Abertura de “Amanhã vai ficar tudo bem”, em São Paulo

A primeira mostra do artista libanês no Brasil, fica em cartaz de 03 de setembro a 03 de dezembro, no Galpão VB

Jornal GGN – Neste sábado, 3 de setembro, a Associação Cultural Videobrasil abre para o público paulistano a mostra do artista libanês Akram Zaatari “Amanhã vai ficar tudo bem”, pela primeira no Brasil. A exposição, com curadoria de Solange Farkas e Gabriel Bogossian, irá ocupar os 800 m² do Galpão VB, com obras em vídeo e um conjunto de desenhos que têm em comum um elemento emotivo, traçando um panorama da obra de Zaatari de 1998 até 2016.

Em “Amanhã vai ficar tudo bem”, as obras exploram questões relacionadas ao amor, ou à sua perda, à auto-representação, ao cobrimento e ao descobrimento do corpo, os desejos e como tudo isso se manifesta em tempo real seja na sedução, no orgulho ou no machismo, dentro da internet, em um contexto árabe.

Dentre os temas do artista existem histórias, registros, práticas fotográficas, desejo e relações humanas desenvolvidos em filmes, fotos, textos e outros formatos. Como Beirute que está no centro de dois trabalhos da exposição, como memória do passado, em Red Chewing Gum (2000), e como paisagem futurista quase pós-apocalíptica, em Beirut Exploded Views (2014).

Entre as obras expostas três são inéditas no Brasil. Dance to the end of Love (2011), produzido inteiramente com material veiculado no YouTube por pessoas do Egito, Emirados Árabes, Arábia Saudita, Palestina, Iêmen e Líbia. Os quatro canais do YouTube são divididos em temas como mágica, fisiculturismo, acrobacias automobilísticas e dança e música.

Another Resolution (2008/2013), é uma instalação de 12 micro projetores, que trazem adultos reencenando as poses de crianças em antigas fotos familiares.  Já em Beirut Exploded Views (2014) dois jovens tentam habitar uma cidade fragmentada após um apocalipse. A obra, inspirada na atual crise dos refugiados no Líbano, faz parte da exposição sobre Beirute.

Os outros três trabalhos integram o Acervo Videobrasil e já foram exibidos em São Paulo, em diferentes edições do Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil. Tomorrow Everything Will Be Alright (2010), foi a obra vencedora do Grande Prêmio do 17º Festival; Red Chewing Gum (2000), que imagina a geografia urbana do bairro de Hamra por meio de lembranças amorosas; e The End of Time (2012) uma coreografia sobre amor e separação encenada por três personagens masculinos.

A exposição também contará com encontros e a participação de artistas, curadores e pesquisadores brasileiros, em diálogos conversas entre a produção de Zaatari e a de artistas e pesquisadores brasileiros. E como parte do projeto, uma publicação reunirá ensaios críticos da obra de Akram Zaatari, dando vida primeiro livro de referência sobre o artista editado no Brasil.

Akram Zaatari produziu mais de quarenta vídeos, uma dúzia de livros e inúmeras instalações fotográficas, sempre abordando práticas, personagens e temas ligados à escavação, à resistência política, à vida de ex-militantes, entre outros. A exposição, em São Paulo, ficará em cartaz até o dia 03 de dezembro.

Serviço

“Tomorrow Everything Will Be Alright”, de Akram Zaatari

Local: Galpão VB | Associação Cultural Videobrasil

Endereço: Av. Imperatriz Leopoldina, 1150, São Paulo – SP, 05305-002

Abertura: 03 de setembro, sábado, das 16h às 20h

Visitação: de 05 de setembro a 03 de dezembro, de terça a sexta, das 12h às 18h, sábado, das 11h às 17h.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome