Amanhã eu vou, a carimbamba vive cantando

Luiz Gonzaga – AMANHÃ EU VOU – Beduíno e Luiz Gonzaga – Gravação de 1951.

Album: Luiz Gonzaga – Samarica Parteira.

Imagens capturadas da ” Animação Caseira com a música “Amanhã eu Vou” ou “Carimbamba”. Vídeo enviado em 17.12.2009 – canal youtube paduagyn.

Valsa gravada na RCA Victor em 28 de fevereiro de 1951, e lançada em maio do mesmo ano, disco 80-0756-B, matriz S-092892. samuel63867

Era uma certa vez

 Um lago mal assombrado

 À noite sempre se ouvia

 A carimbamba  Cantando assim:

 

Amanhã eu vou, amanhã eu vou

 Amanhã eu vou, amanhã eu vou

 Amanhã eu vou, amanhã eu vou

 Amanhã eu vou, amanhã eu vou

 

A carimbamba, ave da noite

 Cantava triste lá na taboa

 Amanhã eu vou, amanhã eu vou

 

E Rosabela, linda donzela

 Ouviu seu canto e foi pra lagoa

 E Rosabela, linda donzela

 Ouviu seu canto e foi pra lagoa

 

A taboa laçou a donzela

 Caboclo d´água ela levou

 A carimbamba vive cantando

 Mas Rosabela nunca mais voltou

 

Amanhã eu vou, amanhã eu vou

 Amanhã eu vou, amanhã eu vou

 Amanhã eu vou, amanhã eu vou

 Amanhã eu vou, amanhã eu vou

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora