Mais de 4 mil migrantes chegaram à Hungria no fim de semana

Da Agência Brasil

Mais de 4 mil pessoas que fogem da guerra e da pobreza dos países do Médio Oriente e da Ásia chegaram no sábado (12) à Hungria, vindos da Sérvia, segundo a polícia húngara.
 
No total, entraram no país cerca de 4,3 mil pessoas, um número que coloca o dia de sábado como recorde de entrada de migrantes até agora.
 
Os refugiados que na sua maioria oriundos da Síria, Iraque e Afeganistão, entraram por meio da fronteira de Röszke, onde o Governo húngaro tinha uma barreira de arame farpado e que reforçará com um muro de 4 metros de altura que será concluído brevemente.
 
Na estação ferroviária de Keleti, na capital hungara, milhares de pessoas continuam à espera para embarcar e seguir até perto da fronteira com a Áustria, país onde os migrantes entram a pé para depois seguir viagem até à Alemanha, o destino preferido da maioria.
 
Em Nickelsdorf, do lado austríaco da fronteira, chegaram no sábado 6,6 mil pessoas, mas durante a madrugada de hoje a situação foi mais tranquila: Esta manhã havia apenas 40 pessoas à espera para seguir para Viena ou outras cidades austríacas, segundo a agência de notícias espanhola EFE.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1.  

    Os refugiados que na sua maioria oriundos da Síria, Iraque e Afeganistão, Todos estes países foram destroçados por membros da OTAN, agora aguenta, se bem que é lucro para a Europa essa massa de mão de obra barata, os líbios perderam seus poços de petróleo para os senhores da guerra, o vice-dos EUA na Era Bush encheu as burras de dinheiro ao se apoderar do petróleo iraquiano, querem transformar o Brasil nisso, o golpe que querem dar contra a democracia faz parte disso pois, havendo golpe, não está descartada uma guerra civil

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome