Manifestantes são feridos em protesto contra pacote fiscal em Curitiba

manifestacao_parana_-_chico_camargo_cmc.jpeg
 
Foto: Chico Camargo/CMC
 
Jornal GGN – Um protesto de servidores municipais que contou com cerca de 4 mil pessoas, segundo os organizadores, teve manifestantes feridos na manhã desta terça-feira (20), em Curitiba (PR). 
 
Os participantes da mobilização protestavam contra o pacote fiscal proposto por Rafael Greca (PMN), prefeito curitibano. Um grupo tentou invadir a Câmara dos Vereadores, e a Polícia Militar utilizou spray de pimenta e cassetetes contra os manifestantes. Ainda não há confirmação do número de feridos. 
 
Entre outros pontos, o pacote proposto por Greca coloca um teto nos gastos com pessoal, muda o plano de carreira dos servidores, retira gratificações como a licença-prêmio e também aumenta a contribuição à Previdência. 

 
Os vereadores curitibanos tentavam votar o pacote pela segunda vez. Em torno do meio-dia, a sessão estava suspensa e sem previsão de retomada, sendo que servidores ocupavam o plenário da Câmara protestando contra as medidas. Na semana passada, manifestantes também invadiram a Câmara durante a primeira tentativa de votação.
 
Greca diz que é necessário adotar o pacote porque a prefeitura da capital paranaense passa por “uma calamidade financeira”. O prefeito defendeu a proposta nas redes sociais afirmando que “direitos sem sustentabilidade são desenganos”. 
 
Por outro lado, os sindicatos afirmam que os servidores perderão direitos e que o atendimento à população curitibana poderá ser afetado pelo teto de gastos. 
 
Irene Rodrigues dos Santos, coordenadora-geral do Sismuc (Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba), disse que o pacote é “um caminho equivocado.” “Você tem que aumentar arrecadação, e não cortar despesas. Não é assim que vamos melhorar os serviços”, afirmou.
 
Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome