FBI não abre HDs de Dantas

Do Terra

FBI não consegue quebrar códigos de arquivos de Dantas

O FBI devolveu ao Brasil os discos rígidos apreendidos pela Polícia Federal no apartamento do banqueiro Daniel Dantas, durante a Operação Satiagraha, em julho de 2008. Após um ano de tentativas, a polícia americana desistiu de quebrar o sofisticado sistema de criptografia dos arquivos do banco Opportunity. O material havia sido enviado aos Estados Unidos no início de 2009, após os peritos do Instituto Nacional de Criminalística (INC) terem falhado na empreitada de decodificar as senhas dos HDs, e retornou ao País em abril. Durante as apreensões, o então chefe da operação, delegado Protógenes Queiroz, disse que os arquivos continham os “segredos da República”. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

O governo não possui qualquer instrumento jurídico para obrigar nem o fabricante americano do sistema de criptografia nem Dantas a ceder os códigos de acesso. Os equipamentos permanecerão sob guarda da PF, já que os peritos do INC esperam que novos dados da investigação, ou mesmo o surgimento de uma nova tecnologia, os ajudem a quebrar as chaves de segurança. O Opportunity disse que os dois programas usados nos equipamentos estão disponíveis na internet, sendo que um deles é gratuito. O outro sistema de criptografia usado (AES 256 bits) é um dos mais sofisticados do mercado. Uma tecnologia inferior a essa, de 128 bits, é suficiente para gerar uma quantidade de combinações de senhas que tem como grandeza o número 3 seguido de 38 zeros. Segundo a assessoria do banco, Dantas afirmou, durante a CPI dos Correios, que se dispunha a oferecer a abertura dos códigos de criptografia para provar que não havia dados comprometedores nos HDs 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome