PIB de Bolsonaro é menor que o de Temer, e já não vale culpar o PT, por José Luis Oreiro

A evidência empírica está mostrando de forma bastante contundente de que a agenda de reformas iniciada com Temer e aprofundada no governo Bolsonaro não está funcionando

Por José Luis Oreiro

PIB de Bolsonaro é pior que o de Temer

O IBGE acaba de divulgar os dados de crescimento do PIB de 2019: a economia brasileira apresentou um crescimento de 1,1%, alcançando um patamar de R$ 7,3 bilhões de valor da produção de bens e serviços finais. Esse é valor inferior a média dos valores observados em 2017 e 2018, anos nos quais a economia brasileira cresceu a taxas de 1,32% e 1,31% respectivamente. Dessa forma o desempenho da economia brasileira no primeiro ano do mandato do Presidente Bolsonaro conseguiu a proeza de ser pior do que a observada durante os dois anos de mandato do Presidente Temer, a qual já foi bastante medíocre, ficando muito abaixo da média de 2,81% de crescimento do PIB no período 1980-2014.

Do lado da demanda, o crescimento do PIB foi puxado pelo crescimento do consumo das famílias que cresceu 1,8% ao longo do ano passado. Como o consumo das famílias cresceu num ritmo superior ao PIB, o resultado foi uma redução da (baixíssima) taxa de poupança da economia brasileira, a qual recuou de 12,4% do PIB em 2018 para 12,2% do PIB em 2019. A redução da poupança doméstica levou a um aumento da poupança externa (déficit em conta corrente do balanço de pagamentos), o qual passou de 2,8% do PIB em 2018 para 3,2% do PIB em 2019.

Do lado da oferta, o crescimento foi puxado pelo setor de serviços, o qual cresceu 1,3%, ao passo que a indústria de transformação permaneceu estagnada com um crescimento de apenas 0,1% ao longo do ano de 2019.

Leia também:  Humor para sobreviver aos tempos de bolsonarismo

Em suma, a economia brasileira em 2019 desacelerou o seu ritmo de crescimento com respeito ao observado durante o governo Temer, amplificando o seu desequilíbrio externo e o peso do setor de serviços na economia, com reflexos negativos para as perspectivas de crescimento da produtividade do trabalho.

A evidência empírica está mostrando de forma bastante contundente de que a agenda de reformas iniciada com o governo de Michel Temer e aprofundada no governo de Bolsonaro simplesmente não está funcionando. Não adianta dizer que a economia ainda está sentindo os efeitos das administrações petistas. A crise de 2014-2016 foi muito profunda mas, ao contrário do que ocorreu em crises anteriores, a economia brasileira está apresentando um padrão de recuperação cíclica extremamente lento. Quantos resultados pífios de crescimento serão necessários até que a sociedade brasileira se convença que a agenda liberal de reformas simplesmente não funciona? Está claro que o Brasil precisa de várias reformas, mas ESSA agenda aplicada desde meados de 2016 (Teto de gastos, reforma trabalhista, reforma da previdência, etc) simplesmente não está funcionando. Chegou o momento da sociedade brasileira dizer NÃO ao programa liberal. Este país só terá um futuro quando discutir seriamente uma Agenda Nacional de Desenvolvimento.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. É um projeto para destruir o país. Só com muita perseverança do guedes e sua turma é possível destruir tanto o país.
    O pib é só um das dezenas de sinais. O desastre é em todo o lugar, é amplo e implacável: gasolina a 6, o dólar indo a 6, o desemprego, a interrupção de todas as obras da Dilma, a (in)segurança, o desmantelamento da Petrobrás, a previdência/reforma trabalhista/contenção do salário mínimo/filas no INSS e SUS, etc.
    Já pensou se a grande imprensa, globo, tivesse um milésimo da veia crítica que tinha contra a Dilma? Este bozo e sua turma já estava pedindo o chapéu. E ela apoia e ajuda a destruir.
    Temos um executivo, um ministro da economia, um moro, uma damares, um araujo e uma leva de doidos varridos nos ministérios, tenebroso a ponto que “nunca na história deste país” pudéssemos imaginar algo tão ruim.
    E não ficará por aí. Vão continuar a destruição.
    Globo, judiciário, empresários golpistas, generais do palácio, vocês conseguiram destruir este país.

  2. “Nao vale”?! E os boçalnaros ligam pra alguma coisa? Alguém ainda acredita que esse pessoal é sensível a argumentos? Eles são pateticamente avessos aa ciência e ao esclarecimento. Culpar o PT, PT, PT por tudo e qualquer coisa reduz a complexidade do mundo. Neste ponto e em outros eles são IGUAIZINHOS ao chamado “centrão” e os sedizentes “liberais”.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome