Nos EUA, Estado corta impostos da maconha para compensar excesso de arrecadação

Jornal GGN – Nos Estados Unidos, o Estado do Colorado cortou os impostos sobre a maconha para uso recreativo vendida no seu território na última quarta-feira (16), eliminando taxas de 10% para vendedores e de 15% para produtores. A medida foi válida somente ontem. O Colorado legalizou a venda de maconha para fins recreativos no início do ano passado.

O corte nos impostos ocorreu porque a receita total do Estado superou as projeções feitas pelo governo, e a legislação prevê que, nesses casos, os novos tributos sejam renunciados ou reembolsados. A previsão é de que estado tenha deixado de arrecadar entre US$ 3 milhões e US$ 4 milhões.

Do Opera Mundi

Nos EUA, Estado corta impostos da maconha para compensar excesso de arrecadação

Somente nesta quarta-feira, lei tributária estadual causa descontos do produto; Estado deixará de arrecadar até US$ 4 milhões

O Estado do Colorado, nos Estados Unidos, cortou nesta quarta-feira (16/09) os impostos sobre a maconha para uso recreativo vendida em seu território. A medida, válida só para o dia de hoje, eliminou as taxas de 10% para vendedores e de 15% para produtores, por conta de uma lei tributária local. Desde o início do ano passado, a venda de maconha para fins recreativos foi legalizada no Colorado.

No último ano fiscal – que terminou em junho, mas que teve as contas auditadas até ontem – a receita total do Estado superou as projeções feitas pelo governo, caso em que a legislação estadual prevê que novos impostos sejam renunciados e reembolsados. O dia de desconto é uma compensação por conta do excedente dos ganhos pela tributação.

Os comerciantes, que fizeram propagandas sobre o dia de promoção, aguardam um grande movimento nas lojas. Não foi feita uma previsão oficial de quantos compradores são esperados.

“Meu estoque vai se esvaziar hoje, estamos enviando tudo para as lojas”, disse Daniel Morgan, operador de uma rede especializada na produção e venda da erva em Denver, se referindo aos mais de 13 kg estocados em um armazém. Morgan afirmou que tem a expectativa de vender 45 kg durante o dia.

A previsão é que o Colorado deixe de arrecadar entre US$ 3 milhões e US$ 4 milhões com as vendas desta quarta-feira. Em nota, o porta-voz do órgão governamental Projeto de Política da Maconha (Marijuana Policy Project) declarou que os impostos sobre a maconha foram “incrivelmente produtivos” no último ano e que esta quarta-feira será o único dia sem receita significativa. “Durante os outros 364 dias, trará dezenas de milhões de dólares que serão reinvestidos no nosso Estado”.

A maconha medicinal não foi afetada pelos descontos, pois não está submetida ao mesmo regime de tributação.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. Nem precisa entrar neste
    Nem precisa entrar neste assunto porque Dilma resolveu liberar bingos.

    Porque bingo é um assunto que está em evidência em nossa sociedade e Dilma é uma pessoa antenada com movimentos mais atuais de nossa sociedade.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome