A importância do conteúdo local

Jornal GGN – Ontem, quinta-feira (4), o coordenador executivo do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás (Prominp), Paulo Sergio Rodrigues Alonso, deu uma palestra em Brasília e voltou a defender o fortalecimento da política de conteúdo local.

De acordo com ele, são inegáveis os benefícios trazidos pela indústria de petróleo e gás para as comunidades por meio dos Arranjos Produtivos Locais, que buscam desenvolver fornecedores numa mesma região para atender às necessidades de bens e serviços no entorno de grandes complexos industriais.

“Esta política tem gerado emprego e renda para a população das áreas envolvidas, por meio de oportunidades não somente no setor de petróleo, mas em outras áreas correlatas, como serviços de alimentação, de ensino, de pequenos reparos de equipamentos, limpeza industrial, entre outras, desenvolvendo as comunidades no entorno dos estaleiros, das refinarias e das indústrias”, disse.

Ainda assim, Alonso entende que para que essa política seja viável no longo prazo é preciso incentivar e qualificar as empresas e profissionais para atender o mercado externo. “As políticas de conteúdo local serão mais eficazes dependendo de como os países vão capitalizar as oportunidades para as comunidades locais com vistas à sustentabilidade da atividade econômica. A ideia é que as políticas de conteúdo local possam ser revistas no futuro à medida que as indústrias nacionais atinjam padrões internacionais de competitividade”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. Mas o tal de Paulo Sergio

    Mas o tal de Paulo Sergio sabe o que está acontecendo? Ou seria outra marionete do governo?

       Causa espanto qie agora, só agora, o governo criou um setor chamado ”contra corrupação”– o nome é outro,mas o sentido é esse.

              Pra quem foi ministra da Petrobrás,Chefe da Casa CIVIL e Presidente da Repubica por 4 anos. não é um pouco tardio, não?

           Imagina Dilma ser ladra.Imagina Dilma ser incompetente.Imagina Dilma pactuar com o roubo.

              Então, imagino o que?

                     Preciso de alternativas.— eu e mais de 200 milhões de brasileiros.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome