Polícia do Mato Grosso investiga ataque a tiros no território do cacique Raoni

A Polícia Civil de Mato Grosso suspeita que os mandantes sejam produtores rurais inconformados com a barreira sanitária, que impede o acesso ao rio Xingu e rodovias.

Pistoleiros atiraram 29 vezes contra a barreira sanitária dos Kayapó, que foi instalada para prevenir o vírus da Covid-19 (Foto de Todd Southgate)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora