Home Editoria Cidadania Com águas de Serro (MG) ameaçadas pela mineração, grupo lança manifesto

Com águas de Serro (MG) ameaçadas pela mineração, grupo lança manifesto

Com águas de Serro (MG) ameaçadas pela mineração, grupo lança manifesto
Cidade de Serro em Minas Gerais. | Foto: Reprodução

Jornal GGN – “A água é o nosso maior tesouro. Sem água não há vida. A água é a mãe da vida. Respeitem as águas do Serro”. Essa é a mensagem que abre o videoclipe-manifesto “Salvem as águas” lançado nesta segunda-feira, 22 de março, contra o avanço da mineração na região do Serro, na Serra do Espinhaço, em Minas Gerais. 

A cidade de Serro é um dos poucos locais de Minas que ainda não foi totalmente depredado pela mineração de grande porte. Agora, no entanto, essa luta ganha ainda mais fôlego, a organização Anglo American vender os direitos minerários na região para a empresa Herculano, que atualmente tenta implantar um projeto para explorar minério de ferro no local. 

“Em conchavo com a prefeitura do Serro, a Herculano tem buscado apoio de parte da população local através da disseminação de informações falsas, promessas vazias e documentos mentirosos”, afirmou o Movimento pelas Águas. “Os danos ambientais, sociais e culturais do projeto são gravíssimos. O abastecimento hídrico de toda região está em risco. Além disso, há previsão de impacto destrutivo no patrimônio histórico e arquitetônico da cidade do Serro, tombado desde 1938”, completou.

A fim de chamar atenção para o crime que está por vir, um grupo de artistas de todo o Brasil se uniu ao Movimento pelas Águas na produção de um videoclipe-manifesto: “Salvem as Águas”. Com a composição de Renato Tupy, artista residente em São Gonçalo do Rio das Pedras, com LG Lopes e Sara Baga, diversos convidados manifestaram seu apoio à causa.

Foto: Divulgação/Movimentos pelas Águas

“Fazer este lançamento no Dia Mundial da Água é uma forma de mostrar que a luta não diz respeito somente às populações locais. É uma luta de todos nós”, afirmou Marcelo Machado, representante do Movimento pelas Águas. “A crise da água é certamente a nossa próxima grande crise mundial, e nós da região do Serro precisamos entender a importância estratégica deste nosso aquífero. Não é à toa que o cerrado é conhecido como a caixa d´água do Brasil”, apontou. 

O manifesto, conta com diversos mineiros como Ceumar, Sérgio Pererê, Débora Falabella e Daniel de Oliveira, além da participação de figuras como Mônica Salmaso, André Abujamra e Ava Rocha. A música tem a produção de Luiz Gabriel Lopes, Mateus Bahiense e Renato Tupy, com mixagem e masterização de Kiko Klaus. Já Igor Amin assina a direção. Assita

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Sair da versão mobile