Carlinhos Bala e eu, por Rui Daher

Carlinhos Bala e eu, por Rui Daher

José Carlos da Silva nasceu em Recife, a 17 de setembro de 1979. Ficou conhecido por ser o fenomenal ponteiro e meia-atacante Carlinhos Bala.

Segundo Wikipédia, teve vários apelidos, alguns por ele mesmo criados: Ballack (famoso meia alemão), Rei de Pernambuco, Espoleta, Pistola, sempre precedidos de Carlinhos. O Bala foi o que perdurou.

Conheci-o, sábado passado, na final da Copa TV Grande Rio de Futsal (Globo), em Petrolina, Pernambuco.

Tem longa história no futebol brasileiro, sobretudo nos Nordeste e Norte. Começou, profissionalmente, em 1999, no Santa Cruz, e passou por duas vezes no MEU Náutico.

Entre 2002 e 2004, jogou no Beira-Mar, de Aveiro, Portugal. Penitencio-me por não ter mencionado que também de Aveiro era o Serafim, dono do “Dominó de Botequim”.

Foi, ainda, do Cruzeiro, Atlético Goianiense, Fortaleza, América de Pernambuco, CRB de Maceió, Fast Clube de Manaus, Nacional do Amazonas, Altos do Piauí, entre outros. Hoje em dia, está no Clube Atlético Taboão da Serra, que disputa a série A-3 do Paulista.

Desde a estreia profissional e até hoje participou de 607 partidas da minha paixão futebol e anotou (aposto que os aficionados gostaram) quase 200 gols.

Seu maior feito e tormento adversário, o que faz este texto ser dedicado ao amigo Fernando Juncal, foi ter marcado um dos gols que deu o título da Copa do Brasil 2008 ao Sport (2 x 0), justamente contra o “Timão”, de Mano Menezes, na Ilha do Retiro.

Místico, irrequieto, desafiador de disciplinas, alegre, diz que a virada aos 3 a 1 do Morumbi veio de uma premonição divina quando se dirigia para treinar.

Para mim, assim como estar entre amigos da região do Vale do São Francisco, conhecer Carlinhos Bala foi motivo de honra e glória. Obrigado!

https://www.youtube.com/watch?v=kUjls3dZW9c]

[video:https://www.youtube.com/watch?v=bFGrVk6tQE4

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

7 comentários

  1. Carlinhos….

    Jogador que representa a alma do futebol brasileiro, que foi sepultado neste novo padrão de retranca imposta pela ditadura do monopólio do futebol no retorno induzido do retranqueiro inaugural Zagallo e seu pupilo Parreira. Tivemos que engolir este lixo de 9 defensores da linha de meio campo pra trás. Se fosse somente sua vitória sobre a galinhada falida da várzea esquerda da Marginal Tiête S/ N.o já seria meu idolo. Tem gente procurando até hoje por Carlinhos Bala. Mas se me permitir, gostaria de falar sobre outro assunto. Há alguns dias atrás, em CC outro veículo que o sr. escreve, foi publicada maravilhosa matéria de como MultiNacionais Estrangeiras, em especial uma tal de Coca-Cola, importam até insumos para refrigerantes e outros bebidas, via Zona Franca de Manaus, não produzindo absolutamente nada neste país. Importando inclusive empregos, salários, impostos, máquinas, tecnologia e usurfruindo de espetacular mercado de mais de 200 milhões de pessoas (não somos uma terra de Lunáticos?!!) não deixando benefícios algum. Pelo contrário, além da importação sobrevalorizada, para fantasiar o envio de remessas de capital à sua Matriz, ainda deixava de pagar qualquer centavo de impostos ao Brasil e recebia milhões de reais de incentivos fiscais. Tem um Mercado Bilionário a seu dispor e ainda recebe dinheiro do Governo e Sociedade Brasileiros para obter lucros estratosféricos !!!  Matéria Fantástica. Mas não é que NOSSO ANTICAPITALISMO DE ESTADO é ainda mais surreal !! Além de combater o Empresário Brasileiro ( este covarde, que não investe, que quer parasitar o tal coitado proletariado) ainda persegue, manda prender e expõe o Concorrente Nacional (Dolly) por presunção de Sonegação Fiscal?!! Sopmos ùncios na Terra. Se não existissemos, teriam que inventar outro pais igual da cabeça de um Salvador Dali. Coincidência com o que fizeram com Schincariol (de Itu / SP), perseguida pelas práaticas que Coca e Paulo Lemman cansaram de fazer junto ao Governo e BNDES. E depois queremos saber o porque do tamanho da nossa Pobreza e Miséria !!! O desfecho foi o assasinato do Dono (Torcedor de Arquibancada do Ituano) e a venda da Empresa Brasileira para MultiNacionais Estrangeiras, poucos meses depois da tragédia. O Brasil é de muito fácil explicação. (P.S. Muito obrigado, se não escrevo o figado explode)abs.      

    • Carlinhos….

      Caro sr. Rui, me expresso muito mal por linhas semianalfabetas. Sei disto. Isto pode aumentar sua percepção que está sendo criticado. Na maciça maioria das vezes, não está. A critica é à visão brasileira, principalmente de elites intelectuais (que detém muito peso politico), sobre os assuntos e sobre nosso próprio país. Mas sei que não alivio e temos diferenças. Mas tem vivência, experiência, conhecimento, inteligência, contatos que um suburbano de poucas posses e pouco conhecimento não tem. Para este Leitor, a provocação é meio para o aprendizado. O que interessa são as matérias deste veículo (e outros) e as respostas que só são possíveis, onde é permitido comentários ( espaço cada vez mais raro na nossa Imprensa. Diz mutio sobre nossa farsa democrática). Só não me peça para dizer que Pelé não é Rei. Que Soberano não é o Maior de Todos e que Apito na boca de árbitro,  não foi uma invenção criada dentro do Pq. S. Jorge. abs.   

      • Caro Zé Sérgio,

        Muito pelo contrário. Você escreve muito bem, é informado e tem cultura. Vez ou outra nossos fígados se desencontram, mas é assim que entenderemos melhor o Brasil. ´R grande a minha felicidade em vê-lo por aqui como leitor e comentarista. Abraços

  2. Caro Rui,

    Vi os dois vídeos atentamente. o Carlinhos Bala era realmente fenomenal. De início, cheguei a achar o Coringão até meio apático diante das diabruras do Carlinhos, mas depois percebi que tudo não passou de um gentileza concedida pelo Glorioso timão ao simpático Leão da Ilha, apenas uma gentileza. Abraço.

    • Fernando,

      gentileza gera gentileza. Ele me disse que está esperando proposta para sair de Taboão da Serra e ir para Itaquera. Trata disso, vai. Abração saudoso.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome