As primeiras gravações da excelente Miramar Mangabeira

por Luciano Hortencio

Conheci Miramar Mangabeira por um feliz acaso. Bordejando na internet, descobri O CARNAVAL PASSOU, na interpretação de Miramar. Excelente marcha carnavalesca e melhor interpretação, porém nada havia que me levasse a conseguir maiores detalhes de sua autoria ou da cantora. A pesquisa do Google, muitas vezes, atrapalha mais do que ajuda. A pesquisa por Miramar me levava a hotéis, restaurantes, condomínios, porém nada que tivesse relação com a intérprete.

Teimoso como sempre, passei a pesquisar no youtube e descobri a cantora Miramar Mangabeira, com página no youtube e vídeos contendo EU SEI QUE VOU TE AMAR e WAVE, dentre outros. Apesar do timbre  e da mesma aveludada voz, não tinha certeza de que Miramar e Miramar Mangabeira eram a mesma cantora. Fui socorrido pelo Facebook, onde a intérprete soteropolitana tem página. Miramar aceitou meu pedido de amizade e confirmou ser realmente MIRAMAR, nome artístico usado logo no comecinho de sua carreira. A cantora ficou felicíssima pois havia perdido o fonograma de O CARNAVAL PASSOU, bem como de outras raras gravações feitas nos Estados Unidos em VHF, como apresentações no Hilton Pálace e Teatro nacional de Washington DC como única Brasileira, no Tributo a Martin Luther King. Na terra do Tio Sam gravou o cd Vôo Livre, cantando em 5 idiomas- Francês, Italiano,Espanhol Inglês e Português.

Através dos amigos Marcos Costa e Salvador Lacerda Falcão consegui ainda os fonogramas de FALABÁ, sua primeira gravação, participando do Festival MPB 80 e ADEUS BATUCADA, de Synval Silva.

Aos que quiserem saber mais sobre MIRAMAR MANGABEIRA deixo, ao final do post, alguns links.

Agora que O CARNAVAL PASSOU devemos gritar em coro: FALABÁ!

https://www.youtube.com/watch?v=kaeGnzU0mog]

[video:https://www.youtube.com/watch?v=dUzZTQyTDoc

Links:

https://abimebr.blogspot.com.br/2012/08/abime-brasil-apoia-construcao-de-um.html?m=0

http://veratabach.blogspot.com.br/2013/02/miramar-mangabeira-historia-de-uma-diva.html

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora