Paraná: Greve Geral dos Servidores Públicos

PARANÁ: 30 MIL FUNCIONÁRIOS EM GREVE

https://www.youtube.com/watch?v=9zbG-Yva2Os]

do LiteraTortura

30 mil funcionários em greve, nenhuma palavra no Jornal Nacional

Henry Milléo/Agência de Notícias Gazeta do Povo / Carro de som deve acompanhar os professores na marcha pelo Centro de Curitiba

A escolha de pauta nos grandes jornais brasileiros é muito interessante, veja bem:

No Paraná, 100% das escolas estaduais estão em greve. Três, das quatro universidades estaduais, também. Policiais e bombeiros, não, porque sua greve é inconstitucional.

Há poucos dias, os ônibus de Curitiba pararam. Pelo governo estadual.

Nesta semana, Beto Richa (PSDB) propôs um “pacote de maldades” para ser aprovado em critério de urgência pelos seus deputados mandados. Entre os desejos, além de aumentar impostos, Richa quer pegar 8 bilhões da Previdência Paraná. Pegar (pra não dizer roubar) porque esse dinheiro tem dono. Esse dinheiro é do contribuinte. [Entenda todo o pacotaço aqui]

Entre tantos feitos, Beto deu calote em professores, bombeiros, policiais e outras classes, não pagando férias, atrasando décimo terceiro, demitindo professores PSS que haviam sido aprovados, além de faxineiros, merendeiros, porteiros etc.

Para o leitor entender, se uma escola abrir hoje, ela abre sem merenda.

Por outro lado, sorte da escola que abre, porque várias foram fechadas.

Qual governo, em pleno 2015, fecha escolas?

Qual jornal, em pleno 2015, com a internet aí, omite o caos que está acontecendo?

Talvez as informações sejam irrelevantes…

Talvez, como sempre acontece quando o bico do pássaro é grande, estejam acobertando. Como o e-mail que vazou, da diretora da globo mandando tirar o nome de FHC dos vt’s sobre a Lava-Jato. Curioso que dois dias depois do e-mail vazar, fizeram uma matéria colocando o nome do FHC, em todos os jornais. Imparcialidade, sempre.

Ontem, além do que já foi escrito e dos outros absurdos que você pode descobrir, caso se interesse pela política paranaense, mais de 20 mil professores e funcionários públicos, de diferentes cidades, ocuparam a Assembléia Legislativa do Estado do Paraná, dando um corre nos deputados de situação, que fugiram pela porta dos fundos.

[Minha mãe, professora há mais de 25 anos, com outros professores de Guaíra, viajou mais de 660 km, para estar no protesto, tamanha a gravidade do assunto.]

Os professores permanecem na ALEP.

Hoje, Beto Richa conseguiu que decretassem a expulsão deles do local.

A PM, em vídeo divulgado lá na nossa página, se recusou a cumprir tal ordem e foi embora.

Em comentário, a docente e leitora do site, Thais Vanessa Schmitz, escreveu: “A PM do PR também está sofrendo com um calote do governador e desvalorização. Para eles é inconstitucional fazer greve, mas estão nos apoiando, um deles mesmo disse: eu sei que vocês estão lutando por nós também.”

Entretanto, nada está garantido. Como se fosse piada, os parlamentares irão votar o projeto amanhã, a portas fechadas, no restaurante da Câmara.

Será que a população não vai invadir? Será que não teremos confrontos?

Tudo isso, absolutamente tudo isso [e muito mais, não parece importar aos grandes jornais, sendo transmitido apenas pela televisão local.

A pergunta que não quer e não pode calar é: e se fosse um governo petista?

Eu respondo:

Se fosse um governo petista, este site atuaria da mesma maneira. Infelizmente, porém, não podemos dizer isso da grande mídia, que não abre o bico sobre tais assuntos, porque o mesmo bico que abre é o bico que é atingido.

http://literatortura.com/…/30-mil-funcionarios-em-greve-ne…/

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

26 comentários

  1. Com a palavra,

    os defensores da grande mídia. A qual censura esses defensores da grande mídia se referem? Imagino que deva ser a qualquer tipo de censura, por exemplo essa que impede de ser divulgado fato como este do Paraná.

  2. Na época do PSDB aqui em

    Na época do PSDB aqui em Minas era a mesma coisa: a imprensa não falava absolutamente nada; os jornais locais, como o Estrago de Minas, só noticiavam  os engarrafamentos no trânsito, após meses de greves, quando já não dava mais para fingir que não havia professores em greve parando  a Afonso Pena… 

  3. os heróis

    Burrice suprema é entregar uma herança maldita prá si mesmo. Falido e mal pago antes das eleições, escondendo o estado das finanças para se beneficiar da reeleição. Tudo a ver com o colega de bico longo do estado confinante este o mais novo representante dos estados saharianos.

    O que a TV global não mostrou em cadeia nacional, a local sim flagrou o machão Franceschini secretario de estado da segurança, aquele que nas entrevistas televisivas aparece de revolver na cinta, na canhestra tentativa de proteger a entrada dos parlamentares governistas chegados em um camburão, em uma entrada lateral aberta ao escopo para votar o pacote do estadista Richa.

    A tentativa do machão Franceschini não aguentou um cidadão, apenas um, a impedi-lo desta façanha, gloria nos séculos futuros e garantia de reeleições e o que se viu foi um covarde fugindo em disparada atrás da fileira de PMS.

  4. Elementar meu caro.
    Não

    Elementar meu caro.

    Não fossem os jornalistas não alianhados e a crescente utilização das redes sociais, o PIG seguiria manipulando muito mais pessoas sobre o que acontece em governos da direita.

     

  5. Mas quem votou no Beto?

    Então a grande pergunta  é esta: quem votou nele se muitas das categorias de TRABALHADORES, estão sendo prejudicados agora e o foram em gestões tucanas passadas?

    Mesma pergunta para os Paulistas que tem água verde saindo pelas torneiras .

    Me lembro que em Minas , quando começaram a detectar os absurdos do Newton Cardoso, não localizávamos ninguém que havia votado nele…. foi errando assim que os mineiros da Capital colocaram o PT na Prefeitura durante muitos anos, o que modificou a cidade positivamente.

    Infelizmente o mesmo não ocorreu para Governador pois foram 12 anos de Tucanos… que agora revertemos!

    Infelizmente o processo é demorado…

    A boa notícia é que o Estado  de Minas ” o grande jornaldo Mineiros” ( mineiros pequenos e covardes, diga-se de passagem…) está quebrando… mas ainda vai demorar….

    Algo que poderia  acelerar a limpeza nesta área , e que condiz que este momento de austeridade (maldita palavra) , que teremos que passar , seria a retirada da isenção  de impostos sobre o papel dos jornais!

    é tão dificil assim? Seria declarar guerra a  “grande ( sic)” imprensa? mas a guerra não foram eles que declararam?

  6. “A pergunta que não quer e

    “A pergunta que não quer e não pode calar é: e se fosse um governo petista?

    Eu respondo:

    Se fosse um governo petista, este site atuaria da mesma maneira. Infelizmente, porém, não podemos dizer isso da grande mídia, que não abre o bico sobre tais assuntos, porque o mesmo bico que abre é o bico que é atingido.”

    O que eu, como militante petista, quero poder dizer, sem medo de me enganar, é que se fosse um governo petista, não haveria “pacote de maldades”.

    **********************

    Enfim, essa problemática paranaense deve fazer o pessoal que quer o impeachment da Dilma colocar as barbas de molho… que o vespeiro é grande e o mel é pouco.

  7. Escancarado.

    Está ficando escancarada a ação da Vênus Platinada.

    Está caindo na boca do povão as grosseiras tentativas de manipuilação e proteção da emissora. Não é à toa que o ânimo coxinha deu uma esfriada.

    Eu daria o meu reino pelo vídeo do Tchuchuca Francischini fugindo da plebe rude, conforme relatado pelo comentarista Ugo.

  8. Exatamente isso estaria

    Exatamente isso estaria acontecendo no País, se o Aécio tivesse ganho e o seu ministro da fazenda tivesse lançado o seu pacotinho de maldades com o mesmo conteúdo do pacote do Levy. A rua tomada de companheiros vermelhinhos, reclamando do demônio neoliberal.

    Hoje, temos uma presidenta sem dúvida nenhuma vencedora –  mas paralisada, com uma espada  de dêmocles sobre sua cabeça – um pacotinho de maldades prestes a entrar em vigor e a oposição se refestelando com as contradições reveladas. Será que Deus é brasileiro, afinal. Valeu, divindade! Aleluia.

  9. A opressão leva ao poder.

    Lamentavelmente notar que a opressão é a fórmula usada  pelos partidos de oposição para chegar ao poder, principalmente o PSDB; a eleição de Geraldo Alckmim em SP a de Beto Richa no PR e a de Marconi Pirilo em GO, são a amostra de como ainda é possivel imperar usando a opressão sobre a sociedade, e a Rede Globo, a Record, o SBT, e a Band, fazem parte de nefasto circulo. Todos esses que ditei estão agora tentando destruir a Petrobras e conseguentimente trazer trevas ao Brasil, com o intuíto de voltar ao poder federal, custe o que custar; Abram os olhos pessoal, não é a toa que os paulistanos e agora os Paranaenses iram pagar por suas arrogâncias e orgulhos.

  10. A revolta popular está nas Ruas

    A população passando necessidades e agruras e a corrupção comendo solta, com uma roubalheira desenfreada como se não houvesse amanhã.

    Ninguém é responsabilizado, nem punido. O fruto do afano fica com o larápio que sai livre, leve e solto.

    Até quando????????

    Mentes curiosas querem saber.

  11. Sei não – cercar um Casa

    Sei não – cercar um Casa legislativa e obrigar os parlamentares a votar assim ou assado não é democracia. Sejam os manifestantes “paisanos” ou fardados. Quem acha bonito que “grevistas”, “servidores” ou quetais façam isso no seu interesse não pode reclamar que amanhã ou depois os “uniformados” façam o mesmo, para pedir aumento de salário, punição para os “criminosos”  ou “subversivos”, aumento da sua cota no orçamento ou seja lá o que for.

    Desculpem, o Véio já ficou velho (e conservador…).

    Golpe é golpe… venha de onde vier…

    Saravá que hoje é sexta-feira!

    • cada filosofo

      Propor medidas urdidas com aquela maioria de duvidosa fama, no calar da noite e contra os interesses da maioria deve ser democracia tucana, né zuza.

      Dependendo deste teu conceito a “redentora” ainda estaria por aí.

  12. no paraná aconteceu mais ou

    no paraná aconteceu mais ou menos o que ocorreu com o alquimista em são paulo…

    empulhação e falácias tucanas.

     sempre a ideia de minimizar  o estado para privatizá-lo.

    o governador beto richa deixou a ele mesmo um monte

    de problemas, o estado quase à beira da falencia.

    marcante no primeiro governo dele foi uma foto e um vídeo de policias empurrando

    carros da polícia por falta de combustível.

    agora os professores não tiveram alternativa.

    o tratoraço tucano desta vez foi demasiadamente atentatório a qualquer civilidade.

    depois de sessenta anos de lutas pra dignificar um pouco a

    categoria, os professores, com estas medidas de  richa,

    perderão o que conquistaram com tamanhos sacrifícios.

    agora a polícia voltou a agir como nos tempos do tucano álvaro dias, quando era governador.

    mandou a polícia bater nos manifestantes.

    álvaro dias ficou marcado na categoria por mandar

    a cavalaria dar porrada em professor.

    por anos, os professores tem  a data de 30 de agosto

    como dia de manifestação anual contra as violencias da polícia de dias no seu governo….

     

    já o fato de a globo não dar nada sobre as manifestações,

    só comprova o que todos já sabem:

    o conluio global com os tucanos, não só de são

    paulo, mas de qualquer estado da federação…

  13. O interessante é que o

    O interessante é que o governador do Paraná foi eleito no primeiro turno, tal qual o de São Paulo e o de Pernambuco. Este último, um ilustre desconhecido antes do velório-espetáculo. Sei não.  Diante de tantos “fenômenos” nas urnas, não consigo esquecer os alertas do Nassif qto à segurança das maquininhas. No pleito presidencial, a vitória da Dilma por pequena margem foi recebida com indignação e inconformismo pela oposição, que continua escarafunchando a apuração.  Estranho inconformismo. E os parlamentares eleitos? Um congresso do jeito que o diabo gosta. Tudo muito esquisito.

  14. Senhores………

    Senhores, deixemos de sermos inocentes !!!!

    Querer que o JN dê alguma notícia que desabone seus apadrinhados, afilhados, e comparsas, é querer muito.

    Bom, tem ainda mais. Se estão dizendo que não deu no JN, é porque vcs continuam a ver aquele lixo.

    Eu ao contrário, não o vejo a decadas, e se dá ou não naquele lixo, pouco  importa.

    Sou imunizado !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Faço somente o contraponto aquí nos Blogs Sujos, e me sinto muito bem.

    Uma sugestão: façam o mesmo e conseguiremos bons resultados em multiplicar e desmentir o que veiculam em suas redes vendidas e manipuladoras  !!!!!!!!

  15. Provavelmente, sinal do

    Provavelmente, sinal do início do fim do tucanato no Paraná, onde deverá ocorrer o mesmo que em Minas, quando houve a mais longa greve do professorado estadual, no governo aecista de Anastasia. Depois de anos de domínio político e midiático no estado, os tucanos perderam o governo para o PT. Cabe às forças de oposição ao tucanato paranaense pararem de querer agradar só aos latifundiários e quejandos, viu, dona Gleisi Hoffman?

    • Isso não existe

      Não existe tucanato no Paraná.

      O Richa é o primeiro governador tucano do estado.

      E o PSDB só ganhou a eleição de 2010 justamente porque a Dona Gleisi, em sua ascenção meteórica pós-2003, aliada a André Vargas ( e Youssef )  tentou isolar o Requião aliando-se a família Dias, formalmente ao Osmar e informalmente ao Álvaro ( que disputa o PSDB paranaense com Richa ) e com isso conseguiu isolar até a parte boa do PT paranaense, tanto é que petistas históricos como o Dr Rosinha e o Vanhoni hoje estão fora do Congresso Nacional.

      • Tucanato no modo de governar

        Tucanato no modo de governar o “choque de Jestão”.

        Sabia que as escolas do Estado de SP estão fechando salas de aula! e demitiu 5 mil professores?

        E que a População paulista só se preocupa com seu umbigo,se não tem filhos na escola e não é professor ,não tão nem ai.

  16. Mas a grande mídia, mais

    Mas a grande mídia, mais conhecida como PIG, não está divulgando este assunto por falta de espaço, eles tem pouco tempo de TV e não dá tempo porque ele está todo ocupado com o ex de Brasília e com a Lava Jato.

  17. Blindagem dos não petistas
    Prezado Nassif,Não surpreende, mas é gritante a postura de ataque  indiscriminado a alguns e blindagem de outros.Estadão de hoje: pág A13 – críticas à Venezuela e seu governo.área das imagens: 208 cm2área do texto: 730 cm2pág. A20 – cobertura dos graves fatos de ontem na Assembléia Legislativa do Paranáárea das imagens: 108 cm2área do texto: 16 cm2 A distância de acesso certamente não é a indutora da “dificuldade”de cobertura dos acontecimentos em governos não petistas:distância sede do Estadão a Caracas= 6.115 kmdistância sede do Estadão a Curitiba= 405 km

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome