Mercado fecha em queda de 1,36%; dólar chega a R$ 5,24

Em dia de instabilidade, investidores continuam a acompanhar os efeitos da pandemia do coronavírus sobre os índices econômicos

Jornal GGN – As negociações desta quarta-feira foram marcadas pela cautela, enquanto os agentes seguem acompanhando os efeitos da pandemia do coronavírus sobre os índices econômicos de uma maneira geral.

O Ibovespa (índice da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo) terminou as operações em queda de 1,36%, aos 78.831 pontos e com um volume negociado de R$ 97,594 bilhões.

Em linhas gerais, analistas seguem acompanhando os efeitos econômicos da pandemia, e o cenário mostrou uma piora após a divulgação de prognósticos econômicos por parte do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Nesta terça-feira, o FMI anunciou uma projeção de 3% para a queda da economia global em 2020, o que configuraria a pior recessão registrada desde a Grande Depressão da década de 1930.

Além disso, os agentes do mercado brasileiro seguiram acompanhando o noticiário doméstico, principalmente depois das notícias envolvendo uma eventual demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, até o final desta semana.

Outros pontos de acompanhamento envolvem a chamada PEC do orçamento de guerra e o projeto de auxílio a estados e municípios, que já foram encaminhados para análise dos senadores.

No câmbio, a cotação do dólar comercial subiu pelo terceiro dia consecutivo: ao final do dia, o valor da divisa norte-americana subiu 1%, negociada a R$ 5,2409 na compra e R$ 5,2424 na venda.

 

(com informações do UOL)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Fora de Pauta

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome