Solidariedade ao GGN e ao colega Luis Nassif, por Gustavo Conde

Nassif sofre uma espécie de lawfare tal como Lula sofreu e continua sofrendo - ainda que ele não seja um político e sim "apenas" um grande jornalista

Solidariedade ao GGN e ao colega Luis Nassif, por Gustavo Conde

Luis Nassif, um dos maiores jornalistas do país, está sofrendo um cerco violento daqueles que detém o poderio econômico e podem “convencer” juízes, desembargadores e toda a sorte de agentes do mercado financeiro – travestidos de integrantes do judiciário -, com estranha facilidade.

Nassif sofre uma espécie de lawfare tal como Lula sofreu e continua sofrendo – ainda que ele não seja um político e sim “apenas” um grande jornalista, um dos raros que são dignos do nome e do ofício.

É estarrecedor que não haja uma rede robusta de solidariedade ao site GGN neste momento, tanto das mídias alternativas, quando do jornalismo tradicional, que devem ambos muito de suas reputações residuais aos trabalhos pregressos de Luis Nassif, tanto quando este foi do Conselho Editorial da Folha de S. Paulo e produziu uma das melhores séries de jornalismo econômico investigativo daquele período, quanto do seu pioneirismo na construção de um espaço digital intercolaborativo, sério e vigilante no que diz respeito aos ataques que a democracia vinha sofrendo desde o primeiro mandato de Lula.

Nassif é um patrimônio do que resta de qualidade na nossa combalida prática de construção de redes de informação democrática, técnica e profissional, no melhor sentido que estra última palavra possa ter.

Se não fizermos nada a respeito – nós, usuários de rede, produtores de conteúdo, youtubers liberais, colunistas e jornalistas independentes – este processo de perseguição irá se alastrar e se voltar contra todos nós.

Os protocolos de violência judicial perpetrados pela Lava Jato estão sendo desmascarados neste momento, mas o “sistema” se reinventa a todo o momento – se ramifica e se potencializa na miséria moral que tomou conta das elites deste país.

É hora de empenhar total solidariedade ao site GGN e ao colega Luis Nassif, que trava uma luta abnegada para oferecer as melhores reportagens investigativas que a mídia alternativa vem produzindo nos últimos anos.

Não passarão.

Luis Nassif, presente.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora