Alunos da rede estadual protestam contra desvio da merenda

Da Agência Brasil

Alunos de escolas técnicas estaduais protestam contra desvios de merenda em SP

Por Fernanda Cruz

Alunos de escolas técnicas estaduais fazem uma manifestação na praça Coronel Fernando Prestes, na Luz, centro da capital paulista. Eles reivindicam punição aos desvios na merenda escolar. A concentração do protesto começou às 7h, e, por volta das 10h30, o grupo vai seguir em passeata pela região central.

A Polícia Militar não fez estimativa do número de manifestantes no protesto, mas os estudantes calculam que pelo menos mil pessoas participam do ato, incluindo escolas de São Paulo, Tiquatira, Itaquera, Paulistano, Guaracy Silveira, Parque da Juventude e Professor Camargo Aranha.

Segundo Guilherme da Silva, de 15 anos, que estuda na Escola Estadual Amélia Kerr Nogueira, um grupo pulou catracas na estação Sumaré do metrô, região oeste, para chegar à manifestação no centro. Os 15 adolescentes, da Escola Fernão Dias Paes, disseram que sofreram agressões dos seguranças do metrô e que um deles foi detido e, depois, liberado.

“Eu fui tentar trocar ideia com o cara [segurança do metrô] e ele me deu um soco no nariz e numa menina. A gente seguiu o trajeto. Na estação Paraíso, quando fomos entrar no metrô, um estudante do Fernão Dias foi puxado pelo colarinho pelo segurança. Fizemos resistência para não levar aquele estudante”, disse Guilherme.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do Metrô, que ainda não tem informações sobre o ocorrido.

Falta de alimentação

Chablau, estudante da escola técnica São Paulo, integrante do grêmio, diz que os alunos não recebem merenda e nem almoço, mesmo ficando em período integral na instituição. Grande parte das escolas nunca teve merenda ou almoço. “Aqui na ETCs de São Paulo, quem faz ensino integrado passa o dia inteiro na escola, e tem que esquentar marmita no microondas. Só que são três microondas para todos, incluindo a Fatec. Então, são seis mil estudantes para três micro-ondas. A gente acaba não comendo. Os enfermeiros daqui dizem que muita gente passa mal porque não come”, disse a aluna.

A assessoria do Centro Paula Souza informou, em nota, que não houve corte de merenda nas Escolas Técnicas Estaduais (Etecs). As unidades recebem merenda diretamente da Secretaria da Educação, responsável pelo fornecimento em todo o Estado, ou de prefeituras conveniadas com a Secretaria, segundo o comunicado.

“O Centro Paula Souza está tomando providências para adaptar as unidades que ainda não oferecem merenda. Isso acontece porque apenas em 2009, com a Lei Federal nº 11.947, os alunos das Etecs passaram a ter esse direito e as escolas precisaram adequar sua infraestrutura à nova realidade”, comunicou a assessoria.

A Agência Brasil entrou em contato com a secretaria estadual da Educação, que informou que enviará nota comentando as reivindicações.

Fraudes

Uma força-tarefa da Polícia Civil e do Ministério Público investiga, na Operação Alba Branca, deflagrada no dia 19 de janeiro, um esquema de fraude na compra de merenda escolar de prefeituras e do governo paulista. Segundo o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Ribeirão Preto, as fraudes nas contratações da merenda, feitas entre 2013 e 2015, chegam a R$ 7 milhões, sendo R$ 700 mil destinados ao pagamento de propina e comissões ilícitas.

Segundo o Gaeco, os crimes envolvem 20 municípios: Americana, Araras, Assis, Bauru, Caieiras, Campinas, Colômbia, Cotia, Mairinque, Mairiporã, Mogi das Cruzes, Novaes, Paraíso, Paulínia, Pitangueiras, Ribeirão Pires, São Bernardo do Campo, Santa Rosa de Viterbo, Santos e Valinhos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

7 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Igor Tkaczenko

- 2016-04-21 19:21:32

Eles pegaram gosto pela democracia.

Onde estão os movimentos sociais em apoio aos alunos? E onde estão as lideranças que devem apontar o golpe do desse impeachment como ameaça à democracia e ao futiuro dos alunos?

Dou aula em duas escolas públicas aqui no Rio e meus alunos têm perguntado minha opinião sobre o impeachment, mas sem deixar de expressar as delles! E afirmam ser um golpe!

Independente da velha mídia, os estudantes demonstram discernimento sobre o assunto, isso  se dá porque eles pegaram gosto pela coisa.

Passei para eles que eles podem enviar e-mails aos senadores e aos ministros do STF pedindo que votem contra o impeachment, se eles acham que está errado. Ou façam vídeos do grupo lendo o pedido e expondo o ponto de vista deles.

Imaginem todas essas escolas lançando mão deste expediente?

Um outro ponto foi levantado por eles sobre Eduardo Cunha, por que ainda preside a câmara do deputados? Tive que explicar que ele ainda não foi julgado pelo STF, digo, o seu afastamento. 

É mais outro pedido deles, para  que o STF julgue o afastamento de Cunha, disseram não entender como um corrupto com provas pode presidir a câmara do país.

É isso, há discernir cada vez mais natural, basta a orientação.

Seria um movimento e tanto esses vídeos enviados ao Senado e ao STF com essas pautas sobre o impeachment e Eduardo Cunha.

Temos as ferramentas para a luta, temos é que agir.

Jus Ad Rem

- 2016-04-21 18:47:14

TUCANOS ADORAM MERENDA ESCOLAR

É ESSA GENTE QUE QUER TIRAR DILMA DA PRESIDÊNCIA DO PAÍS, EM NOME DO COMBATE À CORRUPÇÃO!

Jus Ad Rem

- 2016-04-21 16:58:04

QUEM VAI PUNIR OS LADRÕES DE MERENDA ESCOLAR?

A Rede Lodo fez questão de ressaltar que a manifestação era porque os alunos querem merenda e algumas escolas não têm... 

São uns caras de pau!! Geraldo, Rede Lodo e PSDB. Cambada de LADRÕES!!

jaccinto r. de almeida

- 2016-04-21 16:05:02

merenda

Bravos estudantes, analfabetos politicos são aqueles que elegeram os congressistas que fizeram um festival de horrores para o mundo todo ver e mostrar para seus alunos, como não se deve fazer politica.

altamiro souza

- 2016-04-21 15:27:26

os tucanos acharam que era só

os tucanos acharam que era só recreio, mas as manifestações

pelo jeito estão se transformando em algo mais organico que pode desmontar

a falácia da eficiencia tucana em são paulo...

Ingrid Mariana

- 2016-04-21 15:05:39

Ladrões de merenda
Aqui no Goiás é triste ver a garotada da periferia com um discurso neopetencostal que mistura política e religião. Outra coisa que me assusta muito é que eles se interessam bastante pela política como linchamento das figuras... A maioria passa grande parte do tempo na frente da televisão e compra o discurso da rede globo e do pastor. Anteontem, voltando do trabalho, resolvi contar: são 8 igrejas evangélicas da escola até a minha casa (1,2 km). Sejam bem vindos à Idade Média!

mz

- 2016-04-21 14:40:04

Os analfabetos políticos

Os analfabetos políticos vivem propalando a ditadura comunista bolivariana petista do foro de são paulo  enquanto a massa cheirosa do tucanistão assiste indiferente suas crianças apanhando por pedirem escola melhor e merenda.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador