56% dos brasileiros apoia aumento de imposto para reduzir desigualdade

Adesão mais do que dobra em um intervalo de quatro anos, segundo pesquisa Datafolha elaborada a pedido da Oxfam Brasil

Jornal GGN – A maioria dos brasileiros atualmente se mostra favorável a aumentar a tributação para viabilizar políticas sociais – é o que mostra pesquisa Datafolha elaborada para a Oxfam Brasil.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, o apoio a tal medida mais do que dobrou em um intervalo de quatro anos, saltando de 24% em 2017 para 56% em 2021. A pesquisa ressalta que nove em cada dez entrevistados afirma que reduzir a desigualdade deveria ser a prioridade do governo; e a maioria (68%) acredita que atacar a questão é fundamental para o desenvolvimento.

A taxa de pobreza no Brasil – considerando os cidadãos que vivem com menos de R$ 246 ao mês (R$ 8 ao dia) – subiu de 11% em 2019 para 16% no primeiro trimestre deste ano. De acordo com a FGV Social, os brasileiros na miséria passaram de 24 milhões para 35 milhões.

Por outro lado, os mais ricos (com renda acima de cinco salários mínimos, ou R$ 5.500) são os menos favoráveis a isso. Entre eles, a adesão à ideia é de apenas 35%. Entre aqueles que ganham até um salário mínimo (R$ 1.100) e que, em tese, poderiam ser beneficiados pelos programas, o apoio vai a 61%.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome