O #primeiroassedio de Ana Estela Haddad

Jornal GGN – A primeira-dama de São Paulo, Ana Estela Haddad, participou da campanha virtual #primeiroassedio, criada pelo movimento Think Olga, que incentiva mulheres a relatarem seu primeiro caso de assédio sexual ou outro tipo de abuso durante a infância. A hashtag, usada nas redes sociais, surgiu após uma participante do Masterchef Junior, de apenas 11 anos, ter sido alvo de postagens pedófilas.

Veículos de imprensa também aderiram à movimentação e lançaram a campanha #‎AgoraéQueSãoElas, abrindo espaço para que jornalistas e figuras públicas também escrevam sobre assédio, direitos da mulher e violência doméstica, entre outros pontos. 

Ana Estela publicou seu relato na Revista São Paulo, do Grupo Folha.

O GGN reproduz abaixo:

“Eu tinha 12 anos. Havia visto um filme romântico no cinema com uma prima minha. Gostei do filme e resolvi assistir de novo, mas não tinha ninguém para me fazer companhia. Fui numa sessão de tarde, havia poucas pessoas. Um senhor bem mais velho sentou do meu lado, com um intervalo de uma cadeira. Durante a sessão, ele começou a se masturbar. Eu não entendi direito o que ele estava fazendo… Aquilo me perturbou demais. Eu não estava preparada para aquela situação. Saí um pouco antes de terminar a sessão. Tinha apagado essa memória da minha mente. Comecei a ler um pouco sobre o assunto [do primeiro assédio] e a lembrança foi vindo.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora