A faixa de Gaza do Recôncavo baiano

Por Charles Carmo

Nassif,

você abriu o espaço para o debate sobre a guerra de espadas no São João de Cruz das Almas, no Recôncavo Baiano.

Só para ter uma idéia do que antecedemos naquele texto e que agora se confirma: 299 pessoas foram atendidas no Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Cruz das Almas este ano, durante o São João, em decorrência de queimaduras ou ferimentos por fogos de artifício. Em 2009, foram 216 feridos.

299 pessoas? Sim. E não estamos falando da Faixa de Gaza.

Entre os casos, há o de pessoas que foram amputadas por conta da “manutenção da tradição” da guerra de espadas.

Não há tradição que justifique um jovem de 22 anos perder os dedos da mão de forma tão banal e estúpida.

Obrigado Nassif, você está ajudando a estabelecer este debate.

http://www.oreconcavo.com.br/2010/06/26/o-preco-da-guerra-de-espadas-sofrimento-sustos-e-amputacoes/ 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora