Teto dos gastos idealizado por Temer estrangulará o Brasil, por Patrus Ananias

 
Por Patrus Ananias
 
A Proposta de Emenda à Constituição 241, que o governo dos golpistas quer aprovar no Congresso para submeter o Brasil a 20 anos de arrocho fiscal, evidencia como objetivo deles o de destruir todo o título da Constituição que institui a Ordem Social e reúne nada menos do que sete capítulos: Seguridade Social (Saúde, Previdência e Assistência Social); Educação, Cultura e Desporto; Ciência e Tecnologia; Comunicação Social; Meio Ambiente; Família, Criança; Adolescente e Idoso; e Índios.
 
Se essa marcha para o atraso do Brasil não for detida, a Emenda 241 arrasará a Constituição suprimindo direitos, destruirá conquistas sociais já alcançadas, inviabilizará novas conquistas sociais e estrangulará o Brasil pela falta de investimentos públicos. É um desmonte completo, na veia.
 
O que a facção política golpista está propondo agora é abrir caminho para a destruição de toda a Ordem Social inscrita na Constituição, desde o artigo 193 ao 232. Todos esses dispositivos ficarão diretamente afrontados. E todos os direitos que eles estabeleceram e/ou inspiraram estarão ameaçados se a proposta passar pelo Congresso.
 
Ninguém tenha dúvida, os golpistas querem desmontar as políticas públicas da assistência social, entre outras que favoreceram, principalmente nos governos Lula e Dilma, as pessoas, famílias e comunidades 
pobres. Querem acabar com programas como o Bolsa Família e o Benefício da Prestação Continuada (BPC).
 
Um dos três representantes indicados pelo meu partido, o PT, para titular da Comissão Especial da Câmara que examinará a 241, repito o que disse na terça-feira, 9, ao votar contra a admissibilidade da proposta na Comissão de Constituição e Justiça: essa Emenda é um crime de lesa pátria, porque se insere na operação desmonte das políticas que protegem os mais pobres, como se insere também numa política de desmonte do Estado brasileiro.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome