; afirmo, a crise é inventada por banqueiros e empresários brasileiros para lucrar com a crise obtendo as benesses o governo.

  32. Crédito se recuperou em
    Crédito se recuperou em novembro segundo o BC, ficou mais caro, mas está disponivel! Os bancos publicos começaram a agir pra ganhar mercado em dezembro.

    O Governo Federal teve algumas ideias geniais que não eram para combater a crise, mas que terão ótimos resultados: a desburocratização para adquirir aposentadoria e a redução da jornada de trabalho. Isso jogará mais dinheiro na economia e forçará os empresários a contratar funcionários.

  33. A Verdade é uma só….

    Pior
    A Verdade é uma só….

    Pior do que entender sobre essa crise econômica, é ouvir um montão de comentários de certos economistas e analistas, que ganham dinheiro e prestígio para falar um montão de bobagem.

    Eeeeeeee Emprego Bommmmm Viuuuuuuu….. Se eu soubesse disso, nem estaria estudado pra falar um montãoooooooo de asneiras….

  34. A Desconstrução 3: Lula,
    A Desconstrução 3: Lula, Nassif e Garrincha
    http://blogln.ning.com/profiles/blogs/a-desconstrucao-3-lula-nassif

    Caros Nassif, Roberto-SP e Blogueiros,

    O Nassif diz: “o quadro ainda vai piorar no início do ano” e depois, ele, como o Lula, “acham” que vai melhorar.

    Poderia ser o excesso de confiança, menosprezamos outros fatores que podem influenciar e muito, no processo.

    Aqui entra a pergunta-pérola (do futebol para a vida como ela é), do Garrincha após ouvir a preleção do técnico Feola, antes do jogo com a União Soviética, na Copa de 1958, na Suécia:

    “O senhor já combinou com o adversário para deixar a gente fazer tudo isso?”

    Esclarecimento, especialmente para Roberto SP, sobre o PIB dos EUA, são hoje (dados até 2007), na forma PIB nominal e na forma PIB PPP:

    1-PIB nominal: 25% do PIB munidial e em queda
    Link com relação de PIB Nominal dos países
    http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_countries_by_GDP_(nominal)

    2-PIB PPP: 21% do PIB mundial e em queda
    Link com relação do PIN PPP dos países
    http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_countries_by_GDP_(PPP)

    É importante observar que a tendência é de queda para 2008 e para os próximos anos, portanto calma que o leão está manso.

    Como referência, a China na forma do PIB PPP hoje (dados até 2007) tem 11% do PIB PPP mundial, ou seja, um pouco mais que a metade dos EUA e o detalhe importante, e em crescimento, segundo projeções do BIRD (antes da crise) em palestra no IEA no início do ano, vai se equiparar aos EUA na próxima década (2017).
    Otaviano Canuto dos Santos Filho (BID, Bird e FEA/USP), segunda slade:
    http://www.iea.usp.br/iea/online/midiateca/canutobrasil2020.pdf

    Sds,

  35. Nassif, o leitor Erasmo
    Nassif, o leitor Erasmo Moraes Oliveira escreveu que ninguém torce para o desatre do país.
    Então mande ele comparar as notícias de ontem no principais noticiarios, dizendo que o crédito voltou e subiu 2% em novembro, em plena crise e muito diferente dos outros países, com a manchete de hoje da Folha:
    ” BC diz que crédito cai em 2009″.
    Ou seja, pura especulação. Do contrário hoje a manchete seria: ” credito volta a crescer no país, apesar da crise”.
    Então me diga, qual o motivo da Folha dar uma manchete de lago que ainda pode acontecer?
    Somente para gerar pânico e evitar o crescimento das vendas da comércio.
    O problema do Brasil é ter uma “santíssima trindade” (Folha, Veja, Globo)
    mais preocupada em eleger o proximo presidente do que fazer um jornalismo sério.

  36. As pessoas fazem comentários
    As pessoas fazem comentários muito engraçados, e lançam suas paixoões, seja pro governo ou contra o governo. Bom, vivemos numa “democracia” mas acho tão bestial esta forma de comentar as coisas. Puxa, conte suas experiências, precisamos entender que aquilo que lá fora estão chamando de crise, é apenas uma aproximação distante, daquilo que nós vivemos nos últimos vinte e cinco anos, é verdade que tivemos uma leve melhora, mas não podemos ficar preocupados com crises, uma vez que, nos termos que esta palavra é expressada lá fora faz algum sentido para nós?. O brasileiro médio, aquele que ganha até R$ 75.000,00 anualmente se acha o cara, pois saibam este salario no epicentro da crise, é miséria. Pergunto, sabemos o que realmente é esta crise?. Por isto que acredito que ela terá baixo impacto para nossa realidade.

  37. O caso dos eletro-eletronicos
    O caso dos eletro-eletronicos e computadores vai ser – assim como esta acontecendo com os alimentos – a cara da crise no Brasil.

    O dolar aumentou, mas os preços lá fora desses produtos estão caindo vertiginosamente. Isso vai compensar bem o aumento do dolar. Nos proximos meses vamos ver esses produtos sendo vendidos por preços proximos aos de 6 meses atras, com o dolar a 1.60. Por incrivel que pareça.

    Os preços dos alimentos, pasada a “bolha” já estão caindo.

    E acredito que esse movimento vai acontecer em varios setores. Inflação não será problema.

    A crise la fora está muito feia mesmo, mas aqui em Terras Brasilis basta termos um pouco de paciencia. Alguns ajustes aqui e ali mas nada de recessão, temos é de parar de importar a crise. O que são 2 ou 3 meses até as coisas se estabilizarem? O projeto do pais Brasil tem de ser a longo prazo, e é maior que um ou dois trimestres ruins.

  38. crise especulativa disparada
    crise especulativa disparada pelos irmaos lehmann hehe…filmes de terror pros ingenuos acharem que chegou o apocalipse…aqui na terrinha oposição esta atordoada perdidinha…com a´´crise mundial´´que ainda nao colou…
    e o consumo aumenta…shoppings nem tem vaga pra estacionar…
    solzão brilhando e carnaval promete

  39. O PIB mundial é avaliado em
    O PIB mundial é avaliado em dólares, temos que considerar a variação cambial, com a atual queda do euro, real, Won(Coréia do Sul) em relação ao dólare a subida do Yen e a estabilidade do Iuan(China)

    esta relação sofre constante alteração. Hoje está mais para 30% do que para 25%.

    O modelo de crescimento na China é baseado numa economia voltada para exportação. Para continuar a crescer precisará incentivar o mercado interno, mais isso exige grandes mudanças políticas, que ao que tudo indica os dirigentes chineses não estão disposto a realizar.

    O fato é que EUA, Zona do Euro e Japão representam mais de 50% do PIB mundial, e mais de 50% da importações mundiais.

    A china tem como destino 65% de suas exportaçãoes os EUA, União Europeia e Japão.

  40. O PIB do Brasil em 2008 é de
    O PIB do Brasil em 2008 é de aproximadamente R$ 3 trilhões,

    considerando um dólar a R$ 1,55 é equivalente a quase US$ 2 bilhões
    considerando um dólar a R$ 2,40 é equivalente a US$ 1,25 bilhão
    considerando um dólar a R$ 3,00 é equivalente a US$ 1 bilhão.

  41. corrigindo………….

    O
    corrigindo………….

    O PIB do Brasil em 2008 é de aproximadamente R$ 3 trilhões,

    considerando um dólar a R$ 1,55 é equivalente a quase US$ 2 Trilhões
    considerando um dólar a R$ 2,40 é equivalente a US$ 1,25 Trilhão
    considerando um dólar a R$ 3,00 é equivalente a US$ Trilhão.

  42. Se o bicho pega para os EUA,
    Se o bicho pega para os EUA, Europa e Ásia não há dúvidas que para os países em desenvolvimento também pegará.
    Em particular o Brasil…………..não sei não.

  43. Da Agência EFE divulgado pelo
    Da Agência EFE divulgado pelo Último Segundo

    http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2008/12/24/numero+de+solicitantes+de+hipotecas+nos+eua+aumenta+48+em+uma+semana+3224895.html

    Número de solicitantes de hipotecas nos EUA aumenta 48% em uma semana
    24/12 – 13:21 – EFE

    Nova York, 24 dez (EFE).- O número de pessoas que na semana passada iniciaram os trâmites para pedir uma hipoteca nos Estados Unidos foi 48% superior ao de uma semana antes, segundo a Associação de Bancos Hipotecários (MBA, em inglês), que relaciona esse aumento à redução das taxas de juros aplicadas a esses empréstimos.

    A MBA informou hoje que o número de hipotecas solicitadas aumentou 124% em comparação com a mesma semana do ano antes.

    O que mais aumentou foi os pedidos de empréstimos para refinanciar hipotecas anteriores, que avançaram 62,6% semanal, enquanto os solicitados para adquirir um novo aumentaram 28%.

  44. Qual o tamanho da marolinha
    Qual o tamanho da marolinha que nos atingirá? Pode apenas molhar a planta dos nossos pés ou pode levar de roldão todos os que encontram à beira mar?

    Como leigo em economia posso dar meus pitacos sem sobressaltos.

    Eu aposto na primeira hipótese. Se não vejamos. Avaliando o pior caso. Exportação zero! Quanto isto afetaria nossa vida? Deve ser, em números, o tamanho maior da onda que nos atingirá.

    Dirão os mais pessimistas ainda, que as empresas brasileiras que investiram, ou estão na bolsa, tiveram perdas que ainda não foram contabilizadas.

    Ora, eu também tive perdas na merreca amealhada para aposentadoria, que chegaram a 70% do valor aplicado e que, agora, já se recuperaram para 50%. E nem por isso me joguei do alto da ponte Rio – Niterói. Afinal, morte para valer a pena tem que ser espetaculosamente teatral. Assim como, prisão de bandido e ameaça de aprendiz de bandido (nossa mulheres que se cuidem).

    Tô aí! Deixando a vida me levar…

    Boas Festas e um Ano Novo cheio de espaço para que nós, ocupantes desta Kombi, possamos continuar caminhando com a cabeça erguida.

  45. ,
    sou agricultor e ja senti
    ,
    sou agricultor e ja senti acrise pegar faz tempo nao sabemos como
    vamos pagar as nosas contas.

  46. Entende-se o discurso do
    Entende-se o discurso do presidente Lula. É o que se espera de quem lidera. O que ele devia dizer? Deveria ser pessimista? Esse papel já tem personagem: a mídia nacional. …………………………………………………..
    Os preços vão cair em geral, assim como o preço das comodities vem caindo. Havia um impacto grande de especulação no caso das comodities. No mundo todo, os que quiserem sobreviver, para manter o share, deverão cortar gordura e ainda contar com ajuda estatal. No caso do Brasil existe muita gordura, mas o que fará maior diferença no curto prazo é a taxa de juros, sem esquecer a carga tributária que pode ser alterada. A desvalorização cambial, que assustou no princípio, acabará sendo benéfica. Quem atacar o Real vai dar tiro no pé porque vai derrubar a economia local que depende de insumos importados. Muitos países já estavam com problemas a tempos, serão os primeiros a fazer água. A” indústrias das crises” e o pessimismo exagerado da mídia nacional nos últimos anos acabou ajudando, na medida em que segurou um oba oba geral, uma farra de consumo com sérias consequências. Enfim, no nosso caso, temos que enxergar as oportunidades e corrigir o rumo.

  47. crise no Brasil=começou a 3
    crise no Brasil=começou a 3 meses,piorando dia a dia.
    como sei?
    sou catador de papelão,latinhas,etc
    faz 3 meses,que caiu a porcentagem do lixo,esta faltando lixo,
    a cada dia esta diminuindo mais,ta dificil achar materiais reciclaveis.
    pelo lixo da para medir a economia.
    2009,sera dificil,mas depois ,dessa crise,teremos aprendido
    muito,e tudo sera melhor.
    feliz natal,a todos,e bebam com moderação.rss

  48. Meus caros,

    aí é que entra a
    Meus caros,

    aí é que entra a lógica das declarações do Lula, sustentadas pelo tripé:
    1) Não gerar desemprego ( se o emprego não crescer no 1o.trimestre, está ótimo – o que não pode é aumentar o desemprego)
    2) O consumidor deve manter o nível de consumo
    3) O governo deve:
    a) baixar os juros
    b) acelerar a política fiscal ( aumentar os gastos).

    Mantido esse tripé, teremos garantido o consumo no Mercado Interno.

    O 1o.trimestre será crítico, na melhor das hipóteses vamos andar de lado. Isso garantido pelo tripé, pois as condições externas ainda estarão envenenadas pela ressaca da crise financeira.

    Se as condições externas forem favoráveis, somadas ao tripé acima, estaremos no melhor dos mundos.

  49. NÃO VEJO AS COISAS COM
    NÃO VEJO AS COISAS COM OTIMISMO, DEVIDO À QUESTÃO ORÇAMENTÁRIO-FISCAL. EM NOVEMBRO, A QUEDA DE RECEITA DA UNIÃO FOI DE 10 BILHÕES PORQUE A ECONOMIA PAROU EM OUTUBRO. SÓ QUE CONTINUOU PARADA EM NOVEMBRO, ENSEJANDO OUTRA QUEDA DE RECEITA SEMELHANTE.

    DEZEMBRO BOMBOU NO FINAL POR CAUSA DO DÉCIMO-TERCEIRO E VAI ALIVIAR O CAIXA DO GOVERNO, MA NON TROPPO, POIS HOUVE A RENÚNCIA FISCAL NOS AUTOMÓVEIS. NÃO SEI PORQUE NÃO ALIVIARAM A LINHA BRANCA, DE ALTÍSSIMO ÍNDICE DE NACIONALIZAÇÃO! AINDA AJUDARIA SANTA CATARINA.

    O CRÉDITO NÃO SERÁ RECUPERADO RAPIDAMENTE, DEMORARÁ UNS TRIMESTRES, SEGUNDO O BANCO CENTRAL. ENTÃO, A RECEITA CONTINUARÁ DEPRIMIDA. TODOS SABEM QUE OS IMPOSTOS ENTRAM NO MONTANTE DOS CREDIÁRIOS, POUCO CREDIÁRIO, POUCO TRIBUTO.

    E ASSIM, VÃO SE PASSAR OS TRIMESTRES- CUJA QUANTIDADE O BANCO CENTRAL NÃO EXPLICITOU- SEM QUE HAJA MARGEM PARA O GOVERNO AGIR- PORQUE ESTARÁ ARRECADANDO VÁRIOS BILHÕES A MENOS, MENSALMENTE.

    AUMENTOS DE DESPESA COM SALÁRIOS E PREVIDÊNCIA SÓ CRIARÃO TRANSTORNOS PARA O GOVERNO, QUE TALVEZ NÃO POSSA BAIXAR MUITO OS JUROS PARA PODER SE FINANCIAR. NÃO NOS ESQUEÇAMOS QUE NOSSA ECONOMIA ESTARÁ SENDO INFLINGIDA POR UMA FUGA DE CAPITAIS DA ORDEM DE USD 7 OU 8 BILHÕES POR MÊS. BAIXAR OS JUROS SERÁ, ENTÃO, UM TANTO TEMERÁRIO.

    NOSSA ECONOMIA ESTARÁ, ANO QUE VEM, SENDO FUSTIGADA PELOS FATORES QUE A FIZERAM PROSPERAR, SÓ QUE ATUANDO EM SENTIDO CONTRÁRIO: FUGA DE DIVISAS E AUSÊNCIA DE CRÉDITO PARA CONSUMO.

    SE TIVESSEMOS CALCADO NOSSA ECONOMIA EM INVESTIMENTOS E RESERVAS PRÓPRIAS, ORIUNDAS DE EXPORTAÇÕES, O QUADRO SERIA DIFERENTE….

  50. Nassif,

    Quem ganha pregando
    Nassif,

    Quem ganha pregando crise? Os assalariados ou os banqueiros? Um doce para quem acertar.
    Responda-me sinceramente… Quem é a voz de Deus ? PIG ou POVO?

  51. esta linha de análise apenas
    esta linha de análise apenas reforça nos leitores do blog a percepção que a crise internacional é mera invenção do PIG para desestabilizar o governo.

    deixa prá lá… é Natal.

    Não estou negando a crise e alerto que o primeiro trimestre revelará uma piora da economia. Mas o tamanho do buraco é menor, mantendo os dois diabos ameaçadores: crise fiscal (menos) e crise externa (mais).

  52. Nassif, a revista Isto É
    Nassif, a revista Isto É Dinheiro desta semana destaca os Mega-projetos no Brasil, forte investimento em portos, ferrovias, hidrelétricas, rodoanel; entrevista também a ministra Dilma Roussef e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho. Notícias alvissareiras!!

  53. Nassif – convém refletir à
    Nassif – convém refletir à quem esta crise mundial está a favorecer?
    Tem algo a colocar em seus comentários sobre isso?

  54. Nassif,
    Você poderia
    Nassif,
    Você poderia “traduzir” pra gente essa queda na arrecadação da receita federal no mês de novembro. Já li que boa parte dessa queda deveu-se aos “tombos” que algumas grandes empresas levaram com derivativos – empresas que recolhiam altas somas em impostos graças aos seus grandes lucros tiveram grandes prejuízos com as apostas especulativas que fizeram no mercado financeiro e, assim, deixaram de “engordar” os cofres da receita nesse mês. Se o motivo foi esse, essa queda não teve origem na economia “real”, mas sim na ciranda financeira. Explica pra gente!

  55. Esse PSDB não se manca mesmo
    Esse PSDB não se manca mesmo ne… faz de tudo para prejudicar nosso Brasil, por meio do SENADO, que devia não existri nestes moldes……8 anos de manda é de mais, porque não, diminuir mais quatro anos desta corja que só tenta prejudicar o LULA, e acabam rejudicando é nos Brsileiros… agora querem ir ao SUPREMO… que rima com DEMO, para acabar com fundo soberano, Eles ja, acabaram CPMF, alegando que ia melhorar para a pobreza, já votaram aumento de emprego de 7 mil novos vereadores, e quantas coisas ruins… ainda vão vir…. diminuir mandato de senadores já…………

  56. Nassif boa tarde, eu tenho
    Nassif boa tarde, eu tenho uma lojinha hoje 24/12/2008 as 18:17 no fechamento do caixa foi constatado que nos já ultrapassamos as vendas do mes de dezembro de 2007. Se vai continuar assim não sei mas por enquanto esta sendo uma bendita crise que continue assim.

  57. A pior crise na era Lula
    A pior crise na era Lula ocorreu em 2003 quando da herança recebida de FHC juntamnete com o terrorismo espalhado pelos demos/tucanos fazendo com que até a excelente atriz Regina Duarte ficasse com medo do Lula e outros que até mudaram do Brasil.

    Se as previsões catastróficas da atual oposição se concretizassem o Lula não iria até o fim do primeiro mandato.

    Enfim, 2003 houve um aumento do PIB pouco acima de um ponto percentual, não foi isso?

    Em 2009 esses mesmos catastrofistas que não perdem a oportunidade estão prevendo um aumento do PIB de 2%. Aumento do PIB significa o quê? Para mim significa mais emprego, mais renda. Se o o mundo está em recessão então o Brasil com 2% está muito bem, obrigado.

    Então é de se pensar: em comparação a 2003 e a os efeitos no primeiro mundo a atual crise é uma marolinha para os brasileiros que já estão vacinados contra crises.

    O que beneficia o Brasil nessa crise é que o mercado interno é muito grande e portanto tem muito a ser explorado; vejam que as classes pobre e média estão em ascensão, com o aumento das suas rendas e da participação no PIB e isso é uma rota sem volta. Tais classes ainda têm muitos sonhos de consumo.

    Então o mercado interno será beneficiado e já está sendo pois os preços dos produtos estão caindo, não só com a redução de impostos mas também pq o que iria para o exterior vai ser consumido aqui aumentando a oferta, além das naturais promoções.

    Cai a inflação, a taxa selic, os juros.

    P.s. Mas se eu fosse assinante da Folha seguiria o conselho da Eliane Cantanhede de que todos deveriam ter mais zelo nos gastos pois a crise vai ser braba: “cancelaria ou não mais renovaria a assinatura da Folha”.

  58. Caro Nassif, você
    Caro Nassif, você escreveu.

    *****************
    De um lado, há os catastrofistas, que acham que o país desaparece a partir de janeiro. De outro os que julgam que, como pouco aconteceu até agora, nada de grave acontecerá depois.
    *****************
    Você é muito mais ingênuo do que eu pensava ou não está acompanhando como deveria o desenrolar da política econômico financeira mundial.

    Esta crise de confiança não foi criada no chão das fábricas ou nos balcões das lojas, ela foi entabulada nas altas finanças internacionais. Assim olhar para o próprio umbigo (a loja do amigo, estacionamento do shopping, etc…) não é a maneira mais adequada de mensura-la tanto no seu objetivo, como no seu tamanho (o valor dos ativos envolvidos), bem como na dinâmica imprimida pelos seus executores.

    O Brasil, por ter uma política subserviente ao capital internacional e uma economia gerida por interesses estrangeiros e ao mesmo tempo não ter instituições sólidas e eficientes capazes de entabular uma corrente de proteção contra esta maré negativa com velocidade e eficiente, se verá em uma situação que escapa ao seu controle.

    Falar sobre isto não é torcer pela catástrofe nacional, muito pelo contrário, trata-se de alertar as demais pessoas às quais escapam as sutilezas do atual jogo, os riscos a que estão sujeitas e dessa forma e dentro de seus limites, tomarem o melhor curso de ação para a defesa de seus interesses pessoais.

    Me parece um comportamento ingênuo pensar que algo do que se fala ou escreve no Brasil teria o condão de mudar o curso desta atual crise financeira e econômica internacional, pensar que o Lula com suas bravatas vai assustar este povo, é brincadeira de mau gosto. No mínimo, ele teria de ter poderes mágicos para poder influenciar algo nesta esfera, e ELE não têm.

    H5ni, este é o nome de uma cepa de vírus de gripe com 50% de fatalidades por infectados, um artefato explosivo de grandes proporções, o efeito pakeka da destruição concomitante da produção e do consumo na economia, todos estes podem acrescentar um elemento novo desestabilizador nas relações internacionais que somado à crise existente teria um efeito destruidor dificilmente prognosticável a esta altura dos acontecimentos. Este pessoal que manejou o aparecimento das dificuldades atuais é dá pesada , têm um grande arsenal de maldades e não se intimida de usa-lo para atingir seus objetivo.Outro já intuiu aqui neste blog,o uso do sobrenatural ou metafisica, elementos integrantes da minha teoria tri-dimensional econômica, ferramenta que uso em minhas análises.

    Esta crise pode acabar de repente, assim como começou, mas um acerto difícil precisa ser feito sobre a moeda de troca internacional e a influência geopolítica das nações, o Lula poderia sair consagrado como O ESTADISTA se conseguisse implementar uma estratégia vencedora e uma tática eficiente nestas negociações, o povo brasileiro iria se rejubilar de sua atuação e nossa auto estima seria enaltecida.

    Esta é a minha esperança.

  59. Fico apenas na dúvida quanto
    Fico apenas na dúvida quanto ao Copom. Mesmo que baixem os juros acredito que não serão percentuais superiores a .25%. Outro detalhe é que a reunião acontece a cada 45 dias. Talvez o mercado reagirá lentamente e isto poderá ter grande reflexo na economia. Entre esses e outros fatores até paradoxais como liquidez vs taxa de juros alta acho que o Brasil está criando a sua propria crise.

  60. É até engraçado como alguns
    É até engraçado como alguns conseguem taxar de “ingênuo” uma pessoa como o Nassif, como se fosse o dono da verdade e do alto da sua sapiência pudesse ver panoramicamente tudo o que acontece e dar o prognóstico, a receita e a cura. Podia colocar esse cara na cadeira de ministro da Fazenda e pronto: ele resolveria tudo.

    A economia brasileira é subserviente ao capital internacional? Quem dirá a americana, a européia, a africana, e (vejam só) ate a asiática. O mundo troca mercadorias, serviços e capital.

    Como mudar as características da economia brasileira em poucos anos, se toda ela foi delineada após décadas e décadas. Eu ico orgulhoso do trabalho que a equipe do FHC começou a fazer, e que a equipe do Lula está dando continuidade e até com grandes aperfeiçoamentos.

    Pela primeira vez eu não me sinto um peixe fora d’água quando falo com orgulho do meu País, pois há pouco tempo atrás eu fazia isso e era taxado de “ingênuo”.

    Olha, sinceramente? Eu desejo de todo coração um 2009 muito feliz e próspero para aqueles homens arrogantes que eu citei acima… em qualquer outro País que lhes agrade mais. Tiram seu passaporte, obtenham visto… vão morar na França, nos Eua, na China.. qualquer lugar, menos aqui, por favor.

    É duro reconhecer, mas como gosta de reclamar o brasileiro não? Nada lhe agrada, ele não é parceiro, ele não contribui – a não ser com o obrigatório. Só reclama, reclama, reclama.

    90% dos que hoje metem o pau no Lula, também metiam o pau no FHC. E assim a vidinha segue…

  61. Entendo pouco de economia.
    Entendo pouco de economia. Mas a cada discurso do Presidente Lula dizendo que está tudo bem meu medo aumenta….

    É só uma sensação… Não sei explicar…

  62. Inegavelmente a crise existe,
    Inegavelmente a crise existe, seus efeitos serão minorados de acordo com a competência para administrá-la, o bom admistrador surge em época de crise.

  63. Embora não seja novidade
    Embora não seja novidade p/alguns dos membros do Blog

    Indico a série em 23 partes “Money Masters”:

    http://br.youtube.com/watch?v=Cl7FGFjQOaI&feature=related

    http://br.youtube.com/watch?v=_seZd4oKxyE&feature=related à partir dos 7’30” ( 7min30seg ) ;

    http://br.youtube.com/watch?v=3n0wOvqRYLM&feature=related
    à partir dos 5’25” e

    http://br.youtube.com/watch?v=ixGeA_-ZQ4g&feature=related à partir dos 7’05”

    A grande pilantragem explicada: http://www.youtube.com/watch?v=7p4jvxWI4cE&feature=related entre 3’25’’ e 4’40” na década d 1910 ( tal como em detalhes reportada no livro cabeça d planilha d. L.Nassif – em ref. a eventos da economia Brasileira dos anos 1980-90 ) sobre como “ishpertush” bem posicionados ficam + ricos.

    Milton Friedman vs Sistema d Bcos Centrais : http://www.youtube.com/watch?v=sTegmIU0uOc&feature=related por volta dos 3’50”
    v. 7’50”
    “Parafraseando Clemenceau; Dinheiro é um assunto sério demais pra ser deixado apenas nas mãos dos Bcos Centrais.” M.Friedman

    Eu REparafrasearia (sic) o próprio Friedman: “… e nem da d Economistas…”

  64. Caro Sandro Beraldo,

    Você
    Caro Sandro Beraldo,

    Você escreveu,
    *****************
    É até engraçado como alguns conseguem taxar de “ingênuo” uma pessoa como o Nassif, como se fosse o dono da verdade e do alto da sua sapiência pudesse ver panoramicamente tudo o que acontece e dar o prognóstico, a receita e a cura. Podia colocar esse cara na cadeira de ministro da Fazenda e pronto: ele resolveria tudo.
    *****************
    Caro Sandro, não sei se o Sr. Nassif permite polemizar aqui no blog, mas com certeza ele percebeu que o intuito não foi ofendê-lo mas chamar sua atenção ao viés de suas críticas, discordar não é ofender.

    Não me julgo portador de nenhuma alta sapiência, como você coloca, muito pelo contrário sou um leigo no assunto, mas que gosto de observar as coisas ao meu redor e tenho opiniões, às quais não me furto de usá-las.

    A vista holística e mundial da economia não foi só por mim usada nestes comentários, se você observou e leu os outros participantes verá que muitos recorrem ao argumento internacional e alguns chegaram inclusive a postar dados e links destas estatísticas. O Nassif inclusive já disse que vai ser otimista em seus comentários.

    Quanto à sua sugestão de nomeação muito me honraria como brasileiro poder servir meu pais, mas não me sinto minimamente capaz de enfrentar tamanho desafio que o cargo de ministro da fazenda põe ao seu ocupante, conheço os meus limites, já chega o atual MF que é despreparado e ineficiente e não enxerga um palmo adiante do seu nariz.

    De certa forma a sua sensação de impotência face a crise faz parte dos argumentos que usei na minha mensagem, e veja que ela prima pela esperança, seja de onde vier, para que possamos navegar nossa estimada e amada nação para fora destas águas turbulentas, oxalá Lula encontre inspiração para poder nos conduzir a dias melhores e perspectivas mais alvissareiras.

  65. No meu ponto de vista, se o
    No meu ponto de vista, se o brasileiro, que tenha alguma reserva financeira, quiser prestar algum serviço ao pais, poderá antecipar vários pagamentos do seu orçamento a vista, como por exemplo: Educação, Aluguel, Automóvel, Imóvel, ou até mesmo pagar a maior entrada possível, no que se trata de bens duráveis, pois, assim teremos maiores descontos, irrigaremos a economia e materemos muitos empregos. Os que não tem dinheiro, poderá se controlar o máximo para pagar e não atrazar dividas no cartão de crédito e cheque especial, dessa forma forçará aos bancos emprestarem dinheiro mais barato. E que este o ano de 2009 seja melhor para todos nós.

  66. O leitor Domingos(que postou
    O leitor Domingos(que postou no início do link)lembra-nos do seus amigos comerciantes do Centro-oeste,que venderam até o que não tinham,eagora têm que pagar o preço exigido pela indústria,mostra que a crise está na cabeça dos incautos,pois o que aconteceu neste mes de dezembro(e nem venham tentar convencer-me,que esta é uma situação pontual)é que assustads pela imprensa,o comércio formal,deixou de abastecer suas lojas,e nos últimos dias o que ocorreu,foi uma corrida de consumidores às suas lojas,que estaval desabastecidas,e que perderam vendas e clientes para aquelas que tinham o que vender.
    Este fenomeno assustou até o clube de logistas de todo o Brasil,que esperava uma queda nas vendas,por falta de clientes,e perderam dinheiro,por falta de fé.

  67. o tal do romanelli é mais
    o tal do romanelli é mais pessimista que o alexandre garcia. caramba.
    acho que cresceremos mais de 4%.

  68. KKKKKK
    FALTA APENAS UMA HORA
    KKKKKK
    FALTA APENAS UMA HORA PARA O NATAL, MAS EU TENHO QUE COMENATAR:
    SEGUNDO A FOLHA “O número de pedidos de hipotecas nos EUA cresceu 48% na semana encerrada no último dia 19, com o índice que apura a quantidade de hipotecas no país ficando em 1.245,4 pontos, a maior leitura desde a semana encerrada em 18 de julho de 2003 (quando a pontuação chegou a 1.284,3), segundo dados divulgados nesta quarta-feira pela MBA (Associação de Bancos de Hipoteca, na sigla em inglês).

    KKKKK, DE ONDE SERÁ QUE VEIO A CRISE????

    FELIZ NATAL A TODOS!!!

  69. O Nassif diz: “o quadro ainda
    O Nassif diz: “o quadro ainda vai piorar no início do ano” e depois, ele, como o Lula, “acham” que vai melhorar.

    Poderia ser o excesso de confiança, menosprezamos outros fatores que podem influenciar e muito, no processo.

    Aqui entra a pergunta-pérola (do futebol para a vida como ela é), do Garrincha após ouvir a preleção do técnico Feola, antes do jogo com a União Soviética, na Copa de 1958, na Suécia:

    “O senhor já combinou com o adversário para deixar a gente fazer tudo isso?”

    Acho que o Brasil ganhou de 2X0, gols do Vavá. ?????

  70. A sua crise quem faz é você.
    A sua crise quem faz é você. Mesmo com estas notícias de crises lá e cá , é voce quem faz seu orçamento . Tem pessoas que ja estão na crise há muito tempo , vive em uma indisciplina financeira desde de que conheço . Todos devem continuar suas compras na medida do seu orçamento e necessidades, deixando uma reserva por mês e guardar para emergências. O problema da maioria dos brasileiros é que vivem todo endividados e querem serem aquilo que seus padrões financeiros não permitem .Existem épocas em nossas vidas que passamos por necessidades financerias (enfermidade, catastrofe,desemprego,outros) que demandam muitos recursos,mais isso é durante um tempo passageiro da sua vidae não a vida toda. Nunca se ganhou tanto dinheiro com juros nesta nação em cima de pessoas como nessa atualidade . Se você não esta satisfeito com suas condições financeiras estude mias ou busque outros meios honestos ( trabalhe mais,seja autonomo, faça biscates, outros), para melhorar sua condições de vida . Conheço pessoas que ganham R$500,00 e tem dinheiro no bolso e conheço pessoas que ganham R$5.000,00, e só vive sem dinherio e fazendo emprestimos, ou vice-versa.
    Não viva de aparências ,não viva aquilo que você não é.
    ASS: Francisco A. Costa

  71. Estou pensando seriamente em
    Estou pensando seriamente em comprar uma cabra e uma vaca
    pelo meos leite não vai me faltar…

  72. OLA PESSOAL ,QUERO DIZER A
    OLA PESSOAL ,QUERO DIZER A VOCES QUE TRABALHO NA MANUTENÇÃO DE UMA MONTADORA AQUI EM MINAS GERAIS ,TRABALHO LA A 16 ANOS, JA VI VARIAS CRISES,MAS ESSA FOI PIOR,DE CARA CORTOU O TERCEIRO TURNO ,SO AI VOCES VEEM OQUANTO DE EMPREGOS CORTADOS,NÃO CULPO A MONTADORA ,POR QUE AGENTE QUE TRABALHA NA MANUTENÇÃO ANDA MUITO PELAS LINHAS DE PRODUÇÃO,E VOCE VE AQUELE MONTE DE HOMEM PARADO , LIMPANDO MAQUINA PARA PASSAR A HORA MAIS RAPIDO.
    VEJO OS COMENTARIOS DO PESSOAL AQUI,UNS CONDENANDO O LULA OUTROS ELOGIANDO,MAS ACHO QUE O PRESIDENTE TEM RAZÃO ,NOS BRASILEIROS TEMOS QUE CONTINUARMOS NOSSA VIDA NORMAL,COMPRANDO SE TIVER DE COMPRAR E PAGANDO DIVIDAS SE TIVER DE PAGAR É ISSO QUE VAI MANTER O BRASIL NOS TRILHOS,DEPOIS DAS MEDIDAS DO LULA JA SAI DE FERIAS COLETIVAS OUVINDO DO PESSOAL QUE A MONTADORA JA ESTA PESSANDO EM VOLTAR COM O TERCEIRO TURNO EM UMA DE SUAS LINHAS DE PRODUÇÃO POR QUE UM DE SEUS CARROS COM A CRISE DISPAROU NA VENDA,NÃO PRECISA FALAR O NOME DELA E O CARRO .MAS É ISSO AI VAMOS DEIXAR PARA PRESIDENTE TOMAR AS DECISÕES ,COM AJUDA DO BANCO CENTRAL,QUE TEIMA EM NÃO ABAIXAR A TAXA DE JUROS, A REDUÇÃO DESSE IPVA EXAGERADO, DO SEGURO TOTAL DE CARROS NOVOS ,A REDUÇÃO DESSA GASOLINA CARA E AS MONTADORAS REDUZIR UM POUCO NOS SEUS LUCROS,O BRASIL VAI CRESCER DE UM JEITO QUE ELES NÃO VÃO NEM DAR CONTA DE PRODUZIR.SEJA UM CARA OTIMISTA ,COM ESTA CRISE O BRASIL PODERA SER UMA DAS MAIORES POTENCIA ECONOMICA MUNDIAL,POR QUE ELES NÃO TEM UM POVO COMO O NOSSO PAÍS ,ABRAÇOS.

  73. Sabemos que há muitas
    Sabemos que há muitas diferenças comparativas entre as nações desenvolvidas e as em desenvolvimento, porém, o que esta acontecendo de fato, é uma tendência de nivelamento nas rendas das familias entre estes dois grupos de países, por isso o desemprego nos países desenvolvidos. Presenciamos os seguintes pontos:
    1 – As industriais estão sendo transferidas para os países em desenvolvimentos em detrimento dos empregos dos países desenvolvidos;
    2 – A produtividade de um trabalhador de um país em desevolvimento não é tão diferente do segundo grupo, chegando a ser mais eficiente em alguns casos;
    3 – A transferência de tecnologia, não encontra muitas barreiras no mundo globalizado, chagando a ser fomentado pelos paises mais pobres;
    4 – A transferência de recursos da mesma forma, esta irrigando os países períféricos, diminuindo o capital produtivo e aumento o capital que financia o consumo;
    5 – Como podemos consumir sem emprego ?, daí os subprimes, os desempregados dos EUA e UE, os recebíveis podres das grandes corporações de cartões de crédito, os seguros sem lastros, os déficts extrastosféricos das grandes nações, que a tendência é aumentar.

    Concluindo – Oriete e ocidente, Judeu ou Árabe, branco, amarelo, mongol ou preto, Russo ou Americano, todos temos que curvar-mos a um dos “Anticristo” que ordena tudo, que é o Capitalismo Financeiro, nos unirmos (falsa paz), e irrigar a economia mundial, promovendo emprego onde não há (Africa, Oriente, América Latina e Central), para podermos manter os empregos e rendas nos grandes centros financeiros (EUA, UE e Japão).
    Não querendo ser profético, mas, sendo somente uma pessoa que estuda a economia e um pouco a Bíblia, preciso afirmar, estamos nos finais dos tempos, e vocês procurem observar o que a Bílbia diz.

    Lucas Dias

  74. Bom Natal a todos,

    Nassif,
    Bom Natal a todos,

    Nassif, gostaria de saber sua opinião sobre ama matéria que foi postada no seu blog.

    Antes da crise houve uma explosão nos preços dos alimentos e commodities
    Li no seu site que alguns economistas avaliavam até aonde a oferta de aliementos e commodities aguentaria a demanda vinda dos países emergentes.
    Ou seja, se o mundo fosse melhor, se a pobreza na Africa, A. Latina e Asia diminuisse não haveria oferta o suficiente, ainda mais com os problemas ambientais do planeta.

    Gostaria de saber algum sério sobre este assunto.

    1 abraço,

  75. O comentarista RSP tem
    O comentarista RSP tem fantásticas fontes de informação. A China não só tem cuidado do crescimento de seu mercado interno, como o faz de maneira a antecipar o futuro. Lá, o conceito de consumo ótimo não é sinônimo de suntuosidade, mas de satisfação das necessidades. O alvo são o bilhão de chineses que – em boa medida – ainda estão fora do jogo de mercado chinês.

  76. Retificando, o alvo é o
    Retificando, o alvo é o bilhão de chineses que – em boa medida – ainda está fora do mercado de consumo chinês.

  77. Bom natal a todos.

    Nassif,
    Bom natal a todos.

    Nassif, referindo-me aos juros bancários, vejo que o Banco do Brasil, que é um banco público, ainda não reduziiu os juros ao consumidor e do capital de giro das empresas. Outra distorção causada pelo BB é que ele empresta valores altíssimos para poucos produtores a trôco dos produtos que eles compram(seguros, previdência, etc), para que os pobres funcionários cumpram as metas abusivas impostas a eles. O mini e pequenos agropecuariastas têm pouco acesso ao crédito, e acabam sendo obrigados a vender suas propriedades para os grandes, a preço vil.

  78. Engraçado né Nassif. Até
    Engraçado né Nassif. Até agora está muito mais MAROLINHA do que o TSUNAMI apregoado pela imprensa marrom.
    A retração que voce prevê para o início do ano virá sim, muito mais pelo efeito psicológico causado pelas previsões catastrofistas do que por efeito prático.
    E mesmo que a marolinha se torne uma pequena onda, vamos surfá-la, tranquilamente, tenho certeza.

  79. A questão crucial para o
    A questão crucial para o Brasil se dar bem na crise é manter o mercado interno aquecido, com uma boa uantia de crédito e com a manutenção ou até mesmo suplementação dos gastos públicos. Isso aliado a um dolar mais favorável pode faze o Brasil sair fortalecido desta crise.

  80. caro Nassif, acho que a
    caro Nassif, acho que a grande pergunta, sobre até quando essa situação vai perdurar, terá que vir do grande consumidor mundial, ou seja, os norte-americanos. Sua classe média sofreu uma golpe profundo, se para erguer-se novamento adotar o que os japoneses fizeram, como exemplo, poupando ao máximo, quando da crise nipônica, essa crise vai durar muito mais que pensamos. Não podemos deixar de esquecer que os japonese ficaram oito anos parados. Um forte abraço a você e seus leitores

  81. Próspero Ano Novo a Todos os
    Próspero Ano Novo a Todos os Brasileiros e Brasileiras.
    Com certeza não será um ano fácil, mas com certeza também o país não vai acabar e contunuará na rota do crescimento econômico .
    Ao contrário do que prega as previsões catastrofistas dos interessados no fracasso do Brasil; a grande mídia, os banqueiros ,o empresariado antipatriótico, e a oposição oportunista, de maneira geral, o país sairá melhor dessa “crise importada”, pois tem direção, pulso firme e a visão de longo prazo do Presidente Lula . Portanto 2009 será também um ano próspero para todos nós. É viver para conferir! Um forte abraço no Nassif e a todos os seus leitores e amigos. Alberto Soares

  82. Tem gente muito competente em
    Tem gente muito competente em propaganda/manipulação no Governo.-
    1- Planta-se uma crise.-
    2- Presidente começa a fazer pronunciamentos (com ampla –
    cobertura)parecendo que está lutando contra crise sózinho.-
    3-Quando as pessoas começam a notar que a tal ¨crise¨está-
    passando é lançada a idéia de prorrogação de mandato dos atuais go –
    vernantes/congressistas usando-se como gancho a unificação das –
    eleições.-
    4-Quando a ¨crise¨(lá por agosto/setembro)estiver sendo vis –
    ta pelo retrovisor serão lembrados/noticiados os pronunciamentos do –
    Presidente e como ele venceu a crise para o Brasil.-
    5-Neste cenário de euforia e com a aprovação popular confe –
    rida por Institutos de Pesquisas lá em cima é votada a matéria da prorro –
    gação de mandato.
    Alguém duvida do resultado?
    Obs.-Lula já disse várias vezes que não é candidato a nada
    mas e quanto a permanecer mais dois anos?
    O principal candidato da oposição teria a sua vida tão facili –
    tada como a compra da Nossa Caixa e a foto às vésperas das eleições –
    em São Paulo junto com o Presidente e sua eventual adversária num clima
    de grande harmonia se o Governo não desse como certo a prorrogação –
    de mandato?
    Não é crítica,é só um ponto de vista de como o jogo está sen-
    do jogado com extrema competência.-

    Dois pequenos problemas no seu raciocínio. 1. O maior alarme em relação à crise vem da imprensa. 2. A maior crítica feita a Lula é que ele está minimizando o tamanho da crise.

  83. É tem muita gente influnciada
    É tem muita gente influnciada pelo espírito de Natal. Vai passar, assim como a ressaca. Teremos um primeiro semestre muito difícil. As contas públicas vão ao fundo do poço. Todos os municípios do Brasil demitirão. Se não houver a esperada recuperação da Economia mundial no segundo semestre, não teremos crescimento algum no nosso PIB. Tem muita gente aí que acha que o governo federal é time de futebol. Cruz! A crise é grave. Porque aconteceu agora no centro do mundo capitalista, que perdeu o seu principal sustentáculo: a credibilidade. Os países periféricos, como o Brasil, foram atingidos por consequência, assim o efeito sobre nossa Economia não é imediato. Surpreendentemente, ela chegou muito rápido, e isto assusta. Nosso presidente já esqueceu aquela bobagem da marolinha. É preciso levar a sério as coisas sérias. Algumas pessoas neste País têm o infeliz hábito de querer analisar conjunturas com a cara cheia de vinho numa noite de Natal ou na virada do ano ou até encharcado de cachaça num bloco carnavalesco. Menos… por favor.

  84. Nassif esta discussão foi
    Nassif esta discussão foi para a página do fundo , mas o assunto está longe de esgotar, dá para colocar na primeira página de novo ?

    Mais uma coisinha, o link para os blogs desapareceu da página inicial é possível colocá-lo lá novamente ?

  85. Creio que a queda da demanda
    Creio que a queda da demanda internacional já é mais do que suficiente para produzir uma queda da atividade econômica no Brasil, agora e ao longo de 2009.

    A atual queda da liquidez está demonstrando que a política monetária dispõe de outras ferramentas além dos juros da Selic, para controlar eventuais descompasso entre a oferta e a demanda.
    O Brasil é um dos poucos países do mundo de dispôe de uma boa margem de manobra do compulsório e do IOF, estas duas ferramenta utilizadas junto com a redução dos juros da Sellic evitarão o Brasil de passar por uma recessão.

    O Poderoso ajuste da contas externas realizada pelo Governo do Presidente permite agora usar as reservas cambiais para financiar a balança de pagamentos ao longo de 2009 e 2010, e reduzir os juros da Selic, criando condições para o aumento gradual do superávit da balança comercial, e afastar definitivamente o capital de curto prazo do Brasil.

    Em função da queda da liquidez interna e principalmente externa, qualquer tentativa de manter o ritmo de crescimento do PIB no Brasil, passa por aumentos dos investimentos públicos e aumentos da políticas sociais.

    Para garantir estes recursos será fundamental reduzir os juros da dívida pública e vender parte das reservas cambiais, reduzindo a dívida pública em relação ao PIB e o custo de rolagem da dívida pública.

    O atual crise econômica internacional, que impôs juros de praticamente zero nos EUA, Europa e Japão ao mesmo tempo, é a grande oportunidade para o Brasil realizar o ajuste definitivo dos juros da Selic e nos libertamos da garras do capital externo de curto prazo.

    O mais importante é destacar que o destino do Brasil está nas nossas mãos, depende de utilizarmos corretamente as ferramentas da Política Econômica, e não das decisões de governantes de outros países e/ou de organismos internacionais.

  86. Do Programa Conta
    Do Programa Conta CorrenteGlobo News, entrevista com Synésio Batista da Costa Presidente da Abrinq e da Fundação Abrinq

    http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM939915-7823-PRESIDENTE+DA+ABRINQ+AVALIA+VISOES+CONTRASTANTES+DA+ECONOMIA,00.html

    Nesta entrevista Synésio Batista da Costa Presidente da Abrinq e da Fundação Abrinq propõe alongar o prazo de recolhimento dos tributos para 60 dias.

    Creio que é uma boa proposta e pode ser viabilizada com a opção dos atuais 15 dias para até 60 dias com correção pela taxa selic a partir 15o. ou mais conforme a negociação com o governo.

    Além de aliviar a situação financeiras das empresas, diminiui a pressão sobre os juros cobrados no capital de juros nestes tempos.

    Estas medidas aliadas a redução dos juros da Selic pode provocar uma diminuição do spread cobraods pelas instituições financeiras.

  87. Creio que os dirigentes do
    Creio que os dirigentes do COPOM continuam errando na avaliação da situação econômica no Brasil.

    Apesar do forte crescimento do PIB no terceiro trimestre de 2008, a inflação no Brasil já havia iniciado o processo de queda, refletindo a queda dos preços do commodities, mesmo porque os efeitos dos aumentos dos juros da Selic pelo COPOM ainda não havia se manifestado.

    Outro fator importante é que os dirigentes do BACEN continuam creditando ao aumento da massa salarial o fator de pressão do aumento da demanda, praticamente ignorando os efeitos do crescimento do crédito no Brasil, mais do que o dobro do crescimento da massa salarial.

    Além não considere o aumento da taxa investimento como importante fator de expansão da oferta ao longo de 2008.

    Da mesma forma que aumento dos preços das commodities foi o principal responsável pelo aumento da inflação no Brasil no final de 2007, ele também contribui para o aumento da renda do Brasil, que foi determinante para os aumento dos investimentos no aumento da produção tanto na agropecuária, como no setor extrativista, minéiro de ferro e petróleo.

    O fato é o o COPOM preferiu reduzir toda a ativida econômica para ajustar os vários fatores que conribuem para a dinâmica dos preços no Brasil aos modelos utilizados pelo COPOM.

    O correto seria atacar o crescimento exagerado do crédito destinado ao consumo, e continuar viabilizando o aumento do da taxa de investimento.

    A quebra de uma importante instuição americana acabou fazendo o que deveria ter feito nossa autoridade monetária, reduzir o crescimento do crédito, sem aumentar os juros da Selic, pelo contrário.

    Além de demonstrar que é possível reduzir o crescimento do crédito, principalmente no crédito destinado ao consumo, e ao mesmo tempo é possível reduzir os juros da Selic.

  88. ………A quebra de uma
    ………A quebra de uma importante instuição americana acabou fazendo o que deveria ter feito pela nossa Autoridade Monetária, reduzir o crescimento do crédito sem aumentar os juros da Selic, pelo contrário.

    Além de demonstrar que é possível reduzir o crescimento do crédito, principalmente no crédito destinado ao consumo, e ao mesmo tempo é possível reduzir os juros da Selic.

    Além disso a quebra de uma importante instuição americana acabou provocando brusca alteração nas várias condições que contribuem com a dinâmica dos preços no Brasil, para um nível bem inferior ao verificado no perírodo anterior dos aumentos do juros da Selic. O que por si só exigiria uma redução para pelo menos restabelecer o nível dos juros de 11,25%.

    Mas tudo indica que os aumentos dos juros realizado pelo COPOM em 2008 e a demora em retomar os corte de juros da Selic após a quebra de uma importante instuição americana, acabram deixando as condições que contribuem coma dinâmica dos preços no Brasi em ´níveis bem inferiores ao início de 2008, o que exige juros da Selic em um nível bem abaixo do perído anterios ao início dos aumentos dios juros da Selic.

  89. Rode Madalena de Jesuz em
    Rode Madalena de Jesuz em 23/12/2008 às 10:38 am
    CODIGO DA VINCI.
    Muitas pessoas que assistiram ou leram o código da Vinci acham-no apenas uma invenção satânica de Dan Brown, Mas, na Bíblia há varias evidencias que nos levam a crer que realmente Jesus Cristo e Maria Madalena tinham um relacionamento amoroso e deste relacionamento teria nascido uma menina.
    Bem, ai já começam as polemicas porque a Bíblia deixa bem claro que Cristo amava João (João cp.20-21´ Vendo Pedro a este, disse a Jesus: Senhor, e deste que será? 22 Disse-lhe Jesus: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti? Segue-me tu. 23 Divulgou-se, pois, entre os irmãos este dito, que aquele discípulo não havia de morrer. Jesus, porém, não lhe disse que não morreria, mas: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti? 24 Este é o discípulo que testifica destas coisas e as escreveu; e sabemos que o seu testemunho é verdadeiro`. Mas, no evangelho de Maria Madalena Pedro disse a Maria: “Irmã, sabemos que o Salvador te amava mais do que qualquer outra mulher. Conta-nos as palavras do Salvador, as de que te lembras, aquelas que só tu sabes e nós nem ouvimos”.
    Maria Madalena respondeu dizendo: “Esclarecerei a vós o que está oculto”. E ela começou a falar essas palavras: “Eu…”, disse ela, “Eu tive uma visão do Senhor e contei a Ele: ‘Mestre, apareceste-me hoje numa visão’. Ele respondeu e me disse: ‘Bem-aventurada sejas, por não teres fraquejado ao me ver. Pois, onde está a mente, há um tesouro’. Eu lhe disse: ‘Mestre, aquele que tem uma visão vê com a alma ou com o espírito?’ Jesus respondeu e disse: “Não vê nem com a alma nem com o espírito, mas com a consciência, que está entre ambos – assim é que tem a visão. E se Cristo amava João porque então teria tido uma filha com Maria Madalena? É porque João e Maria Madalena eram a mesma pessoa. Jesus Cristo precisava de alguém de sua alta confiança que pudesse se infiltrar entre seus perseguidores e obtiver informações e este alguém era João que na verdade era Maria Madalena. Veja por que:
    1- (Marcos cp.14-51´ E um certo jovem o seguia, envolto em um lençol sobre o corpo nu. E lançaram-lhe a mão. 52 Mas ele, largando o lençol, fugiu nu`.) Este Jovem era Maria Madalena, pois não convém que um homem saia nu só enrolado em um lençol já uma mulher seria mais normal, ela fugiu por que estava com Cristo e também seria presa, mas, se vestiu e voltou para negociar a prisão de Jesus Cristo. (João cp.18- 15´ E Simão Pedro e outro discípulo seguiam a Jesus. E este discípulo era conhecido do sumo sacerdote, e entrou com Jesus na sala do sumo sacerdote`.)
    2- (João cp.1-1 ¶ ´E no primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu a pedra tirada do sepulcro. 2 Correu, pois, e foi a Simão Pedro, e ao outro discípulo, a quem Jesus amava, e disse-lhes: Levaram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde o puseram. 3 Então Pedro saiu com o outro discípulo, e foram ao sepulcro.
    4 E os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais apressadamente do que Pedro, e chegou primeiro ao sepulcro. 5 E, abaixando-se, viu no chão os lençóis; todavia não entrou. 6 Chegou, pois, Simão Pedro, que o seguia, e entrou no sepulcro, e viu no chão os lençóis, 7 E que o lenço, que tinha estado sobre a sua cabeça, não estava com os lençóis, mas enrolado num lugar à parte. 8 Então entrou também o outro discípulo, que chegara primeiro ao sepulcro, e viu, e creu`.) Maria Madalena foi o primeiro discípulo a chegar ao sepulcro, viu-o aberto foi e avisou a Pedro, Pedro saiu correndo e foi ver e Maria Madalena voltou com Pedro, veja só Marcos também narra esse fato, mas, diz que apenas Pedro foi Ao sepulcro porque Marcos não sabia quem era Maria Madalena. (Marcos cp.24-12 ´Pedro, porém, levantando-se, correu ao sepulcro e, abaixando-se, viu só os lençóis ali postos; e retirou-se, admirando consigo aquele caso`.
    3- (Terceira carta de João cp.4´ Não tenho maior gozo do que este, o de ouvir que os meus filhos andam na verdade`.) João Madalena teve filhos e um de seus filhos é citado em (Atos cp.12-12´ E, considerando ele nisto, foi à casa de Maria, mãe de João, que tinha por sobrenome Marcos, onde muitos estavam reunidos e oravam. 13 E, batendo Pedro à porta do pátio, uma menina chamada Rode saiu a escutar; 14 E, conhecendo a voz de Pedro, de gozo não abriu a porta, mas, correndo para dentro, anunciou que Pedro estava à porta. 15 E disseram-lhe: Estás fora de ti. Mas ela afirmava que assim era. E diziam: É o seu anjo`.)
    4- (João cp.20-13´ E disseram-lhe eles: Mulher, por que choras? Ela lhes disse: Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram`.) Maria Madalena deveria ter dito, levaram o nosso senhor ou levaram o Messias, mas, Ela diz ´levaram o meu Senhor`, fazendo referencias claras de Cristo sendo seu companheiro.
    5- (Apocalipse cp.21- 9 ¶ ´E veio a mim um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a esposa, a mulher do Cordeiro`.) O Anjo diz que vai apresenta a noiva que é Jerusalém à mulher do Cordeiro que é João Madalena.
    6-(Apocalipse cp.19-7 ´Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou`.)???
    7-(João cp. 19-25´ E junto à cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria mulher de Clopas, e Maria Madalena. 26 Ora Jesus, vendo ali sua mãe, e que o discípulo a quem ele amava estava presente, disse a sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho. 27 Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa`.) Maria Madalena era o discípulo que Cristo amava e estava ali perto de sua mãe, pois todos os discípulos estavam escondidos com medo dos Judeus. (João cp. 20-19´ Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco`.)
    8- ( Atos cp. 8-33 ´Na sua humilhação foi tirado o seu julgamento; E quem contará a sua geração? Porque a sua vida é tirada da terra`.) ????
    9- Se até aqui não ficou claro então leia os evangelhos de Felipe, Maria Madalena… Muitas pessoas ficam indignadas ao ouvirem falar do evangelho de Maria Madalena, há como pode uma prostituta ter um evangelho a respeito de Cristo? Maria madalena não era prostituta não há nada na Bíblia que ligue Maria Madalena à mulher adultera, pois, é estas pessoas que dizem isso nunca leram a Bíblia, só ouvem o que os outros dizem. Aquela mulher adultera (João Cp8-1ao11) que a Bíblia não cita nome, Maria Irma de Lázaro (Lucas Cp7-50, Cp11-2) e Maria Madalena, pela lógica não são a mesma pessoa coma as igrejas ensinam. A mulher adultera, Cristo salvou à no pátio do Alpendre que é Jerusalém, e Maria Irma de Lázaro era de Betânia, (Lucas Cp7-50), o e se Cristo já tinha salvado a mulher adultera (João Cp.8 -1ao11,), não tinha necessidade de salva-la de novo em Betânia, (Lucas Cp7-50, João Cp.11-2), e o nome de Maria Madalena a descreve como sendo natural de Magdala, cidade localidade na costa ocidental do Mar da Galileia. E Maria Madalena só e citada pela primeira vez na Bíblia quatro dias antes de Cristo ser crucificado (Lucas Cp.7-2, João Cp12-1.) Depois disso João Madalena discípulo que Cristo amava sai de sena.Por quê???
    10- A cronologia Bíblica diz que João Madalena morreu por volta do ano 80 aos 100 depois de Cristo, isso só foi possível porque João passou a viver só como Maria Madalena.
    Os donos de igrejas não aceitam os chamados livros apócrifos como o evangelho de Felipe e outros e dizem para seus fieis que a Bíblia é bem clara a respeito de Jesus Cristo. Na Passagem de Cristo pela terra Ele teve muitos perseguidores e por isso não falava abertamente para as pessoas, mas, sim por códigos. (Mateus cp.13-10 E, ´acercando-se dele os discípulos, disseram-lhe: Por que lhes falas por parábolas? 11 Ele, respondendo, disse-lhes: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado; 12 Porque àquele que tem, se dará, e terá em abundância; mas àquele que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado. 13 Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem. 14 E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz: Ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis, E, vendo, vereis, mas não percebereis`).(Lucas cp.8-9.
    Outros já acham que Bíblia tem varias interpretações e por isso não devemos ler a, mas, dizer isso é o mesmo que dizer que a soma de dois mais dois nem sempre será quatro. Bom, como anda a humanidade hoje nem sempre é mesmo, mas, vamos supor que o resultado da soma de dois mais dois sempre seja quatro e resolver esta equação porque um homem de nome Leonardo da Vinci resolvel esta equação nos deu o resultado e deixou a resolução á critério de quem quiser sair da mesmice.Rode Madalena de Jesuz.

  90. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome