Fordlândia, Clintons, FHC e Gilberto Freire

1- Com a noticia do casamento da filha dos Clinton , Chelsea, e o seu jantar para 400 convidados , me veio a lembrança  um documentário em que a família que construiu o Waldorf Astoria , no século 18 também organizava jantares para quatrocentas pessoas ,tendo um salão em sua casa que se prestava a tal finalidade , e em meados de 1700 possuíam uma fortuna avaliada em 20 milhões de dólares à época. O Curioso é que no Brasil também se organizavam jantares para 400 talheres , em salão expressamente construído para esse fim , na Bahia , como relata Wanderley Pinho em Salões e Damas do Segundo Reinado, Livraria Martins Editora, 3a. edição, 1959. Será que o termo Quatrocentões, teria algo a ver com esses jantares ?

2- Muito antes de Henry Ford , lançar-se na produção de borracha na Amazónia, conforme livro lançado essa semana , Fordlandia,outra família americana, a Família Rockfeller , através de sua Fundação, foi a responsável pela implantação no Brasil , via Faculdade de Medicina do Estado de São Paulo, do regime de dedicação exclusiva no ensino publico, no período de 196 e 1931, primeiro via os cursos de Higiene e depois estendida a toda Faculdade. Na década de 30 com a criação da Faculdade de Saúde Publica , Tarsila do Amaral doa a sua residência para o governo, onde hoje está instalada uma escola de saúde publica, processo esse descrito em Elites em Negociação, Maria Gabriela S>M> da Cunha Marinho , Editora Universitária São Francisco.

3- Amanhã começa o Festival Literário de Paraty, com Palestra de FHC sobre Casa Grande & Senzala, de Gilberto Freire , tendo como debatedor, Luiz Felipe de Alencastro, para se entender o contexto da época, sugiro a leitura de um texto de Elizabeth Cancelli disponível em http://www.artcultura.inhis.ufu.br/PDF16/E_Cancelli.pdf, com o titulo de Caminhos de um mal-estar de civilização: reflexões intelectuais norte americanas para pensar a democracia e o negro no Brasil.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome