Parceiro do governo na luta contra violência repudia ato da polícia

Do Jornal GGN – Parceiro do governo Alckmin na luta contra a violência, o Instituto Sou da Paz, que no dia 22 de maio, firmou convênio em conjunto com o instituto Falcone, com o governo do Estado para definir metas a serem cumpridas para que os policiais que reduzissem a violência em sua região de atuação fossem bonificados, se manifestou, por meio de um comunicado oficial, que é contra a violência e repudia o episódio do abuso policial que ocorreu na noite de ontem (13 de junho).

Veja abaixo o comunicado oficial do Instituto Sou da Paz:

O Instituto Sou da Paz, que trabalha há 15 anos com segurança pública e sempre esteve disposto a valorizar e melhorar o bom trabalho da Polícia, vem a público repudiar  o episódio de violência policial ocorrido na noite de ontem durante a manifestação contra o aumento da tarifa de transporte na cidade de São Paulo.

O que aconteceu é inadmissível. A Polícia extrapolou todos os protocolos de uso da força, agindo de maneira truculenta e irresponsável, atentando contra tudo o que se espera de uma instituição que deve prestar segurança a todos os cidadãos. Absolutamente nada justifica o que se viu.

Num país de recente democracia já é difícil encontrar sinergia entre a sociedade e o braço da força do Estado, e ações como essa, além de atentarem contra a integridade das pessoas e princípios valiosos como o direito à livre manifestação, dificultam ainda mais a construção de uma nova relação entre sociedade e Estado. 

Diante desses episódios, esperamos que o governador reveja a sua postura para resgatar algum canal de confiança e diálogo entre a Polícia e os cidadãos.  Além de coibir, identificar e punir abusos, ele deveria nomear o quanto antes o ouvidor de polícia – a lista tríplice, com os nomes dos candidatos ao cargo está há anos em sua mesa. É o mínimo que se espera nesse momento. 

Quem tem a função de fazer a lei ser cumprida deve ser o primeiro a dar exemplo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome