Militar que coordena Funai fala em ‘meter fogo’ em indígenas isolados

Áudio com incitação foi gravado durante reunião realizada com líderes da tribo marubo no Vale do Javari, no Amazonas

Fundação Nacional do Índio

Jornal GGN – O tenente da reserva do Exército Henry Charlles Lima da Silva, responsável pela coordenação da Funai no Vale do Javari, no Amazonas, incentivou os líderes do povo marubo a disparar contra indígenas isolados se forem “importunados” por eles.

“Eu vou entrar em contato com o pessoal da Frente [de Proteção Etnoambiental] e pressionar: ‘Vocês têm de cuidar dos índios isolados, porque senão eu vou, junto com os marubos, meter fogo nos isolados’”, disse Henry em reunião realizada no último dia 23 de junho, segundo gravação divulgada pelo jornal Folha de São Paulo.

Relatos dos marubos dizem que, dias antes, os indígenas isolados raptaram uma mulher da aldeia, e a encontraram sozinha, na mata e com as mãos amarradas após quatro horas de busca. Esta teria sido a terceira tentativa de sequestro da mesma pessoa desde o fim do ano passado.

Depois de instigar os indígenas da tribo marubo contra os isolados, Henry ressaltou que “questões ideológicas” impedem o presidente Jair Bolsonaro de atuar na região uma vez que “a Apib (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil) vai, denuncia, e a gente fica nesse impasse”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome