Três milhões de cidadãos esperam acesso a programas sociais

Enquanto Bolsonaro silencia, pobreza avança e vulnerabilidade aumenta a pouco mais de um mês do fim do pagamento do auxílio emergencial

Agência Brasil

Jornal GGN – Cerca de três milhões de brasileiros estão na fila para receber benefícios sociais e previdenciários, e que o governo federal não consegue atender.

Desse total, 1,2 milhão aguardam o pagamento do Bolsa Família, enquanto 1,8 milhão estão à espera da aposentadoria ou pensão do INSS, sendo 600 mil pessoas com deficiência ou idosos pobres em busca do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Além disso, o pagamento do auxílio emergencial deve ser encerrado em pouco mais de um mês, o que vai afetar cerca de 39,3 milhões de pessoas.

Clique e veja como colaborar com o jornalismo independente do GGN

Dados da Fundação Getúlio Vargas, e divulgados pelo jornal O Globo, indicam que 27,7 milhões de brasileiros são afetados pela pobreza, o equivalente a 13% da população.

Apesar desses números, o presidente Jair Bolsonaro ignorou os problemas sociais durante os atos de 07 de Setembro, e seu posicionamento acirrou a crise política e gerou mais obstáculos para a implementação do programa Auxílio Brasil, que o governo pretende colocar no lugar do programa Bolsa Família.

Leia Também

Julgamento que poderá demitir onze procuradores da Lava Jato começa segunda-feira

Site bolsonarista trata Alexandre de Moraes como cachorro e Temer como o dono

Lewandowski leva ao plenário ação sobre prazo de impeachment contra Bolsonaro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome